EXPOSIÇÕES

Exposições

Percorremos as melhores exposições da semana para indicar o que você não pode perder

Por: Rafael Teixeira - Atualizado em

ESTREIAS

Idolatria Vã

Jovens apostas da arte, os brasileiros Bruno Drolshagen, Camila Soato, Rodrigo Martins e Pablo Lobato, além da espanhola Irene Grau, estão reunidos na coletiva. R$ 1 500,00 a R$ 20 000,00.

Galeria Laura Marsiaj. Rua Teixeira de Melo, 31-C, Ipanema, ☎ 2513-2074. Terça a sexta, 10h às 19h; sábado, 11h às 16h. Grátis. Até 25 de julho. A partir de quarta (3).

Vera Bernardes

A designer gráfica se arrisca em sua primeira individual como artista plástica. Em Lembranças, apresenta dezoito trabalhos, entre pinturas, bordados e uma gravura. R$ 3 000,00 a R$ 6 000,00.

Galeria de Arte Maria de Lourdes Mendes de Almeida. Rua Joana Angélica, 63 (Universidade Candido Mendes), Ipanema, ☎ 2523-4141, ramal 206. Segunda a sexta, 14h às 20h; sábado, 16h às 20h. Grátis. Até 3 de agosto. A partir de quinta (4).

EM CARTAZ

✪✪✪ O Abrigo e o Terreno ?

Arte e Sociedade no Brasil I

Com a cidade como tema, o acervo traz cerca de 100 criações de nomes como Miguel Rio Branco, Adriana Varejão, Waltercio Caldas, Hélio Oiticica e Ernesto Neto.

Museu de Arte do Rio. Praça Mauá, s/nº, Zona Portuária, ☎?2203-1235. → Terça

a domingo, 10h às 18h. R$ 8,00. Grátis às terças. Meia-entrada para estudantes de escolas particulares e universitários. De quarta a domingo, grátis para

alunos da rede pública, crianças

de até 5 anos, pessoas com mais de

60 anos e professores da rede pública.

Até 14 de julho.

✪✪✪ América do Sul ? A Pop Arte das Contradições

Antanas Sutkus

Um dos fotógrafos mais importantes do século XX, o lituano Sutkus, 73 anos, tem 120 de seus registros reunidos na mostra.

Centro Cultural Correios. Rua Visconde

de Itaboraí, 20, Centro, ☎ 2253-1580.

→ Terça a domingo, 12h às 19h. Grátis.

Até 14 de julho. www.correios.com.br.

✪✪✪ Cantos Cuentos Colombianos

Dez nomes da arte contemporânea colombiana exibem 75 criações. No acervo há a recorrência de temas como a morte (presente no caixão de peças de Lego de Fernando Arias) e a memória (no vídeo de Oscar Muñoz, registro da tentativa de fixar um retrato pintado com água no chão).

Casa Daros. Rua General Severiano, 159, Botafogo, ☎ 2275-0246. →?Quarta a sábado, 12h às 20h; domingo, 12h às 18h. R$ 12,00. Grátis para crianças de até

12 anos e às quartas. Meia-entrada para idosos e estudantes com mais de 12 anos.

A bilheteria fecha meia hora antes

do término do horário de visitação.

Até 24 de agosto.

✪✪✪ Carmela Gross

Escadas é o nome da obra que batiza a exposição: uma série de escadas com centenas de lâmpadas fluorescentes acopladas aos degraus e às traves. A mesma evocação ainda está presente em Escada de Emergência, constituída de dois desenhos de escadas feitos com lâmpadas em forma de tubo, verdes e vermelhas, sobre tripés metálicos.

Casa França-Brasil. Rua Visconde de Itaboraí, 78, Centro, ☎ 2332-5120.

Terça a domingo, 10h às 20h. Grátis.

Até 28 de julho.

✪✪✪ Charlotte Rampling ?

Álbuns Secretos

A atriz francesa é fotografada e fotógrafa na mostra organizada pela parisiense Maison Européenne de la Photographie. No primeiro caso, aparece em 26 poses, clicadas por nomes como Helmut Newton e Cecil Beaton.

Centro Cultural Banco do Brasil.

Rua Primeiro de Março, 66, Centro,

☎ 3808-2020. → Terça a domingo,

9h às 21h. Grátis. Até 21 de julho.

