Beira-mar

Lisht Marinho cria joias oficiais para a Olimpíada

Espera-se que os produtos licenciados dos Jogos Olímpicos movimentem 1 bilhão de reais no mercado brasileiro em 2016

Por: Daniela Pessoa - Atualizado em

Lisht Marinho: pingentes de 800 reais para os Jogos de 2016
(Foto: Divulgação)

A expectativa é alta. Espera-se que os produtos licenciados da Olimpíada movimentem 1 bilhão de reais no mercado brasileiro em 2016. De olho em tirar proveito de pelo menos parte dessa bolada, o designer carioca Lisht Marinho batalhou muito para conseguir deter os direitos de criar as joias oficiais dos Jogos. “Foram mais de cinco entrevistas em um ano, e acho que meu estilo de vida, ligado a esportes, contou ponto”, diz o empresário, que, no entanto, precisou seguir certas diretrizes de estilo do comitê para criar a coleção de dezesseis pictogramas que representam modalidades olímpicas e paraolímpicas, a ser lançados em outubro. No manual, por exemplo, mandavam evitar peças com formatos geométricos. O esforço deve render um bom dinheiro: cada pingente de ouro custará 800 reais.

Pingentes oficiais da Olimpíada 2016: ouro 18 quilates
(Foto: Divulgação)

+Camilla Camargo fala sobre peça, filme e novo apartamento

+ Artista vende beijo na boca entre Dilma Rousseff e Marina Silva na internet

+Cafeteria Papparoti, de uma das mulheres mais ricas dos Emirados Árabes, vai abrir no Rio

+Atriz Maria Casadevall revela ouvir cantora "brega" antes de cada gravação da série Lili, A Ex

 

Fonte: VEJA RIO