DIVERSÃO

Confira 40 atrações gratuitas para curtir o fim de semana

Um guia com programas para se divertir sem gastar dinheiro, com shows, exposições e muito mais

Por: Redação VEJA RIO

FESTAS

Arraiá da DUO

DUO
Arraiá da DUO (Foto: Gustavo Schlittler/SR2 fotografia)

A tradicional festa de domingo do 00 estará caipira esta semana, com correio do amor, quadrilha com direito a uma taça de champanhe para os casais que participarem, forró no deck para dançar agarradinho e touro mecânico, além das decorações e comidas típicas. No deck o som fica por conta da DJ Dani Vieira e na pista os DJs Pako, Leo Gattuso e Cláudio Fernandes. 

00 Gávea. Avenida Padre Leonel Franca, 240, Gávea. Domingo (14), 17h/5h. Grátis (entre 17h e 20h); R$ 20,00 (de 20h às 21h); R$ 30,00 (de 21h às 22h) e R$ 40,00 (após 22h). 

+ Calendário de festas juninas no Rio

SHOWS

150 anos da Praça Onze: Tu és Imortal

Terreirão
Terreirão do samba vai receber prévia do Carnaval 2015 (Foto: Divulgação)

A Praça Onze completa 150 anos e, berço do samba que é, terá uma comemoração a altura de sua tradição. Neste sábado (13), a partir das 19h, a data será celebrada com shows gratuitos no Terreirão do Samba. Clique para saber mais.

Da Ghama

Da Ghama
Da Ghama (Foto: Divulgação)

A próxima edição do Festival Resistência Cultural recebe o fundador e ex-integrante do Cidade Negra, Da Ghama, em show de pré-lançamento do novo CD solo Baixafrikabrasil.

Lona Cultural João Bosco, Vista Alegre. Domingo (14), 16h.

+ Shoppings do Rio promovem shows gratuitos para entreter os clientes

ESPECIAL

Regata Escola Naval

Tradicionalmente realizada em outubro, a Regata Escola Naval antecipou o evento para comemorar os 150 anos da Batalha do Riachuelo, decisiva na Guerra do Paraguai. Na septuagésima edição da maior prova náutica da América Latina, exposições, atividades infantis e apresentações de dança e música têm como palco a Ilha de Villegagnon, fechada ao público durante o resto do ano.

Escola Naval. Avenida Almirante Sylvio de Noronha, s/nº, Castelo, ☎ 3974-1476. → Sábado (13), 8h/17h. Grátis.

Aniversário Imperator

Cinema Imperator
(Foto: Divulgação)

Referência de cultura na Zona Norte, o Imperator - Centro Cultural João Nogueira completa três anos segunda (15) e comemora com uma extensa programação gratuita neste fim de semana. Desde 2012, o local já recebeu 2.2 milhões de visitantes, em 329 atrações e 1.221 apresentações.  Clique para saber mais.

Roteiros Geográficos do Rio

Jardim Suspenso do Valongo
(Foto: Tatiana Dantas DivulgaçÃo)

O programa Roteiros Geográficos do Rio promove dois passeios guiados pelo Centro do Rio neste fim de semana. Organizadas em uma parceria entre a Secretaria Municipal de Cultura e o Instituo de Geografia da Uerj, as caminhadas são conduzidas por professores da instituição que, durante o percurso, dão explicações históricas sobre monumentos e detalhes dos locais visitados. Os passeios intitulados "Marlene vive no Porto Olímpico" são um tributo à grande musa da época de ouro do rádio. Clique para saber mais.

Rio Design Trends

Entre os dias 3 e 28 de junho, o Rio Design Barra e o Rio Design Leblon recebem um festival de tendências com moda, música e arte. O Rio Design Trends terá ainda apresentações artísticas, intervenções pelos corredores, palestras, shows e arte urbana. Clique para saber mais.

Por dentro do Palácio

Antigo Palácio da Justiça
Eduardo Diaz e Dulce Penna de Miranda: visita teatral pelo Antigo Palácio da Justiça (Foto: Marcelo Carnaval)

O Antigo Palácio da Justiça abre as portas para uma visita lúdica e informativa. Guiados por atores que interpretam Têmis, deusa grega das leis e dos juramentos, e o jurista brasileiro Ruy Barbosa, os visitantes podem conhecer as instalações do palácio, no Centro do Rio, e suas histórias nas visitas teatralizadas.

