diversão

Confira 34 atrações gratuitas para curtir o fim de semana

Um guia com programas para se divertir sem gastar dinheiro, com shows, exposições e muito mais

Por: Redação VEJA RIO

SHOWS

Letuce, Sistah e Qinho

Letuce
Letuce se apresenta no Imperator (Foto: Ana Alexandrino)

O palco foi montado em frente ao Imperator para o projeto Rua Música Contemporânea. A ideia é promover encontros da cena musical independente do Rio. Qinho, o anfitrião, recebe o duo Letuce e a rapper Sistah. Livre. 

Imperator — Centro Cultural João Nogueira(642 lugares). Rua Dias da Cruz, 170, Méier, ☎ 2596-1090 e 2597-3897. Domingo (22), 16h30, Grátis. www.imperator.art.br.

Quarteto Bruno Lara

O grupo liderado pelo guitarrista Bruno Lara traz um repertório variado destacando as composições: All Blues (Miles Davis), Insensatez (Tom Jobim/Vinícius de Moraes), entre outros.

Centro Cultural Municipal Parque das Ruínas. Rua Murtinho Nobre, 169, Santa Teresa. Domingo (22), 16h.

+ Confira outros shows na cidade

FESTAS

DUO

duo.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

A festa continua em clima de folia pós-carnaval com apresentação do bloco Thriller Elétrico, com repertório do Rei do pop, Michael Jackson, em ritmos brasileiros.  Também agitam a pista m.scheffler (Michal Scheffler | POLAND),  Valvet Project (Paula Pedroza + violino live) e Raphaella Avena (POP). 

00 Gávea. Avenida Padre Leonel Franca, 240, Gávea. Domingo (22), 17h/5h. Grátis (entre 17h e 20h); R$ 20,00 (de 20h às 21h); R$ 30,00 (de 21h às 22h) e R$ 50,00 (após 22h). 

+ Veja outras festas que agitam o Rio

+ 35 blocos desfilam neste fim de semana

ESPECIAL

Expoarte Feira Internacional de Artesanato

A Expoarte Feira Internacional de Artesanato reúne artesãos nacionais e internacionais na Barra da Tijuca até março. Entre os trabalhos em exibição, e à venda, cerâmicas turcas pintadas a mão e exóticas tapeçarias indianas. Há peças a partir de R$ 20,00. 

Shopping Via Parque. Avenida Ayrton Senna, 3000, 2º piso, Barra da Tijuca, ☎ 2430-5100. Segunda a sábado, das 10h às 22h; domingo e feriados, das 13h às 21h. Grátis. Até 12 de março.

Jogos Cariocas de Verão

jogos cariocas de verão
Jogos Cariocas de Verão: primeira etapa começa (Foto: Divulgação)

No aquecimento para os Jogos Olímpicos de 2016, e em comemoração aos 450 anos do Rio, os Jogos Cariocas de Verão se espraiam pela cidade, oferecendo ao público o melhor do esporte ao ar livre. A disputa terá início no domingo (22), com a Etapa Asfalto, que contempla corrida de rua e disputa entre skatistas. O evento acontece até 22 de março, com diversas modalidades. Confira a programação completa em www.jogoscariocasdeverao.com.br. 

Parque Madureira. Rua Soares Caldeira, 115, Madureira. Domingo (22), a partir das 8h. Grátis.

Oficina de Costura

Na Caixa Cultural, o mês de fevereiro será repleto de oficinas culturais, jogos e brincadeiras para crianças e adultos. No domingo (22) é a vez da oficina de costura Entre Fios, Linhas e Tecidos, na qual o público aprenderá a produzir os próprios objetos. Limite de 25 vagas. Livre. 

Caixa Cultural. Almirante Barroso, 25, Centro, ↕Carioca, ☎ 3980-4898. Domingo (22), das 15h às 18h. Grátis.

