CARNAVAL

Um Carnaval renovado

Treze escolas vão desfilar na reestreia do Sambódromo, e sob regras diferentes

Por: Lula Branco Martins - Atualizado em

carnaval-2012-1.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

TTem muita novidade no palco da festa e nas regras da disputa neste ano. Para começo de conversa, o Sambódromo mudou. Mais de 27 anos depois de sua inauguração, foi reformado para comportar mais gente, ganhando novas frisas e um sistema de iluminação melhor. E ficou até mais simples de entender a numeração de seus setores (confira as principais modificações na Sapucaí). Também o modo de julgar os desfiles foi modificado. Se em 2011 foram cinquenta jurados, neste ano serão apenas quarenta - ou seja, agora mais responsabilidade pesa sobre os ombros de cada julgador. Além disso, apenas a menor nota de cada quesito será descartada, e não a menor e a maior, como vinha acontecendo. Uma experiência, que não valerá oficialmente, será testada: o julgador poderá dar 10,1 (isso mesmo, a perfeição e mais um décimo) à escola que tiver apresentado, segundo ele, o melhor desempenho no quesito. Tudo isso para deixar ainda mais emocionante o desfile de 2012 - ano em que descerão nada menos que duas escolas para o Acesso. Explica-se. Por força do incêndio que atingiu a Cidade do Samba pouco antes do Carnaval do ano passado, não houve rebaixamento. A São Clemente subiu e, desse modo, ficaram treze no Grupo Especial (por isso, no domingo desfilam sete agremiações e na segunda, seis). Mas a ideia para 2013 é que a elite volte a ter doze agremiações. A disputa será décimo a décimo, com as escolas apresentando enredos os mais diversos, alguns inspirados no Nordeste, outros com foco nas artes plásticas, e ainda biográficos, de superação e até em homenagem a outros países ou cidades do exterior. Neste guia, o leitor de VEJA RIO encontrará detalhes sobre os desfiles de cada um desses "grêmios recreativos", com ficha técnica, um pouco da história de cada concorrente e, claro, a letra do samba-enredo - para cantar junto, quando passar a escola de seu coração.

carnaval-2012-2.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Todas as campeãs

O desfile das escolas foi organizado pela primeira vez, em caráter extraoficial, no ano de 1932 e a partir de 1935 passaria a fazer parte do calendário da cidade. Veja as agremiações vencedoras, ano a ano

1932

Mangueira 1933 Mangueira 1934 Mangueira e Recreio de Ramos 1935 Portela 1936 Unidos da Tijuca 1937 Vizinha Faladeira 1938 Não houve desfile 1939 Portela 1940 Mangueira 1941 Portela 1942 Portela 1943 Portela 1944 Portela 1945 Portela 1946 Portela 1947 Portela 1948 Império Serrano 1949 Império Serrano e Mangueira 1950 Império Serrano e Mangueira 1951 Império Serrano e Portela 1952 Não foi declarada uma campeã 1953 Portela 1954 Mangueira 1955 Império Serrano 1956 Império Serrano 1957 Portela 1958 Portela 1959 Portela 1960 Império Serrano, Mangueira, Portela, Unidos da Capela e Salgueiro 1961 Mangueira 1962 Portela 1963 Salgueiro 1964 Portela 1965 Salgueiro 1966 Portela 1967 Mangueira 1968 Mangueira 1969 Salgueiro 1970 Portela 1971 Salgueiro 1972 Império Serrano 1973 Mangueira 1974 Salgueiro 1975 Salgueiro 1976 Beija-Flor 1977 Beija-Flor 1978 Beija-Flor 1979 Mocidade 1980 Beija-Flor, Imperatriz e Portela 1981 Imperatriz 1982 Império Serrano 1983 Beija-Flor 1984 Mangueira 1985 Mocidade 1986 Mangueira 1987 Mangueira 1988 Vila Isabel 1989 Imperatriz 1990 Mocidade 1991 Mocidade 1992 Estácio 1993 Salgueiro 1994 Imperatriz 1995 Imperatriz 1996 Mocidade 1997 Viradouro 1998 Beija-Flor e Mangueira 1999 Imperatriz 2000 Imperatriz 2001 Imperatriz 2002 Mangueira 2003 Beija-Flor 2004 Beija-Flor 2005 Beija-Flor 2006 Vila Isabel 2007 Beija-Flor 2008 Beija-Flor 2009 Salgueiro 2010 Unidos da Tijuca 2011 Beija-Flor

Fonte: VEJA RIO