PERFIL

Suor e pancadaria

Com método que envolve lutas e exercícios aeróbicos, o personal trainer Chico Salgado ajuda a tornear o corpo das celebridades cariocas

Por: Louise Peres - Atualizado em

foto Felipe Fittipaldi
(Foto: Redação Veja rio)

Nada de drenagem linfática, dietas milagrosas ou outro meio rápido para emagrecer. Toda vez que precisa posar para uma capa de revista, Giovanna Ewbank lança mão de sua arma secreta, o lutador Chico Salgado. É ao atleta, faixa preta de jiu-jítsu, que a atriz pede socorro quando tem de enxugar medidas e modelar os músculos antes de encarar o biquíni. "Às vésperas de uma sessão de fotos, malhamos diariamente. Em uma semana, seco uns 3 quilos", diz a loira, que cumpre à risca o treinamento com corrida na areia, séries de abdominais e golpes de boxe ou muay thai. Dona de uma invejável barriga tanquinho e pernas muito bem torneadas, Giovanna é apenas um dos corpinhos sarados que Chico ostenta no currículo. Sua agenda se divide entre as atrizes Luma Costa e Fernanda Paes Leme, a it girl Carol Buffara e até a apresentadora Sabrina Sato, que faz questão de treinar com ele quando vem à cidade. Com garotas-propaganda como essas, a lista de espera para enfrentar as sessões de suor e pancadaria já reúne mais de trinta pessoas. "Precisei até contratar uma secretária para me organizar", revela o treinador, que atende seus alunos das 6 da manhã às 11 da noite, de segunda a sábado. "Só os deixo descansar aos domingos", diz Salgado.

Veja também: quem são os alunos famosos de Chico Salgado

Formado em educação física e praticante de lutas desde os 9 anos, ele viu sua carreira deslanchar depois de uma temporada de dez meses na cidade de Filadélfia, nos Estados Unidos, em 2003. Foi trabalhando com o professor Sergio Bolão, da primeira geração de discípulos de Carlson Gracie, pioneiro na arte marcial no país, que Salgado descobriu a combinação com os exercícios aeróbicos e funcionais, já usada pelos atletas de ponta. "Voltei determinado a disseminar essa cultura no Rio", recorda. Bruno Gagliasso, seu amigo de infância e marido de Giovanna, foi um dos primeiros a experimentar o método. Em pouco tempo, o ator emagreceu e deixou para trás os 87 quilos que carregava após interpretar um italiano na novela Passione. A competência do professor extrapolou a patota de Gagliasso, e hoje ele também é instrutor do ator Wagner Moura, do humorista Fábio Porchat e do ministro do Supremo Tribunal Federal Luiz Fux. Salgado treinou até mesmo o astro de Hollywood Vin Diesel quando ele veio ao Rio rodar Velozes e Furiosos 5. "Procuro descobrir o que cada pessoa curte e usar isso para estimulá-la", explica o professor de 30 anos, que mistura aos treinos outras atividades esportivas de alto gasto calórico, como surfe e futevôlei. Cada aula, na qual se queimam até 800 calorias por hora, custa, em média, 200 reais.

Com o crescente interesse dos brasileiros pelo Ultimate Fighting Championship (UFC), campeonato criado pelo lutador Rorion Gracie, os avessos às atividades físicas passaram a enxergar na troca de sopapos uma alternativa para fugir da monotonia dos treinos convencionais, com musculação e ginástica localizada. Praticar modalidades marciais como muay thai, boxe e jiu-jítsu acabou virando moda nas academias. "Detesto puxar ferro e quando estou lutando nem sinto o tempo passar", garante Fernanda Paes Leme. "Além de esculpir o corpo e fazer bem à saúde, a luta trabalha a disciplina, a concentração e alivia o stress. Saio revigorada depois de uma sessão de socos, chutes e joelhadas", brinca a atriz, que perdeu 5 quilos em 45 dias para viver uma militar na novela Salve Jorge. O cenário das aulas é mais um diferencial do personal, que costuma marcar seus treinos ao ar livre, de preferência à beira da Lagoa, em bosques da Barra ou nas areias do Leblon. "Minha academia é o Rio", diz, todo orgulhoso.

Fonte: VEJA RIO