Antigo Palácio da Justiça. Rua Dom Manuel, 29, Centro. Tel: 3133-3366 / 3133-3368. Sábado (13), 16h. Grátis (distribuição de senhas no local, 15 minutos antes de cada sessão).

A Garagem

O Condomínio Mandala, na Barra da Tijuca, recebe neste fim de semana a primeira edição da feira gastronômica A Garagem. São 21 food trucks com opções para os mais variados gostos, como de comida brasileira no Brasileiríssimo, os sanduíches do Forasteiro e os cones do Don Coneone. De sobremesa, os brownies do Brownie Bike, os sorvetes do Amo Gelato e Super Paleta e brigadeiros no É de Chocolate. Para acompanhar, cervejas artesanais do Contrabando e caipis do Pilequinho. Clique para saber mais.

CONCERTOS

Daniel Wolff e Olinda Allessandrini

Olinda Allessandrini e Daniel Wolff 4
(Foto: Danny Bittencourt)

Gaúchos, o violonista e a pianista estrelam o espetáculo Redescobrindo Villa-Lobos. No programa, versões raras de obras do maestro brasileiro, transcritas para piano por José Vieira Brandão, seu antigo colaborador.

Sala Villa-Lobos (80 lugares). Avenida Pasteur, 436, Urca, ☎ 2542-3311. Quinta (11), 13h. Grátis. As senhas serão distribuídas às 12h30. Sala Leopoldo Miguel (200 lugares). Rua do Passeio, 98, Lapa, ☎ 2240-1391, ↕ Cinelândia. Sexta (12), 18h. Grátis. As senhas serão distribuídas às 17h30.

Música no Museu - Coro Dannemann Siemsen

No sábado (13), o projeto promove a apresentação do Coro Dannemann Siemsen no Clube Hebraica. No repertório, clássicos internacionais.

Clube Hebrica. Rua das Laranjeiras, 346, Laranjeiras. Sábado (13), 17h.

Música no Museu – Canto do Rio

No domingo (14), o coral Canto do Rio se apresenta no Museu de Arte Moderna, sob a regência de Paulo Malagutti. No repertório, clássicos nacionais.

Museu de Arte Moderna. Rua Infante Dom Henrique, 85, Flamengo. Domingo (14), 11h30.

CRIANÇAS

Circo no Parque

Irmãos Brothers
Irmãos Brothers se apresentam no Parque das Ruínas (Foto: Fernanda Tomaz)

Eureka!!!, o espetáculo apresentado pela Irmãos Brothers Band, é a principal atração do evento. Trata-se de uma mistura de números circenses de malabarismo, trapézio e humor com diferentes gêneros musicais, a exemplo de rock, reggae, pop, baião e marchinha. No sábado (6), a sessão começa com Tempo, um Monólogo Circense, estrelado por Bruno Carneiro (80min). Rec. a partir de 5 anos. Estreou em 23/5/2015.

Centro Cultural Municipal Parque das Ruínas (200 lugares). Rua Murtinho Nobre, 160, Santa Teresa, ☎ 2224-3922. Sábado (13), 17h. Grátis. Até 27 de junho.

Museu Naval

Com as obras de demolição da Perimetral na Praça XV, os passeios que antes saíam do Espaço Cultural da Marinha agora partem do Museu Naval, ali perto, onde também se encontra a exposição O Poder Naval na Formação do Brasil. De lá os grupos seguem, aos sábados e domingos, para uma volta de barco pela Baía de Guanabara, passando por dezessete pontos turísticos. De ônibus, a visita é à Ilha Fiscal, local do último baile do Império, em 1889 — cenários com informações sobre a ilha foram reformulados recentemente. Rec. a partir de 2 anos. 

Museu Naval. Rua Dom Manuel, 15, Centro, ☎ 2532-5992 (seg. a sex.) e 2104-5506 (sáb. e dom.). Terça a domingo, 12h às 17h. Grátis. Passeio de barco (70 lugares): sábado e domingo, 13h15 e 15h15. R$ 20,00. Ilha Fiscal (60 lugares): sábado e domingo, 12h30, 14h e 15h40. R$ 20,00.