Canal 100: uma Câmera Lúdica, Dramática e Explosiva 

Baseada no livro homônimo, lançado em 2014, a exposição multimídia Canal 100: uma Câmera Lúdica, Dramática e Explosiva resgata a história do cinejornal mais famoso dos anos 60 a 80. A mostra conta com imagens raras e projeções de matérias históricas produzidas pelo Canal 100, uma revista de atualidades, mas que tinha como carro-chefe o futebol. 

Espaço Tom Jobim — Galpão das Artes. Rua Jardim Botânico, 1008, Jardim Botânico, ☎ 2274-7012. Terça a domingo, 10h às 17h. Grátis. Até 29 de março. 

Projeto Boal

Augusto Boal (1931-2009), celebrado dramaturgo brasileiro, tem sua obra completa revisitada no Projeto Boal, mostra multimídia em cartaz a partir de quarta (14). O evento, que reúne teatro, música, oficinas e leituras dramáticas, começa com uma exposição no 2º andar da casa. Confira a programação completa em abr.ai/projeto-boal.Centro Cultural Banco do Brasil. Clique para ver a programação completa.

Rua Primeiro de Março, 66, Centro, 2º andar, ☎ 3808-2020. A partir de quarta (14), 9h/21h. Grátis. Até 16 de março.

Verão no VillageMall

deck VillageMall
Deck do VillageMall recebe food trucks e apresentações de jazz (Foto: Divulgação)

O Shopping leva food trucks e apresentações musicais gratuitas ao deck até o dia 22 de fevereiro. Clique para saber mais.

Pé da Letra

A editora que há 15 anos atua no mercado editorial promov a Feira Cultural do Livro, com foco na literatura infantil, com uma grande variedade de títulos a preços acessíveis. O evento contará com uma série de atividades, como Pocket Shows, contação de histórias, caricaturistas, sessões de autógrafos com autores renomados, teatro de fantoches e oficinas.

Américas Shopping. Avenida das Américas, 15.500, Recreio (esq. com Benvindo de Novaes). Segunda a sábado, 10h às 22h; domingos e feriados, 13h às 21h. Até 22 de fevereiro.

+ Confira outros passeios na cidade

CRIANÇAS

✪✪✪ Shtim Shlim — O Sonho de um Aprendiz

Shtim Shlim — O Sonho de um Aprendiz
Shtim Shlim — O Sonho de um Aprendiz: performance e instalação interativa no Centro (Foto: Renato Mangolin)

O espetáculo do grupo Tapetes Contadores de Histórias conta a trajetória do herói do título, que entra em conflito com um feiticeiro após descobrir que será morto. Uma instalação interativa com peças gigantes serve de cenário para a narração da história, inspirada em um conto africano (60min). Rec. a partir de 6 anos. Estreou em 27/1/2015. 

Caixa Cultural — Galeria 3 (40 lugares). Avenida Almirante Barroso, 25, Centro, ☎ 3980-3815, ↕ Carioca. → Peça: sábado e domingo, 16h. Instalação: terça a domingo, 10h às 21h. Grátis. Distribuição de senhas a partir das 15h (peça). Até 1º de março.

Hora da Criança

Em homenagem ao Carnaval, a livraria Saraiva Mega Store promove contação de histórias sobre o surgimento da festa popular de rua, dos blocos, fantasias, máscaras, confetes e serpentinas. Haverá ainda canções e sambas famosos de Braguinha, Noel Rosa, entre outros, e oficina de máscaras de carnaval para a criançada criar e enfeitar seu próprio adereço para a folia.

Plaza Shopping. Rua XV de Novembro, 8, Centro, Niterói. Sábado (21), 16h.

Faz e Conta

No sábado (21), haverá contação de Histórias do Sítio com Emília e Visconde. Já no domingo (22), é a vez do espetáculo Pinocchio.

Américas Shopping. Av. das Américas, 15.500, Recreio (esq. com Benvindo de Novaes). Sábado (21) e domingo (22), 17h.

Feira Literária

A feira literária do shopping Riosul promove atividades para os pequenos. No sábado (21), tem show de mágica, espetáculo musical Frozen e Encontro com Fada Madrinha. No domingo (22), é a ves do musical Frozen e do espetáculo Carnaval.