✪✪✪ O Colecionador: Arte Brasileira e Internacional na Coleção Boghici

Romeno radicado no Brasil, Jean Boghici franqueou expressivo recorte de sua coleção. Em meio às 136 obras, há nomes do quilate de Tarsila do Amaral, Amedeo Modigliani e Auguste Rodin.

Museu de Arte do Rio. Praça Mauá, s/nº, Zona Portuária, ☎ 2203-1235. →?Terça a domingo, 10h às 18h. R$ 8,00.

Grátis às terças. Meia-entrada para estudantes de escolas particulares e universitários. De quarta a domingo, grátis para alunos da rede pública, crianças de até 5 anos, pessoas com mais de 60 anos e professores da rede pública.

Até 1º de setembro.

✪✪✪ Elizabeth Jobim

Em Blocos, a carioca apresenta quinze obras da série que dá nome à exposição. São totens de madeira tomados por telas pintadas com formas geométricas, evocando a arte neoconcretista ? reunidos, os trabalhos provocam belo efeito visual.

Museu de Arte Moderna. Avenida

Infante Dom Henrique, 85, Parque

do Flamengo, Centro, ☎ 3883-5600.

→ Terça a sexta, 12h às 18h; sábado, domingo e feriados, 12h às 19h.

A partir de 6 de julho, aos sábados, domingos e feriados, das 11h às 18h.

R$ 12,00. A bilheteria fecha meia

hora antes. Pessoas com mais

de 60 anos pagam R$ 6,00. Grátis

para amigos do MAM, menores de

12 anos e para todos na quarta,

a partir das 15h. Aos domingos

vigora o ingresso-família: pagam-se

R$ 12,00 por grupo de até cinco pessoas. Estac. (R$ 5,00 para visitantes do museu). Até 18 de agosto.

Everardo Miranda

O artista apresenta uma única instalação, criada para a galeria, produzida a partir da aplicação de óxido de ferro seco nas paredes. O excesso do pigmento fica depositado no chão. Preços sob consulta.

Anita Schwartz Galeria de Arte.

Rua José Roberto Macedo Soares, 30, Gávea, ☎ 2274-3873 e 2540-6446. → Segunda a sexta, 10h às 20h; sábado,

12h às 18h. Grátis. Até 27 de julho.

✪✪ Expo(r) Godard ? Viagens

em Utopia

Nome fundamental da nouvelle vague, o cineasta Jean-Luc Godard é homenageado com projeções, totens interativos e objetos do diretor. Há bastante material, mas falta à montagem uma contextualização que situe o visitante menos familiarizado com a obra de Godard.

Oi Futuro Flamengo. Rua Dois

de Dezembro, 63, Flamengo,

☎ 3131-3060, ? Largo do Machado. → Terça a domingo, 11h às 20h. Grátis. Até 14 de julho.

A Guerra que Não Vimos

Artista presente na mostra Cantos Cuentos Colombianos, também na Casa Daros, Juan Manuel Echavarría coordenou um projeto artístico com três ex-combatentes da guerra da Colômbia. Onze pinturas produzidas por eles estão na exposição.

Casa Daros. Rua General Severiano, 159, Botafogo, ☎ 2275-0246. → Quarta

a sábado, 12h às 20h; domingo,

12h às 18h. R$ 12,00. Grátis para

crianças de até 12 anos e às quartas.

Meia-entrada para idosos e estudantes

com mais de 12 anos. A bilheteria

fecha meia hora antes do término do horário de visitação. Até 18 de agosto.

Haruo Ohara

Japonês radicado desde os 17 anos no Brasil, onde viveu como lavrador, Ohara (1909-1999) também se dedicou à fotografia, conquistando renome nessa atividade. Na individual estão reunidos 110 registros em preto e branco.

Instituto Moreira Salles. Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea, ☎ 3284-7400. → Terça a domingo, 11h às 20h. Grátis. Estac. grátis. Visitas guiadas de terça a sexta, às 17h. Até 8 de setembro.

Jacques Henri Lartigue

Primeira retrospectiva do fotógrafo francês no Brasil. São exibidos 225 itens, na maioria belos flagrantes de viagens, retratos de amigos e registros de atividades esportivas.

Instituto Moreira Salles. Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea, ☎ 3284-7400.

? Terça a domingo, 11h às 20h. Grátis. Estac. grátis. Visitas guiadas de terça a sexta, às 17h. Até 15 de setembro.

