Memória da Cidade

Biografia do fotógrafo Evandro Teixeira tem imagens históricas

Imagens do período militar e de ícones da cultura marcam a biografia do fotógrafo baiano

Por: Lula Branco Martins - Atualizado em

Motocicleta sem piloto
(Foto: Evandro Teixeira)

Desde a década de 50 atuando como fotojornalista no Rio, o baiano Evandro Teixeira registrou, em veículos como a revista O Cruzeiro e o Jornal do Brasil, boa parte da recente história da cidade. Beirando os 80 anos, ele ganha biografia, recém-lançada pela 7Letras, escrita pela conterrânea Silvana Costa Moreira. Tem como subtítulo Um Certo Olhar e revela a trajetória desse profissional da imprensa que andou por meio mundo, clicando de Pablo Neruda a Fidel Castro, de Ayrton Senna a Pelé. Também são de Evandro algumas das imagens mais marcantes do golpe de 1964 e das manifestações populares de 1968. Há quem considere uma de suas obras-primas a foto que mostra uma moto correndo sozinha, sem piloto — que está caído no chão, metros atrás. Foi tirada em 1965, no Aterro do Flamengo. O personagem, um batedor da Força Aérea Brasileira (FAB), tempos depois procuraria o fotógrafo para provar, diante de seus comandantes, com os negativos do filme, que tudo não passara de um acidente. E ele acabou virando amigo — e fonte — de Evandro. Personagens da cultura do Rio, como Vinicius de Moraes, Drummond e Tom Jobim, também se destacam na obra de 300 páginas. Ainda na ativa, Evandro registrou a visita do papa Francisco à cidade e os protestos de junho de 2013.

Fotografias de Evandro Teixeira
(Foto: Evandro Teixeira)

Fonte: VEJA RIO