Riosul. Av. Lauro Muller, 116, Botafogo. Sábado (21), a partir das 15h, e domingo (22), a partir das 14h.

Chapeuzinho Vermelho

Atendendo ao pedido de sua cuidadosa mãe, Chapeuzinho segue em frente rumo à casa da Vovó, sem parar para falar com nenhum estranho. Só que para surpresa da menina, o Lobo Mau está solto pela floresta, e fará de tudo para conseguir a cestinha de doces da menina.

Bangu Shopping.  Rua Fonseca, 240, Bangu. Domingo (22), 17h.

+ Veja mais atrações infantis na cidade

EXPOSIÇÕES

Athos Bulcão

Athos Bulcão
Azulejos da Igrejinha Nossa Senhora de Fátima, em Brasília: um dos sete painéis na mostra (Foto: Leonardo Ramadinha/Divulgação)

Invariavelmente associada ao projeto arquitetônico de Oscar Niemeyer e Lucio Costa, a paisagem de Brasília não seria a mesma, no entanto, sem a contribuição pontual dos painéis do artista carioca. São de Bulcão os belos trabalhos de azulejaria que adornam o Aeroporto Juscelino Kubitschek e o Congresso Nacional, entre várias outras edificações públicas da cidade — de cuja construção, aliás, ele participou desde a fase inicial. Dono de vários talentos, Bulcão (1918-2008) tem especificamente essa faceta de sua produção enfocada na mostra Tradição e Modernidade, em cartaz na Caixa Cultural. Sete reproduções oficiais de seus trabalhos estão reunidas em uma das salas, e grande parte delas foi realizada na capital federal. A maior (e uma das mais belas do acervo exposto) é a do painel que enfeita a Igrejinha Nossa Senhora de Fátima, projetada por Niemeyer, com seus pássaros brancos e estrelas negras alternados sobre um fundo azul. Também marcam presença os murais da Rodoferroviária de Brasília e os do já citado aeroporto, além de uma obra feita para o Teatro Nacional Claudio Santoro — esta não com azulejos, mas com cubos de concreto pintados de branco que se elevam da parede. Bulcão ainda colaborou com Niemeyer em trabalhos no Rio, a exemplo do painel criado para a Praça da Apoteose, também presente na mostra. Vale observar as plantas que acompanham os murais, reveladoras das intenções prévias do artista.

Caixa Cultural — Galeria 2. Avenida Almirante Barroso, 25, Centro, ☎ 3980-3815, ↕ Carioca. → Terça a domingo, 10h às 21h. A instituição reabre na quinta (19). Grátis. Até 8 de março.

✪✪✪ Geraldo de Barros

O interesse do artista pela fotografia abstrata prevalece na exposição, com mais de 300 obras. Destaque para a extensa seleção de imagens dedicadas à série Fotoformas, que abasteceu uma mostra realizada por Barros na primeira sede do Masp, em 1951. São trabalhos que enfatizam geometrismos, figuras borradas e fotos realizados a partir de negativos submetidos a manipulações variadas. 

Instituto Moreira Salles. Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea, ☎ 3284-7400 e 3206-2500. → Terça a domingo, 11h às 20h. A instituição fecha de segunda (16) a quarta (18). Grátis. Estac. grátis. Visitas guiadas na quinta e na sexta, às 17h. Até domingo (22). 

✪✪✪ Rembrandt

Rembrandt
Cristo Pregando, ou A Gravura dos 100 Florins: a preferida do holandês (Foto: Reprodução)

Nome incontestável na pintura, o holandês Rembrandt van Rijn também se destacou nas gravuras, como revela a mostra Rembrandt e a Figura Bíblica. Na exposição são exibidas 78 obras nessa técnica, a maioria delas relacionada a temas religiosos. 

Centro Cultural Correios. Rua Visconde de Itaboraí, 20, Centro, ☎ 2253-1580. → Terça a domingo, 12h às 19h. A instituição reabre na quinta (19). Grátis. Até domingo (22).

