ROTEIRO

As melhores exposições da semana

Individual de Geraldo de Barros está entre as atrações 

Por: Thayz Guimarães

ESTREIAS

Adriano de Aquino

Individual do artista, traz dez pinturas inéditas, resultado de pesquisas feitas desde 2007, com experiências sobre aço, alumínio e acrílico. 

Mercedes Viegas Arte Contemporânea. Rua João Borges, 86, Gávea, ☎ 2294-4395. Segunda a sexta, 12h às 20h; sábado, 16h às 20h. Até 7 de novembro. Grátis. Estreia prometida para quinta (16).

Geraldo de Barros

Fotógrafo, pintor e designer, o artista é celebrado na mostra Geraldo de Barros e a Fotografia, dividida em três núcleos. O primeiro deles apresenta a série fotográfica Fotoformas, produzida entre 1940 e 1950, com fotos realizadas a partir de negativos pintados e riscados com instrumentos de gravura. O segundo núcleo inclui criações dos anos 1960 e 1970, período no qual se aproximou da pop art. À última seção coube a série Sobras, realizada nos anos finais de vida de Barros (1923-1998), debilitado por problemas de saúde.

Instituto Moreira Salles. Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea, ☎ 3284-7400/ 3206-2500. Terça a domingo, 11h às 20h. Até 22 de fevereiro de 2015. Grátis. Estreia prometida para sábado (18).

Limiares — A Coleção Joaquim Paiva no MAM

O diplomata Joaquim Paiva possui uma das coleções de fotografia mais importantes do país. Quarenta peças desse acervo são exibidas. São obras de nomes como José Diniz, Claudia Andujar e Alberto Ferreira Lima. Em diálogo com a exposição também serão mostradas dezenove obras das coleções do MAM e de Gilberto Chateaubriand.

Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro. Avenida Infante Dom Henrique, 85, Parque do Flamengo, ☎ 3883-5600. Terça a sexta, 12h às 18h; sábado e domingo, 12h às 19h. Até 18 de janeiro de 2015. R$ 12,00. Estreia prometida para este domingo (12).

Tomie Ohtake

A caminho dos 101 anos, que completa em 21 de novembro, a artista plástica nascida no Japão, mas radicada no Brasil desde a década de 30, exibe cinco grandes telas inéditas, nas quais explora a monocromia, texturas e relevos. 

Galeria Nara Roesler. Rua Redentor, 241, Ipanema, ☎ 3591-0052. → Segunda a sexta, 10h às 19h; sábado, 11h às 15h. Grátis. Até 7 de setembro. Até 22 de novembro. Estreia prometida para quarta (15).

ÚLTIMA SEMANA

✪✪✪ Marcelo Tinoco

Na individual Histórias Naturais, o fotógrafo paulistano expõe doze obras em grande formato. Primeiro, ele fotografa a natureza, animais, pessoas e cidades. Depois, separa e arquiva as fotos. Por fim, por meio de um processo de montagem digital, constrói cenários fantasiosos que se assemelham a telas pintadas.

Caixa Cultural — Galeria 1. Avenida Almirante Barroso, 25, Centro, ☎ 3980-3815, ↕ Carioca. → Terça a domingo, 10h às 21h. Grátis. Até domingo (19).

Ricardo Basbaum

Paulistano radicado no Rio, o artista apresenta esculturas, desenhos, obras sonoras e vídeos na individual nbp-etc: escolher linhas de repetição.

Galeria Laura Alvim. Avenida Vieira Souto, 176, Ipanema, ☎ 2332-2017. Terça a domingo, 13h às 21h. Grátis. Até quinta (16).

EM CARTAZ

Adriana Varejão 

Imagens barrocas (capturadas da Ordem Terceira de São Francisco, no Rio, da Igreja de São Francisco, em Salvador, da Igreja de São Francisco de Assis, em Ouro Preto, e da Sé de Mariana) aparecem em Transbarroco, a primeira videoinstalação da artista.

Oi Futuro Flamengo. Rua Dois de Dezembro, 63, Flamengo, ☎ 3131-3060, ↕ Largo do Machado. Terça a domingo, 11h às 20h. Grátis. Até dia 26.

Amador Perez

Na mostra Memorabilia — Amador Perez — 40 Anos, 115 obras buscam oferecer um rico panorama da produção do artista carioca. Em seus trabalhos, Perez alterna traço original e erudição, ao evocar referências culturais variadas. No acervo, explora a imagem do bailarino russo Nijinski em dois livros de artista. Gioventù, pintura de Eliseu Visconti, dá nome, inspira e desdo­bra-se em 63 desenhos a grafite e lápis de cor. Memorabilia, o terceiro núcleo da individual, traz vinte criações inéditas, com desenhos em grafite e objetos reunidos em telas.

