LUTO

“O melhor pai de todo o universo dos pais", escreveu o filho de Manoel Carlos

Na noite desta segunda (6) em Nova York, amigos homenageiam o filho de Manoel Carlos com depoimentos emocionados e relembrando cartas escritas pelo jovem

Por: Louise Peres, de Nova York - Atualizado em

Manoel Carlos e Pedro Almeida
O novelista Manoel Carlos com Pedro Almeida, seu caçula, ainda criança (Foto: Reprodução Facebook)

A perplexidade estampada no rosto das dezenas de jovens que entravam e aguardavam no hall da American Academy of Dramatic Arts, na Madison Avenue, dava a dimensão de como Pedro Almeida, filho caçula do novelista Manoel Carlos, era querido pelos amigos de Nova York, onde estudava teatro. Em luto pela perda repentina do colega, mais de cem colegas e familiares se reuniram na noite de ontem para prestar uma bela e comovente homenagem ao rapaz de 22 anos, encontrado morto no sábado (4) em seu apartamento. “E inacreditável. Quisemos fazer algo para demonstrar como o Pedro era importante pra todos nos”, declarou Yarin Brosh, um dos organizadores do tributo. Amigos subiram ao tablado para ler poemas, compartilhar histórias vividas e fazer declarações de amor ao amigo. A generosidade e a simpatia do filho de Maneco foram exaltadas em todos os discursos:

“Um dia, depois de uma festa, me senti mal e ele cuidou de mim. A gente mal se conhecia. Que tipo de pessoa faz isso por um estranho?”

“O Pedro deixa incontáveis memórias, todas boas. Não consigo lembrar de nada de ruim quando penso nele. Sá daquele sorriso inconfundível e dos abraços – como ele gostava de abraçar!”

"Se ele estivesse aqui, gostaria que a gente levasse a vida com alegria daqui pra frente, como ele sempre fez."

"Uma pessoa incrível, um ator sensível, um artista fantástico. Pedro, você já está fazendo muita falta."

"Ele me confidenciava muitas coisas, é claro. A felicidade dele em vir para Nova York realizar esse sonho era tão grande! O pai dele, que é novelista no Brasil, sente tanto orgulho dele. E nós também", disse a namorada.

Pedro Almeida
Filho de Manoel Carlos é homenageado na American Academy of Dramatic Arts, em Nova York, onde estudava. Na cadeira e muito emocionada, a namorada disse: "O pai dele sente tanto orgulho dele. E nós também" (Foto: Veja Rio)

Uma amiga da família leu, emocionada, cartas escritas por Pedro para o seu álbum de formatura endereçadas à mãe, Beth, e a Maneco.

“O melhor pai de todo o universo dos pais. Obrigado pelo apoio incondicional e por me apresentar ao teatro, ao cinema, a música, aos livros, muitos livros”.

No vídeo que encerrou o memorial, uma coletânea de fotos e vídeos retratavam um jovem de sorriso cativante, carismático e extrovertido. Em um dos trechos da gravação, Pedro ensaia uma despedida. 

“Tchau, gente. Foi ótimo. Fiquem tranquilos, eu estou bem”, dizia o jovem, em um tom sério. No minuto seguinte, em mais uma demonstração de seu jeito brincalhão, o garoto cai na gargalhada, mandando beijos para a câmera.

+ Famosos lamentam a morte do filho de Manoel Carlos nas redes sociais

Nascido do casamento de Manoel Carlos com Beth, sua terceira esposa, Pedro era irmão da também atriz Julia Almeida. Ele foi encontrado morto no sábado (4) em casa. A pericia que determinará a causa da morte do jovem só deve ser concluída dentro de 7 dias, quando o corpo poderá ser liberado e levado ao Brasil. Pedro é o terceiro filho que Manoel Carlos perde. Em 1988, Ricardo morreu em decorrência de complicações do HIV. Em 2012, o diretor Manoel Carlos Jr. sofreu um ataque cardíaco.

Colunista de VEJA RIO, Manoel Carlos escreveu sobre o filho em duas crônicas recentes. Leia aqui: Futebol em Família e Páscoa.

Homenagem Pedro Almeida
Dan, amigo próximo do rapaz que não pode comparecer à homenagem, gravou um vídeo com seu depoimento: "Pedro, eu vou amar você pelo resto da minha vida". (Foto: Veja Rio)

Fonte: VEJA RIO