Apreensões e Objetos do Desejo: Obras Doadas pela Receita Federal ao MNBA

Vinte obras de arte apreendidas pela Receita Federal em outubro do ano passado agora integram a coleção do MNBA e são exibidas nesta coletiva. Há criações de nomes importantes, como o italiano Michelangelo Pistoleto, o indiano Anish Kapoor, o inglês Antony Gormley e os brasileiros Daniel Senise, Cildo Meireles e Beatriz Milhazes.

Museu Nacional de Belas Artes. Avenida Rio Branco, 199, Centro, ☎ 3299-0600, ↕ Cinelândia. → Terça a sexta, 10h às 18h; sábado, domingo e feriados, 12h às 17h. A instituição reabre na quinta (19). Grátis em fevereiro. A partir de março, R$ 8,00 (pelo mesmo valor, o ingresso-família contempla até quatro parentes) e grátis aos domingos. Até 29 de março.

✪✪✪ Cristina Canale

Cristina Canale
Anjo (2014), óleo da carioca Cristina Canale: um dos nomes mais destacados na coletiva (Foto: Divulgação)

Integrante da histórica coletiva Como Vai Você, Geração 80?, a carioca radicada em Berlim é um dos nomes relevantes daquele grupo de mais de 100 artistas. Aqui estão reunidos três óleos e doze trabalhos em técnica mista, estes com a forte presença da pintura, à qual Cristina se dedica com mais constância. Boa parte do acervo retrata ou sugere mulheres, invariavelmente misteriosas, com os traços faciais apagados, característica da produção da artista.

Paço Imperial. Praça XV de Novembro, 48, Centro, ☎ 2215-2093. → Terça a domingo, 12h às 18h. A instituição reabre na quarta (18) às 14h. Grátis. Até 1º de março.

O Papagaio de Humboldt

Instalações sonoras de quinze artistas da América Latina resgatam idiomas indígenas em risco de extinção.

Oi Futuro Flamengo. Rua Dois de Dezembro, 63, Flamengo, ☎ 3131-3060, ↕ Largo do Machado. → Terça a domingo, 11h às 20h. A instituição reabre na quarta (18) às 12h. Grátis. Até 29 de março. 

✪✪✪ Um Passeio pelo Rio: a Cidade nas Andanças de Joaquim Manuel de Macedo

Passeio publico
Visão do Passeio Público do Rio por volta de 1817: viagem no tempo (Foto: Franz-Joseph-FrühbeckColeção-Martha-e-Erico-StickelAcervo-Instituto-Moreira-SallesFranz-Joseph-FrühbeckColeção-Martha-e-Erico-StickelAcervo-Instituto-Moreira-Salles)

Trata-se de uma reunião de mais de cinquenta itens do acervo iconográfico do IMS, entre desenhos e gravuras. Textos sobre o Rio publicados na imprensa pelo escritor Joaquim Manuel de Macedo (1820-1882) inspiram a seleção de obras do início do século XIX. Trata-se de uma prazerosa viagem no tempo para apaixonados pelo Rio, que devem se deter diante dos trabalhos, especialmente as paisagens. 

Instituto Moreira Salles. Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea, ☎ 3284-7400 e 3206-2500. → Terça a domingo, 11h às 20h. A instituição fecha de segunda (16) a quarta (18). Grátis. Estac. grátis. Visitas guiadas na quinta e na sexta, às 17h. Até 12 de abril. 

✪✪✪ Waldemar Cordeiro

Figura de proa do grupo Ruptura, núcleo pioneiro do concretismo paulista, o artista legou uma produção vasta e eclética, representada na antologia Fantasia Exata. O acervo reú-ne mais de 250 trabalhos, entre desenhos, pinturas, fotografias e maquetes. Estão lá diversos exemplares de sua fase concreta e obras de arte computacional, vertente em que foi pioneiro no Brasil.