✪✪✪ Lena Bergstein

Na individual são apresentadas dezessete obras inéditas da artista dominadas pelo azul. Sete delas são livros de 50 x 50 centímetros, de páginas pintadas de tinta acrílica, que podem ser manipulados. Completam o acervo telas e cadernos de anotações.

Museu de Arte Moderna. Avenida Infante Dom Henrique, 85, Parque do Flamengo, Centro, ☎ 3883-5600. → Terça a sexta, 12h às 18h; sábado, domingo e feriados, 12h às 19h. A partir de 6 de julho, aos sábados, domingos e feriados, das 11h às 18h. R$ 12,00. A bilheteria fecha meia hora antes. Pessoas com mais de 60 anos pagam R$ 6,00. Grátis para amigos do MAM, crianças com menos de 12 anos e para todos na quarta, a partir das 15h. Aos domingos vigora o ingresso-família: pagam-se R$ 12,00 por grupo de até cinco pessoas. Estac. (R$ 5,00 para visitantes

do museu). Até 18 de agosto.

✪✪✪✪ Marcos Cardoso

> Em Arquitetura de Vidro, o carioca apresenta obras minuciosamente produzidas com tiras de chinelos de borracha e palitos de fósforo. Completam o acervo quatro xilogravuras.

Museu de Arte Moderna. Avenida Infante Dom Henrique, 85, Parque do Flamengo, Centro, ☎ 3883-5600. → Terça a sexta, 12h às 18h; sábado, domingo e feriados, 12h às 19h. A partir de 6 de julho, aos sábados, domingos e feriados, das 11h às 18h. R$ 12,00. A bilheteria fecha meia hora antes. Pessoas com mais de 60 anos pagam R$ 6,00. Grátis para amigos do MAM, menores de 12 anos e para todos na quarta, a partir das 15h. Aos domingos vigora o ingresso-família: pagam-se R$ 12,00 por grupo de até cinco pessoas. Estac. (R$ 5,00 para visitantes do museu). Até 14 de julho.

✪✪✪✪ Newton Rezende

A retrospectiva reúne 93 trabalhos de Rezende (1912-1994), boa parte do auge da produção do artista, nas décadas de 60 e 70. Dotadas de notável riqueza cromática, na maioria com intervenções de colagem, as telas dividem espaço com desenhos.

Centro Municipal de Arte Hélio Oiticica. Rua Luís de Camões, 68, Centro, ☎ 2232-4213 e 2242-1012. Segunda a sexta, 12h às 20h; sábado, domingo e feriados, 11h às 17h. Grátis. Até 28 de julho.

✪✪✪✪ Um Outro Olhar: Coleção Roberto Marinho

A coletiva reúne 202 obras da coleção do jornalista Roberto Marinho (1904-2003), a maioria de expoentes do modernismo brasileiro. Diversas técnicas marcam presença, criadas por nomes de relevo, a exemplo de Guignard, Di Cavalcanti, Ismael Nery e Portinari.

Paço Imperial. Praça XV de Novembro, 48, Centro, ☎ 2215-2093. Terça a domingo, 12h às 18h. Grátis. Até 11 de agosto. www.pacoimperial.com.br.

✪✪✪✪ Rio de Imagens: uma Paisagem em Construção

A alentada seleção aborda a evolução da cidade ao longo de quatro séculos através de 400 obras. Destacam-se trabalhos de grandes nomes do modernismo, a exemplo de Tarsila do Amaral, Lasar Segall e Di Cavalcanti.

Museu de Arte do Rio. Praça Mauá, s/nº, Zona Portuária, ☎ 2203-1235. → Terça a domingo, 10h às 18h. R$ 8,00. Grátis às terças. Meia-entrada para estudantes

de escolas particulares e universitários.

De quarta a domingo, grátis para

alunos da rede pública, crianças de

até 5 anos, pessoas com mais de

60 anos e professores da rede pública.

Até 28 de julho.

Sabine Weiss

A reputada fotógrafa francesa, 89 anos, ganha sua primeira retrospectiva no Brasil, com 132 imagens.

Centro Cultural Correios. Rua Visconde de Itaboraí, 20, Centro, ☎ 2253-1580.

→ Terça a domingo, 12h às 19h. Grátis.

Até 4 de agosto. www.correios.com.br.

Fonte: VEJA RIO