CARIOCA NOTA DEZ

Pedro Felipe Carvalho realiza mutirões de limpeza na Praia do Perigoso

Guia túristico é o fundador da ONG Amigos do Perigoso, que atua na preservação das praias selvagens da região

Por: Thaís Meinicke - Atualizado em

Pedro Felipe Carvalho
Pedro Felipe Carvalho realiza mutirões de limpeza na Praia do Perigoso, Zona Oeste (Foto: Felipe Fittipaldi)

Frequentador da Praia do Perigoso, em Barra de Guaratiba, Zona Oeste, desde que era um adolescente de 14 anos, Pedro Felipe Carvalho tomou, em 2013, uma decisão radical: passaria a cuidar, ele próprio, daquele paraíso, uma faixa de areia de 150 metros extremamente bonita e ainda selvagem, desconhecida da maioria dos cariocas. Hoje com 25 anos, é guia turístico e lidera mutirões de limpeza, recolhendo regularmente o lixo abandonado no local por visitantes mal-educados. Pelas suas contas, desde que iniciou o projeto já retirou cerca de 4 toneladas de imundícies. Começou a fazer o serviço de forma quase artesanal, alugando pequenos barcos, com apenas dois amigos para ajudá-lo. Atualmente comanda grupos de voluntários que por vezes chegam a sessenta pessoas.

"Estou conseguindo deixar esta praia limpa, do jeito que ela merece ficar"

Filho de pais cariocas, Pedro nasceu em João Pessoa, na Paraíba, e passou a infância entre as duas cidades, até que, aos 10 anos, voltou de vez para o Rio. “Fiz muitas trilhas nesta região e aos poucos fui notando as necessidades da área. Vi que um antigo morador costumava queimar o lixo deixado na areia, pois não tinha como removê-lo de forma adequada”, lembra o fundador da ONG Amigos do Perigoso. Com o crescimento do projeto, ele vem ampliando as frentes de atuação para além da limpeza. Promove, por exemplo, o plantio de árvores nativas da Mata Atlântica e faz a manutenção das placas que indicam as trilhas nas montanhas ao redor. Também tem se especializado em dar palestras sobre educação ambiental e descarte correto de resíduos. Planos para 2015: expandir os trabalhos para outras praias selvagens, iniciar a restauração da flora do manguezal de Guaratiba e realizar oficinas de reciclagem nas escolas da região para conscientizar as crianças desde cedo. “A minha maior alegria é ver que estou conseguindo deixar esta praia que eu amo do jeito que ela merece ficar: limpa, sem resíduos. A Praia do Perigoso é um lugar único, não tem nada igual no Rio, ela precisa ser respeitada”, diz Pedro Felipe.

+ Tião Santos atua pela conscientização ambiental e reciclagem

Fonte: VEJA RIO