Museu Aeroespacial

museu aeroespacial
Museu Aeroespacial: coleção de noventa aeronaves (Foto: Divulgação/Museu Aeroespacial)

Do teco-teco a velozes jatinhos, passando por uma réplica do pioneiro 14-Bis, a história da aviação se encontra guardada nesta tradicional e ampla instituição inaugurada em 1976. A principal atração é a exposição permanente de noventa aeronaves, mas também são exibidos motores usados nas duas guerras mundiais, além de objetos e documentos sobre a vida e a obra de Santos Dumont. Completa a visita a mostra Edu Chaves — Época Heroica da Aviação, sobre o piloto Eduardo Pacheco Chaves (1887-1975), aviador civil pioneiro no voo entre as cidades do Rio e de São Paulo. Rec. a partir de 3 anos. 

Museu Aeroespacial. Avenida Marechal Fontenelle, 2000, Campo dos Afonsos, ☎ 2108-8955. Terça a sexta, 9h às 15h. Sábado, domingo e feriados, 9h30 às 16h. Grátis.

Clubinho do Downtown 

No sábado, o destaque da programação de circo fica por conta das brincadeiras de roda, futlençol, jacaré na lagoa, tatuagem, oficina de reciclado, dobradura de papel, camarim e pula fogueira. Para esse domingo, campo minado, estátua, chicotinho queimado, dança da laranja, camarim, oficina de reciclado, colagem e dança da quadrilha. 

Downtown. Avenida das Américas, 500, Barra da Tijuca. Sábado (13) e domingo (14), 15h às 18h.

A Bela Adormecida

 A Bela Adormecida é a história da princesa Aurora e de um feitiço lançado sobre ela no dia do seu nascimento por uma fada ressentida e vingativa chamada Malévola. Aurora está fadada a espetar seu dedo no fuso de uma roca de fiar e a cair num sono profundo no seu 16º aniversário, tendo como única salvação um beijo de seu verdadeiro amor. Apesar dos esforços de três fadas bondosas - Flora, Fauna e Primavera - a profecia se realiza. Armado com o escudo mágico da virtude e com a espada da verdade, o príncipe Felipe enfrenta bravamente Malévola e resgata Aurora para que vivam, então, felizes para sempre.

Bangu Shopping. Rua Fonseca, 240, Bangu. Domingo (14), 17h.

Princesinha Sofia e Jake em Princesas e Piratas

No mundo da imaginação, tudo é possível depois que Jake e a princesinha Sofia resolvem brincar de "Era uma vez". O encontro de princesas encantadas e piratas da Terra do Nunca vai mudar definitivamente a história dos reinos encantados. 

São Gonçalo Shopping. Avenida São Gonçalo 100, Boa Vista, São Gonçalo. Domingo (14), 17h.

EXPOSIÇÕES

Tatuagens Urbanas e o Imaginário Carioca

Bruno Veiga
Foto de Bruno Veiga: vistas aéreas de calçadas de pedras portuguesas no Rio (Foto: Bruno Veiga/Divulgação)

Ícones da cidade, as pedras portuguesas são o tema da mostra Tatuagens Urbanas e o Imaginário Carioca, que ocupa o Museu Histórico Nacional a partir de sexta (12). Fotografias, vídeos, documentos e objetos vindos de museus brasileiros e estrangeiros contam a história desse tipo de calçamento, herdeiro histórico dos mosaicos romanos, convertido em instituição de Portugal e, posteriormente, difundido em países lusófonos. Exemplares marcantes desses pisos na cidade, como o calçadão da orla de Copacabana, aparecem em fotos de várias épocas. Especialmente curioso, um dos módulos da exposição reúne móveis, joias, obras de arte e itens de moda inspirados pelas calçadas do Rio.

Museu Histórico Nacional. Praça Marechal Âncora, s/nº, Centro, ☎ 2550-9220. → Terça a sexta, 10h às 17h30; sábado, domingo e feriados, 14h às 18h. R$ 8,00 (ter. a sáb.). Grátis aos domingos. Até 1º de agosto. A partir de sexta (12).

Pierre Verger

Em O Rio de Pierre Fatumbi Verger, o fotógrafo e etnólogo franco-brasileiro tem quinze de seus registros da cidade apresentados. As imagens foram produzidas ao longo das décadas de 40 e 50.

Aliança Francesa de Botafogo — Galeria. Rua Muniz Barreto, 746, Botafogo, ☎3299-2000, ↕Botafogo. Segunda a sexta, 10h às 20h; sábado, 9h às 13h. Grátis. Entrada franca. Até 7 de julho. A partir de quinta (11).

