ROCK IN RIO

Dez curiosidades sobre Bruce Springsteen

O astro de 63 anos se apresenta neste sábado (20) e promete show empolgante no último fim de semana do Rock in Rio

- Atualizado em

bruce-springsteen-02.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Após 25 anos, Bruce Springsteen, que esteve no Brasil em 1988, quando se apresentou apenas em São Paulo, finalmente volta ao Brasil. O cantor se apresenta no Palco Mundo do Rock in Rio neste sábado (21). Famoso pelos shows memoráveis, Springsteen promete uma apresentação empolgante na Cidade do Rock. Sabe tudo sobre ele? Confira a seguir 10 fatos curiosos.

1 ? Além de cantor e guitarrista, Bruce Springsteen também é violonista e compositor.

2 ? Springsteen ganhou o seu primeiro violão aos 13 anos. A primeira guitarra veio aos 16, presente da mãe. A primeira banda se chamava The Castles. Ele começou como guitarrista, mas logo se tornou vocalista.

3 ? No final dos anos 60, o cantor entrou para um trio chamado Earth, onde ficou conhecido como The Boss (O Chefe).

4 ? Lançado em 1975, o álbum Born to Run alavancou a carreira de Springsteen. O disco demorou 14 meses para ser gravado, sendo seis meses dedicados apenas para faixa-título.

5 ? Ao todo, Springsteen já recebeu 20 Grammys, quatro American Music Awards e um Oscar, em 1994, pela trilha sonora de Filadélfia. O filme e a música contam a história de um homossexual com AIDS.

6 ? O cantor já vendeu mais de 120 milhões de álbuns. Born In The U.S.A., lançado em 1984, vendeu 15 milhões de cópias só nos Estados Unidos.

7 ? ?Dancing in The Dark?, do álbum ?Born In The U.S.A?, foi um dos singles de maiores sucessos do cantor. Courtney Cox fez parte do clipe dessa música, o que fez muito bem para a carreira da atriz.

8 ? A maioria das letras do cantor mostra seu patriotismo pelos Estados Unidos.

9 ? Bruce Springsteen participou da música ?We Are The World?, escrita por Michael Jackson e Lionel Richie a fim de arrecadar fundos para o combate da fome na África.

10 ? O cantor apoiou Barack Obama em sua primeira corrida para a presidência dos Estados Unidos, em 2008.

Fonte: VEJA RIO