CARNAVAL

Samba e celebração

Localização privilegiada atrai famosos ao camarote de VEJA RIO no Sambódromo

Por: Daniela Pessoa - Atualizado em

carnaval-1400.jpg
(Foto: Fotos Gabriel Souto e Fernanda Fernandes)

Clique na imagem acima para ampliá-la

Marcando presença pelo quarto ano consecutivo na Marquês de Sapucaí, o camarote de VEJA RIO recepcionou 400 pessoas nos dois dias de desfiles do Grupo Especial. Rainha de bateria da Estação Primeira de Mangueira durante três anos, de 2010 a 2012, e musa da agremiação neste ano, a atriz e cantora Renata Santos foi a responsável por ciceronear os convidados no espaço, que manteve a localização privilegiada: em frente ao primeiro recuo da bateria, onde os ritmistas e as rainhas ficam a maior parte do tempo. "O Setor 1 é o melhor point da avenida. Você vê a energia do povo, todo mundo cantando. É realmente incrível", assegurou o sambista Diogo Nogueira, antes de correr para garantir seu lugar na frisa. Não à toa, a cantora Teresa Cristina, que saiu na Portela, e Quitéria Chagas, destaque de chão da Vila Isabel, elegeram o camarim da revista para se arrumar. "Não tem preço vestir a fantasia bem pertinho da concentração. Consigo reforçar as costuras e pedrarias com mais calma e garantir um desfile tranquilo", conta Quitéria. Famosos de diversas searas, como o humorista Hélio de La Peña, o compositor Dudu Nobre, o ator Paulo Betti, a escritora Thalita Rebouças e o dançarino Carlinhos de Jesus, também prestigiaram o cenário vermelho e dourado com grandes painéis coloridos que retratavam compositores célebres como Dona Ivone Lara.

Além da habitual badalação do camarote, a revista está promovendo, pelo segundo ano consecutivo, a entrega do Prêmio VEJA RIO de Carnaval. Para eleger os destaques do Carnaval 2014, um júri composto de quatro especialistas, o so­ció­logo Bruno Filippo (coordenador dos cursos de extensão sobre Carnaval na Faculdade Hélio Alonso), a pesquisadora Rachel Valença (autora de Serra, Serrinha, Serrano), Rosa Maria Araújo (presidente do Museu da Imagem e do Som) e Ricardo Cravo Albin (musicólogo, fundador do instituto cultural que leva seu nome), se juntou aos jornalistas Sérgio Garcia e Lula Branco Martins, de VEJA RIO. Computados os votos, serão agraciadas as seguintes personalidades do mundo do samba: o mestre de bateria Nilo Sérgio, da Portela, escola que também leva o troféu de melhor samba-enredo, de autoria de Toninho Nascimento, Luís Carlos Máximo, Waguinho, Edson Alves e Jota Amaral; a rainha de bateria Bruna Bruno, da União da Ilha; o veterano Neguinho da Beija-Flor, intérprete oficial da escola que lhe deu o sobrenome; o carnavalesco Fábio Ricardo, da Grande Rio; e a dupla de criadores Renato Lage e Márcia Lage, carnavalescos do Salgueiro, responsáveis pelo carro alegórico considerado o mais bonito e interessante, chamado Templo Sagrado de Olorum, que era o abre-alas da agremiação. Todos os prêmios serão entregues no camarote, na noite deste sábado (8), durante o Desfile das Campeãs.

Fonte: VEJA RIO