Chiara Banfi

Chiara Banfi
Obra de Chiara Banfi: pedras marcam presença nos trabalhos expostos (Foto: Divulgação)

A artista apresenta dois trabalhos: uma grande instalação feita de pedras tiradas de leitos de rios e uma série de treze obras chamada Achates, com pedaços de ágata (um tipo de quartzo) incrustados em partituras musicais. R$ 12 000,00 a R$ 25 000,00.

Silvia Cintra + Box 4. Rua das Acácias, 104, Gávea, ☎ 2521-0426. → Segunda a sexta, 10h às 19h; sábado, 12h às 18h. Grátis. Até sábado (13).

✪✪✪ Afonso Tostes

Batizada Das Amarras, a mostra reúne doze trabalhos produzidos neste ano e inspirados na Odisseia, poema épico de Homero. Nas obras, o artista combina óleos sobre tela com objetos encontrados por ele em passeios na Praia de Grumari, na Zona Oeste. São pedras, tocos de madeira, partes de barcos, redes de pesca, galhos, fios de cobre, ossos e penas de animais que, quase sempre suspensos por linhas, se interpõem entre as pinturas predominantemente azuis, evocativas do céu e do mar.

Luciana Caravello Arte Contemporânea. Rua Barão de Jaguaripe, 387, Ipanema, ☎2523-4696. → Segunda a sexta, 10h às 19h; sábado, 11h às 15h.Grátis. Até o dia 20.

Claudio Edinger

Em O Paradoxo do Olhar são reunidas treze imagens do fotógrafo. Todas exibem cenas do Rio e trabalham a técnica do foco seletivo, que põe em evidência determinados detalhes, enquanto outros aparecem como manchas em uma tela.

Pinakotheke Cultural. Rua São Clemente, 300, Botafogo, ☎2537-7566. → Segunda a sexta, 10h às 18h; sábado, 10h às 16h. Grátis. Até 4 de julho.

Darcílio Lima

Darcílio Lima
Obra de Darcílio Lima: expoente do surrealismo no Brasil (Foto: Vicente de Mello/Divulgação)

Expoente da arte surrealista no Brasil, o cearense Darcílio Lima (1944-1991) tem sua trajetória celebrada em Um Universo Fantástico, individual com 65 obras. Os trabalhos presentes são, em sua maior parte, desenhos a bico de pena, com ênfase em temas místicos, sexuais e religiosos.

Caixa Cultural — Galeria 2. Avenida Almirante Barroso, 25, Centro, ☎ 3980-3815, ↕ Carioca. → Terça a domingo, 10h às 21h. Grátis. Até o dia 28.

✪✪✪ Eduardo Coimbra

Em Uma Escultura na Sala, o artista ocupa todo o espaço expositivo com uma única grande obra, composta de 29 cubos de tamanhos variados, produzidos com ferro, pintados com tinta automotiva preta e branca, vazados em duas de suas faces. Empilhadas ou justapostas (seu interior pode, inclusive, ser ocupado pelo visitante), as peças criam áreas e caminhos dentro do imóvel.

Galeria Laura Alvim. Avenida Vieira Souto, 176, Ipanema, ☎ 2332-2017. → Terça a domingo, 11h às 21h. Grátis. Até o dia 28.

Força na Peruca

Onze artistas de diversas formações, áreas de atuação e estilos apresentam obras em torno dos temas cabelos e perucas. São eles: Anna Bella Geiger, Alfa Siqueira, Batman Zavareze, Bruno Veiga, Cabelo, Denise Araripe, Denise Moraes, Gabriela Gusmão, Guilherme Secchin, Jefferson Svoboda e Toz.

Caixa Cultural — Galeria 1. Avenida Almirante Barroso, 25, Centro, ☎ 3980-3815, ↕ Carioca. → Terça a domingo, 10h às 21h. Grátis. Até 26 de julho.

✪✪✪ FotoRio 2015  

Seis exposições, todas parte da atual edição do festival FotoRio, ocupam o Centro Cultural Correios. Cinco delas são individuais: de Ana Carolina Fernandes, Zeca Linhares, Alécio de Andrade, Maria Buzanovsky e Ana Rodrigues (esta com uma fotoinstalação interativa). A coletiva Na Palma da Mão reúne fotos feitas com celular, uma amostra das cerca de 300 imagens enviadas após uma convocatória pública. Outras mostras da programação se espalham pelo Centro Cultural Justiça Federal, Museu Histórico Nacional e Parque das Ruínas, entre outros endereços.

