ROCK IN RIO

Para fotografar na Cidade do Rock

Público elege os points preferidos para eternizar momentos na Cidade do Rock. Selecionamos dez deles, que vão de elevador panorâmico a muro inusitado

Por: Lais Botelho - Atualizado em

Em 150 000 metros quadrados, o público elege os lugares preferidos para eternizar os momentos na Cidade do Rock. Selecionamos dez deles, que vão de elevadores panorâmicos a muros inusitados. Seja de celulares, tablets, câmeras convencionais ou profissionais, os cliques são presença certa no festival internacional de música. Demos um giro pelo evento e selecionamos dez lugares para não errar na hora de escolher o pano de fundo.

1- Elevador Itaú

Com seis metros de altura, o elevador volta à cena em 2013. Localizado no início da Rock Street, ele comporta grupos de até seis pessoas, que podem apreciar a vista por cerca de três minutos. É possível bater fotos da própria câmera ou do computador preso em uma das paredes, que lança a imagem direto nas redes sociais.

visitas-08.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

2- Roda gigante

O colorido da estrutura montada na entrada da Rock Street, seja de dia ou à noite, torna-se um lindo visual para estampar as fotografias. Quem estiver na pilha, e com paciência (a fila costuma demorar), é bacana embarcar nas cabines oscilantes e fazer o registro lá de cima.

visitas-07.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

3- Guitarra Rock in Rio

Na entrada principal, guitarras gigantes levam o público a empunhar as câmeras. Os instrumentos, estampados com a logo do evento, servem de fundo para poses clássicas e inusitadas.

visitas-10.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

4- Rampa Volkswagen

No estilo dos clássicos degraus vermelhos da Times Square, em Nova York, a escada da Volkswagen faz sucesso entre os que circulam pela Rock Street. Suba no mais alto deles, o penúltimo, pois o último é reservado para a segurança, e não economize nos flashes.

visitas-06.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

5- Banquinhos da Rock Street

Os assentos em forma de ilha ganharam outra função, além do merecido descanso. Há quem os utilize para ganhar uma vista privilegiada e um novo ângulo da Cidade do Rock.

visitas-05.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

6- Cabine telefônica

Uma clássica cabine de telefone londrina é outro ponto bacana para os que querem levar um pouco do ar europeu para a fotografia. Inspirada na Grã-Bretanha e Irlanda, a Rock Street abriga a singela, e famosa, casinha nos seus 150 metros de extensão.

visitas-04.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

7- Letreiro Rock Street

Enormes e brilhantes, as letras que estampam o nome da Rua do Rock fazem sucesso. Fixadas em cima do palco principal do local, elas dão trabalho para os que encontram a via cheia, uma luta para centralizá-las e tirar aqueles que não respeitam e passam na frente.

visitas-03.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

8- Tonéis Heineken

Os cinco enormes tonéis da cervejaria são um bom ponto para os amantes da loira. Localizados no fim da Rock Street, eles lembram os compartimentos das fábricas e ainda exibem belas mulheres, que retiram a gelada das seis torneiras instadas a sua frente.

visitas-02.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

9- Paredão do rock

Um longo muro, localizado em frente ao quiosque da Heineken, na Rock Street, exibe uma enciclopédia de nomes do cenário musical. De Erasmo Carlos à Orquestra Sinfônica Brasileira, o público escolhe o seu preferido para guardar de recordação.

visitas-12-.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

10- Tenda eletrônica

O visual futurista do espaço, inspirado na forma de uma aranha robótica, chama atenção e é um bom lugar de registro. As patas gigantes, que projetam imagens em uma parede, não negam.

visitas-09.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Fonte: VEJA RIO