Política

Dado Dolabella insulta Gregorio Duvivier na internet

O humorista foi chamado de “marginal” por declarar apoio ao PT nas eleições em coluna publicada na Folha de S. Paulo e também chegou a ser agredido em restaurante

Por: Redação VEJA RIO - Atualizado em

gregorio duvivier
(Foto: Reprodução)

Por causa da acirrada disputa presidencial entre PT e PSDB neste ano, os ânimos andam bastante exacerbados na internet. Amigos têm desfeito amizades nas redes sociais (e fora delas também), seguidores são excluídos ou bloqueados... Um quebra-pau que não poupa ninguém, muito menos figura pública. Nesta terça (14), o ator Dado Dolabella chamou o humorista Gregório Duvivier de “marginal” pelo fato de o comediante ter declarado apoio à reeleição da presidente Dilma Rousseff.

+ Decisão do TRE tira vídeo do Porta dos Fundos do ar

Em sua página no Facebook, Dolabella, que ostenta uma foto com a logo do PSDB no perfil, escreveu: "Podia ter dormido sem essa, mlk!!! Na boa, alguém que fala 'estou com Dilma', para mim, soa tipo: 'estou com ebola'. Digno de pena e reclusão da sociedade. Um marginal. Diante de tanta corrupção comprovada! Só não mais contagioso, porque não é todo mundo que é acéfalo! Tenho certeza que você não é 'Folha' da mesma pasta que essa escória. Mas está mal influenciado #gregoriofail #baixounivel" (veja a seguir).

Dado Dolabella e Gregório Duvivier
(Foto: Reprodução)

O integrante do grupo humorístico Porta dos Fundos encarou a alfinetada com bom humor, compartilhando o texto do colega encrenqueiro em sua página pessoal com a legenda "Estou sendo alvo de zuêra":

gregorio duvivier e dado dolabella
(Foto: Reprodução)

Duvivier tem sido alvo de agressões desde segunda (13), quando escreveu uma coluna na Folha de S. Paulo falando sobre a pressão de se votar em Aécio Neves no Rio de Janeiro. Na quarta (15), enquanto almoçava em um restaurante no Leblon, o comediante foi ameaçado e xingado por um frequentador do estabelecimento.

O comentário de Dolabella, aliás, foi compartilhamento junto com uma postagem de Erick Bretas, jornalista da TV Globo, que também criticou o texto de Duvivier no jornal.

Fonte: VEJA RIO