CARNAVAL

A nova passarela

Dicas sobre como chegar e sair e outras informações importantes para quem vai ver os desfiles ao vivo

Por: Lula Branco Martins - Atualizado em

O OSambódromo, recém-reformado, com outros quatro setores de arquibancada, camarotes mais espaçosos e centenas de novas frisas (agora também localizadas à direita, no sentido do desfile), ficou mais bonito e simétrico - para isso, foram derrubados o antigo prédio de uma cervejaria e o paredão que prejudicava a visão dos espectadores alocados no velho setor 4, hoje setor 10, que aliás se tornou um dos melhores, e mais concorridos.

clique na imagem abaixo para ampliar o mapa com as novidades do Sambódromo

[---FI---]

As mudanças vão influenciar não somente a maneira de o público se posicionar para a festa, mas também o desfile em si. As escolas de samba passarão a ter uma nova relação, por exemplo, com luz e som, detalhes que no fim podem resvalar na nota de um quesito, e que estão recebendo um novo tratamento nesta nova avenida.

O jeito de chegar ao Sambódromo e de sair dele continua o mesmo. Quem estiver em setores ímpares deve usar a Estação Central do metrô, perto ainda da parada dos trens. Os que forem assistir ao desfile em um dos setores pares devem optar pela Estação Praça 11 - aqui, o movimento de vaivém deve ser bem maior que nos últimos anos, por causa das novas instalações, todas elas com números pares. A seguir, mais dicas e informações para quem vai à Marquês de Sapucaí.

nova-passarela-2.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Fonte: VEJA RIO