Centro Cultural Correios. Rua Visconde de Itaboraí, 20, Centro, ☎ 2253-1580. → Terça a domingo, 12h às 19h. Grátis. Até 12 de julho.

Gustavo Speridião

Gustavo Speridião
Tu, Tulipas, Nós, Foguetes (2015): de Gustavo Speridião (Foto: Elisa Cohen/Anita Schwartz/Divulgação)

Na individual Lona, o artista carioca exibe dezoito pinturas inéditas em grandes dimensões. Segundo o próprio Speridião, o foco do trabalho passa por questões políticas. R$ 23 000,00 a R$ 54 000,00.

Anita Schwartz Galeria de Arte. Rua José Roberto Macedo Soares, 30, Gávea, ☎ 2274-3873 e 2540-6446.  → Segunda a sexta, 10h às 20h; sábado, 12h às 18h. Grátis. Até 4 de julho.

João Turin

Embora seu nome seja pouco conhecido do grande público, o paranaense Turin (1878-1949) é tido como um dos mais importantes escultores brasileiros. Oitenta peças de sua autoria estão presentes na individual.

Museu Nacional de Belas Artes. Avenida Rio Branco, 199, Centro, ☎ 3299-0600, ↕Cinelândia. →Terça a sexta, 10h às 18h; sábado, domingo e feriados, 12h às 17h. R$ 8,00 (pelo mesmo valor, o ingresso-família contempla até quatro parentes) e grátis aos domingos. Até 2 de agosto.

Mário de Andrade e Seus Dois Pintores: Lasar Segall e Candido Portinari

Expoentes do modernismo nas artes brasileiras, Lasar Segall (1891-1957) e Candido Portinari (1903-1962) foram, de certa forma, rivais artísticos. O olhar do escritor Mário de Andrade (1893-1945), que foi retratado por ambos, guia a seleção e a disposição das cinquenta obras apresentadas da dupla, todas produzidas entre 1913 e 1943.

Museu da Chácara do Céu. Rua Murtinho Nobre, 93, Santa Teresa, ☎ 3970-1126. Quarta a segunda, 12h às 17h. R$ 2,00 (grátis às quintas). Menores de 12 anos e maiores de 65, professores, grupos escolares e guias de turismo em serviço não pagam ingresso. Até 27 de julho.

✪✪✪ A Muito Leal e Heroica Cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro

Concebida pelo empresário e colecionador Raymundo de Castro Maya, a obra que dá nome à exposição foi lançada em 1965 — e ganhou reedição nos 450 anos da cidade. Trata-se de um livro sobre a história do Rio com texto de Gilberto Ferrez e trabalhos de Jean-Baptiste Debret, Victor Meirelles e Marc Ferrez, entre outros. Uma série dessas criações está na coletiva.

Centro Cultural Correios. Rua Visconde de Itaboraí, 20, Centro, ☎ 2253-1580. → Terça a domingo, 12h às 19h. Grátis. Até 12 de julho.

✪✪✪✪✪ Rio: Primeiras Poses — Visões da Cidade a Partir da Chegada da Fotografia (1840-1930)

Rio Primeiras Poses
Visitantes diante do telão: a projeção passeia por fotos ampliadas (Foto: Selmy Yassuda)

Cerca de 450 imagens, registros do Rio entre meados do século XIX e início do XX, compõem esta alentada e imperdível exposição em homenagem ao aniversário de 450 anos da cidade. Há fotografias de pioneiros como Marc Ferrez, Augusto Malta e Georges Leuzinger. Recursos multimídia permitem a ampliação de parte das imagens.

Instituto Moreira Salles. Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea, ☎ 3284-7400 e 3206-2500. → Terça a domingo, 11h às 20h. Grátis. Estac. grátis. Visitas guiadas na quinta e na sexta, às 17h. Até 31 de dezembro.

✪✪✪ Robert Rauschenberg  

A mostra reúne uma série de trabalhos que recriam graficamente os 34 cantos de Inferno, a primeira parte de A Divina Comédia, clássico de Dante Alighieri. Nesse conjunto, Rauschenberg (1925-2008) valeu-se da transferência de imagens de revistas, que recebiam solventes e eram posteriormente decalcadas. Utilizando ainda aquarela e lápis de cor, ele criou gravuras tão belas quanto alegóricas, desafiadoras para qualquer um que deseje buscar nelas uma relação óbvia com o texto de Dante.