Paço Imperial. Praça XV de Novembro, 48, Centro, ☎ 2215-2093. → Terça a domingo, 12h às 18h. A instituição reabre na quarta (18) às 14h. Grátis. Até 1º de março.

Wassily Kandinsky

Improvisação No 11  1910  Óleo sobre tela  Museu Estatal Russo  © Kandinsky, Wassily,  AUTVIS, Brasi  2014
(Foto: Reprodução)

Referência máxima entre os precursores da arte abstrata, o russo tem quarenta obras apresentadas na exposição Tudo Começa num Ponto. Outros itens, mais de uma centena deles, entre quadros dos contemporâneos de Kandinsky (1866-1944), objetos, filmes e documentos, completam o acervo, propiciando uma contextualização do surgimento do abstracionismo.

Centro Cultural Banco do Brasil. Rua Primeiro de Março, 66, Centro, ☎ 3808-2020. → Quarta a segunda, 9h às 21h. A instituição fecha na segunda (16) e na terça (17). Grátis. Até 30 de março.

✪✪✪ José Damasceno

Cirandar Todos é o nome da mostra e do trabalho que ocupa o salão central: uma reunião de 150 manequins de madeira com 30 centímetros de altura, unidos uns aos outros pelas mãos, formando um círculo de 9 metros de diâmetro. Outras três obras que dialogam de alguma maneira com a arquitetura do espaço completam a exposição.

Casa França-Brasil. Rua Visconde de Itaboraí, 78, Centro, ☎ 2332-5120. → Terça a domingo, 10h às 20h. Grátis. Até 22 de fevereiro.

Asas e Raízes

Asas e Raízes
(Foto: Wilton Montenegro / Divulgação)

Christus Nóbrega, Gê Orthof, José Patrício, José Rufino, Leila Danziger (com a obra ao lado), Monica Mansur, Neno del Castillo, Xico Chaves e Zalinda Cartaxo são os artistas reunidos na coletiva. O acervo contempla pinturas, objetos, desenhos, fotografias, esculturas e instalações.

Caixa Cultural — Galeria 1. Avenida Almirante Barroso, 25, Centro, ☎ 3980-3815, ↕ Carioca. → Terça a domingo, 10h às 21h. Grátis. Até 15 de março.

Malu Fatorelli

Videoinstalações, gravuras, vídeos e desenhos compõem a individual Clepsidra — Arquitetura Líquida, na qual a artista dialoga com a paisagem do entorno da Galeria Laura Alvim: o mar de Ipanema.

Galeria Laura Alvim. Avenida Vieira Souto, 176, Ipanema, ☎ 2332-2017. Terça a domingo, 11h às 21h. Grátis. Até 8 de março de 2015.

Cirandar Todos

Concebida como a primeira praça do comércio da cidade e convertida em centro cultural há 24 anos, a Casa França-Brasil, de certa forma, tem em sua bela arquitetura neoclássica uma concorrência às exposições ali apresentadas. Em Cirandar Todos, individual que o carioca José Damasceno abre na quarta (17), a ideia é justamente estabelecer um diálogo entre as obras exibidas e o projeto do edifício, criação de Grandjean de Montigny, membro da Missão Artística Francesa que desembarcou no Brasil no início do século XIX. No salão central estará o trabalho que dá nome à mostra, uma reunião de 150 manequins de madeira com 30 centímetros de altura, unidos uns aos outros pelas mãos, formando um círculo de 9 metros de diâmetro — segundo a curadora Ligia Canongia, “promovendo um embate com a escala monumental da Casa França-Brasil”. Da mesma forma, uma das salas laterais recebe 1/4, obra formada por duas elipses de aço, uma no chão e a outra na parede, sugerindo um círculo imaginário que atravessaria o edifício. Pensada para o espaço onde será apresentada, BRmm é uma colagem de centenas de recortes no formato do mapa do Brasil. Completa a mostra Moni­tor-Crayon, um grande painel composto de 75 000 peças de giz de cera, justapostas apenas por encaixe, sem cola. 

