EXPOSIÇÕES

CCBB comemora 25 anos com inauguração de coletiva

Parceria inédita entre o CCBB e a joalheria H. Stern resulta na coletiva Ouro – Um Fio que Costura a Arte do Brasil

Por: Thayz Guimarães

Neste domingo (12), os 25 anos de atividade do CCBB carioca serão celebrados com a inauguração de uma coletiva. Curiosamente, a mostra é fruto de uma inédita parceria da instituição com a joalheria H. Stern, que aproveita o embalo para comemorar seus setenta anos de existência. Um nome com jeito de slogan batiza Ouro — Um Fio que Costura a Arte do Brasil, exposição que, mar­keting à parte, exibe acervo respeitável. Sob curadoria de Marcello Dantas, a seleção de obras ocupa a rotunda e onze salas do 1º andar do prédio. São instalações, desenhos, objetos, esculturas, fotos, pinturas e joias criados por trinta artistas. Entre as cinquenta peças há trabalhos inéditos, como a chuva de 50 000 folhas de ouro, suspensas no ar como em um redemoinho, na instalação de Laura Vinci. Paloma Bosquê recorre ao metal dourado para ofuscar quem adentrar um dos cofres do 1º piso. Também marcam presença nomes consagrados, a exemplo de Anna Bella Geiger, com seus conhecidos estudos sobre mapas, Cildo Meireles, que trabalha com ripas de madeira fixadas por pregos de ouro, e Antonio Dias, autor de reluzentes pinturas recortadas. Joias, mesmo, inspiradas na trajetória de gente como o arquiteto Oscar Niemeyer e o paisagista Roberto Burle Marx, são outras atrações prometidas.Centro Cultural Banco do Brasil. Rua Primeiro de Março, 66, Centro, ☎ 3808-2020. Quarta a segunda, 9h às 21h. Grátis. Até 5 de janeiro de 2015. A partir deste domingo (12).

Fonte: VEJA RIO