Centro Cultural Correios. Rua Visconde de Itaboraí, 20, Centro, ☎ 2253-1580. → Terça a domingo, 12h às 19h. Grátis. Até 12 de julho.

✪✪✪ Rodrigo Braga

Conhecido por sua pesquisa sobre a relação entre homem e natureza, o artista nasceu em Manaus, morou no Recife e vive no Rio há quatro anos. Para esta mostra, ele criou uma impactante instalação, batizada de Tombo, com troncos de pal­mei­ras-im­pe­riais que se espalham pelo salão central do espaço histórico.

Casa França-Brasil. Rua Visconde de Itaboraí, 78, Centro, ☎ 2332-5120. → Terça a domingo, 10h às 20h. Grátis. Até 19 de julho.

✪✪✪✪✪ William Eggleston

William Eggleston
William Eggleston: do portfólio do portfólio Troubled Waters, 1980 (Foto: Eggleston Artistic Trust. Cortesia Cheim & Read, Nova York)

Aos 76 anos e ainda fazendo seus cliques, o americano trouxe o status de arte para a fotografia colorida na década de 70. Dotadas de enorme senso de composição, 170 imagens estão em A Cor Americana. As cores vibrantes do acervo não escondem um fio de melancolia. Na mesma linha, o que dá a impressão de ser uma ode à modernização americana em fotos de carros, letreiros e outdoors deixa antever certa decadência.

Instituto Moreira Salles. Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea, ☎ 3284-7400 e 3206-2500. → Terça a domingo, 11h às 20h. Grátis. Estac. grátis. Visitas guiadas na quinta e na sexta, às 17h. Até 28 de junho.

World Press Photo

Fruto de uma premiação internacional dedicada ao melhor do fotojornalismo produzido a cada ano, a coletiva reúne, nesta edição, 145 registros. Marcam presença 41 fotógrafos de dezessete nacionalidades. Escolhida a grande vencedora pelo júri, Jon and Alex, do dinamarquês Mads Nissen, mostra um casal gay em momento de intimidade em São Petersburgo, na Rússia — país onde as minorias sexuais são alvo de grande opressão.

Caixa Cultural — Galeria 4. Avenida Almirante Barroso, 25, Centro, ☎ 3980-3815, ↕ Carioca. → Terça a domingo, 10h às 21h. Grátis. Até 21 de junho.

John Nicholson

John Nicholson
Duas Figuras, Uma na Água com a Outra Observando: óleo sobre tela de 2014 (Foto: Reprodução)

Há quase quarenta anos vivendo no Rio, o artista americano tira das areias cariocas a inspiração para as pinturas exibidas em A Praia. A série retrata o cotidiano de banhistas na Zona Sul.

Centro Cultural Municipal Parque das Ruínas. Rua Murtinho Nobre, 169, Santa Teresa, ☎ 2215-0621. Terça a domingo, 8h às 20h. Grátis. Até o dia 31.

Geometria Radical - do desenho ao desejo

Após mais de quatro décadas como cartunista e artista gráfico, o jornalista inaugura sua primeira exposição individual. As 20 pinturas de Miguel Paiva percorrem o universo das mulheres em uma provável analogia com a natureza, detalham com recortes precisos as arenas esportivas e ainda estabelecem limites nos cenários cotidianos.

Galeria Scenarium. Rua do Lavradio, 15, Lapa. Terça a sábado, 13h às 19h. Até 28 de junho.

Gilda Goulart

A individual A Arte em 2 Segmentos comemora os 50 anos de carreira da artista. Na exposição, com curadoria de Celina Azeredo, estão reunidos 20 trabalhos inéditos – separados em duas séries –,  criados por Gilda na última década.

Galeria Marly Faro. Rua Aníbal de Mendonça, 221, Ipanema. Segunda a sexta, 12h30 às 19h; sábados, 9h às 13h. Até 17 de junho.

Xilogravura – Memória, Processo e Sonho

A mostra foi idealizada através das recordações do artista Vlad da Hora sobre as xilogravuras de Goeldi, o maior gravador brasileiro, e dos textos do escritor russo Dostoievski. As obras foram confeccionadas utilizando uma técnica criada nos anos 50, pelo artista e professor Abelardo da Hora, tio de Vlad.

Centro Cultural da UNISUAM. Av. Paris, 72, Bonsucesso. Segunda a sexta, 9h às 21h; sábados, 8h às 12h. Até 23 de junho.

Fonte: VEJA RIO