Casa França-Brasil. Rua Visconde de Itaboraí, 78, Centro, ☎ 2332-5120. → Terça a domingo, 10h às 20h. Grátis. Até 22 de fevereiro. 

Thanara Schönardie – Meu Pedacinho de Chão

Thanara Schönardie – Meu Pedacinho de Chão
Thanara Schönardie – Meu Pedacinho de Chão (Foto: Divulgação)

A mostra apresenta 42 figurinos criados por Thanara Schönardie para a novela Meu Pedacinho de Chão, exibida entre abril e agosto de 2014 pela TV Globo. A exposição transportará os visitantes para a novela com as roupas usadas por personagens interpretados pelos atores Bruna Linzmeyer, Osmar Prado, Johnny Massaro e Juliana Paes, entre outros. Haverá ainda sapatos e acessórios exibidos em bandejas de guloseimas.

Biblioteca Parque Estadual. Avenida Presidente Vargas, 1.261, Centro. Tel: 2332-8647. De terça a domingo, 10h às 20h. Até 8 de março.

Toda Fé

Estarão expostas 16 imagens, produzidas por dez fotógrafos, que representam a força própria do protagonismo das manifestações de fé nesses lugares, além da beleza que a convivência das diversas expressões religiosas pode propiciar. Com curadoria de Rovena Rosa, coordenadora do Programa Imagens do Povo, a mostra tem como intuito reforçar o horizonte que norteia as ações do programa: celebrar a diversidade e respeito às diferenças, seja ela de qual natureza for.

Galeria 535. Observatório de Favelas, Rua Teixeira Ribeiro, 535, Parque Maré, Maré. Diariamente, 9h às 18h. Até 27 de fevereiro.

Azul Cobalto – Azulejos e Memórias

Azul Cobalto
Azul Cobalto (Foto: Divulgação)

A mostra traz a Coleção do sócio do Grupo Scenarium Nelson Torzecki, garimpada, ao longo de mais de 20 anos. A exposição é composta por cerca de 100 painéis estruturados a partir de peças utilizadas dos séculos XVI ao XX, algumas nunca expostas anteriormente. 

Galeria Scenarium. Rua do Lavradio, 15, Lapa. Terça a sábado, 13h às 19h. Até março.

Olho D'água

Composta por quatro esculturas, a instalação de Márcia Xavier propõe ver a paisagem ao ar livre. Através de imagens que se dissolvem dentro do olho d'água, assistimos ao movimento das imagens. Livre. 

Sesc Tijuca. Rua Barão de Mesquita, 539. Tel: (21) 3138-2139. . 9h às 18h. Grátis. Até 31 de março.

Quem viver, Verão!

Quem viver, Verão! Monica Barki
Obra de Monica Barki (Foto: Divulgação)

Com o nome de Verão de 42, em referência às altas temperaturas da cidade, a exposição contará com 42 artistas expondo suas obras especialmente criadas para o evento. A galeria convidou 21 profissionais e cada um deles tinha o objetivo de convidar um outro artista, numa curadoria conjunta entre galeria e artistas convidados. Clique para saber mais.

A primeira do ano – Pequenos formatos

A mostra reúne cerca de 50 obras inéditas e recentes de 22 artistas, como Abraham Palatnik, Ana Holck, Angelo Venosa, Bruno Vilela, Carla Guagliardi, Claudia Bakker, Estela Sokol, José Paulo, Maria Lynch, Nuno Ramos, Otavio Schipper, Rochelle Costi, Thomas Florshuetz, Waltercio Caldas, Wanda Pimentel, entre outros. Há obras em diferentes materiais e suportes, como fotografia, escultura, pintura, desenho e objeto.

Anita Schwartz Galeria de Arte. Rua José Roberto Macedo Soares, 30, Gávea. Tel: 2274.3873. Segunda a sexta, 10h às 20h; Sábados, 12h às 18h. Até 14 de março.

+ Veja mais exposições em cartaz na cidade

Fonte: VEJA RIO