Centro Cultural Correios. Rua Visconde de Itaboraí, 20, Centro, ☎ 2253-1580. → Terça a domingo, 12h às 19h. Grátis. www.correios.com.br. Até 7 de dezembro. 

Brecheret — Mulheres de Corpo e Alma

Italiano naturalizado brasileiro, Victor Brecheret (1894-1955) é considerado um dos maiores escultores do país. No ano em que o artista comemoraria 120 anos, a exposição Brecheret — Mulheres de Corpo e Alma reúne 37 esculturas e 107 desenhos que representam várias de suas fases e tendências. A seleção de trabalhos, realizados por Brecheret entre 1920 e 1955, é toda dedicada ao universo feminino. 

Centro Cultural Correios. Rua Visconde de Itaboraí, 20, Centro, ☎ 2253-1580, ↕ Carioca. Terça a domingo, 12h às 19h. Até 7 de dezembro. Grátis.

Cruz-Diez: um Olhar sobre a Cor

Leia em Veja Rio Recomenda (pág. 10).

Dias & Riedweg

Imagens tiradas na internet, projetadas sobre as faces (de 5,5 metros) de um cubo gigante, trazem acontecimentos e personagens sur­gidos em tempos de Guerra Fria, desde 1944. No entorno da estrutura, marionetes de protagonistas desse período de polaridade política mundial ocupam, cada uma, um velho baú: títeres de Che Guevara, Mao Tsé-tung, John F. Kennedy e Nikita Kruschev aparecem ao lado de vídeos em que fazem discursos históricos, mas editados em ordem absurda. Essa é uma descrição da instalação Cold Stories, atração da mostra Histórias Frias e Chapa Quente. A exposição da dupla Dias & Riedweg foi organizada por Andreas Broegger, curador do centro de arte contemporânea Nikolaj Kunsthal, em Copenhague. Juntos desde 1993, o carioca Mauricio Dias e o suíço Walter Riedweg apresentam outras cinco obras.

Casa França-Brasil. Rua Visconde de Itaboraí, 78, Centro, ☎ 2332-5120. → Terça a domingo, 10h às 20h. Grátis. www.fcfb.rj.gov.br. Até 30 de novembro.

Ilusões

Pertencentes à Coleção Daros Latinamerica, 53 obras de artistas do Brasil, Colômbia, Cuba, Argentina, Uruguai e México são exibidas na coletiva. O ponto em comum, como sugere o nome da mostra, é a ideia de ilusão presente em cada trabalho.

Casa Daros. Rua General Severiano, 159, Botafogo, ☎ 2275-0246. → Quarta a sábado, 11h às 19h; domingo, 11h às 18h. R$ 12,00. Grátis para crianças de até 12 anos e às quartas. Meia-entrada para idosos e estudantes com mais de 12 anos. A bilheteria fecha meia hora antes do término do horário de visitação. Até 13 de fevereiro de 2015. 

Miquel Barceló

Artista vivo mais valorizado de seu país, o espanhol Barceló, 57 anos, assina cerâmicas, pinturas e esculturas, além de obras faraônicas: sua extravagante criação para o teto do salão do Conselho de Direitos Humanos da ONU, na Suíça, consumiu nove meses de trabalho e 35 toneladas de tinta. Em Botafogo, o artista exibe vinte trabalhos, entre pinturas e esculturas, dois filmes dedicados a seu processo criativo (um deles sobre o tour de force na ONU) e um gabinete cenográfico com objetos pessoais. Destaque para Elefandret, a escultura de um paquiderme com 2 toneladas de bronze, equilibrado sobre a própria tromba.

Pinakotheke Cultural. Rua São Clemente, 300, Botafogo, ☎ 2537-7566. Segunda a sexta, 10h às 18h; sábado, 10h às 16h. Grátis. Estacionamento gratuito. Até 9 de novembro.

Ocupação Zuzu

A estilista Zuzu Angel tem sua trajetória recontada nos mais de 400 itens que integram a mostra. Há vestidos, cro­quis, documentos, objetos, fotos e cartas. Na correspondência, chamam atenção as mensagens endereçadas por Zuzu na busca pelo filho Stuart, preso e assassinado pela ditadura militar brasileira.Paço Imperial.

Praça XV de Novembro, 48, Centro, ☎ 2215-2093. → Terça a domingo, 12h às 18h. Grátis. Até 2 de novembro.

Fonte: VEJA RIO