Memória da Cidade

Eleição em dois turnos aconteceu pela primeira vez há 20 anos

Em 1994, pela primeira vez, um governador do Rio era eleito depois de enfrentar dois turnos nas urnas

Por: Lula Branco Martins

Marcello Alencar
(Foto: Divulgação)

Há vinte anos, em novembro de 1994, pela primeira vez o eleitor fluminense participava de uma eleição — ou sufrágio, como alguns diziam antigamente — realizada em dois turnos para governador. Quem venceu foi o advogado Marcello Alencar (PSDB), que já havia sido prefeito da capital. Ele cravou 56% dos votos, contra os 44% de Anthony Garotinho, na época concorrendo pelo PDT (Alencar morreu em junho passado, aos 88 anos). O voto direto para o governo dos estados havia voltado em 1982, com a distensão do regime militar. Mas até a promulgação da Constituição de 1988 tudo devia ser decidido num pleito apenas, tivesse ou não o candidato conquistado mais da metade dos eleitores — Leonel Brizola venceu em 1982 com apenas 34% dos votos, e Moreira Franco, quatro anos depois, com 49%. O tira-teima do próximo dia 26, entre o governador Luiz Fernando Pezão (PMDB) e o senador Marcelo Crivella (PRB), será a quarta eleição decidida em segundo turno no Estado do Rio de Janeiro.

Quadro
(Foto: Redação)

Fonte: VEJA RIO