ROCK IN RIO

Altos e baixos do segundo dia de Rock in Rio

Selecionamos os destaques e os erros do festival neste sábado (14), noite em que o rock predominou no line up. Confira o balanço

Por: Louise Peres - Atualizado em

O esgoto voltou a atrapalhar a festa de quem veio à Cidade do Rock para assistir à segunda noite de shows da quinta edição do Rock in Rio; o som das guitarras sacudiu a galera. Confira abaixo a lista com os pontos altos e as falhas deste sábado (14), segundo dia de festival.

jared-leto-tirolesa.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

ALTOS

O rock voltou

Depois de uma abertura essencialmente pop, com Ivete e Beyoncé, o rock finalmente ocupou o Palco Mundo. Capital, 30 Seconds To Mars, Florence and The Machine e Muse deram conta do recado.

Protestos

Dinho Ouro Preto usou nariz de palhaço para protestar contra a corrupção. Mais cedo, no Palco Sunset, Tico Santa Cruz abriu o microfone para o público dar seu recado contra os políticos brasileiros.

dinho-nariz-palhaco.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Astro na tirolesa

Jared Leto driblou a multidão e saiu do palco direto para a torre da tirolesa, de onde se atirou pouco depois. Um dos momentos memoráveis da noite.

BAIXOS

Esgoto a céu aberto, mais uma vez

Um novo alagamento de dejetos interditou os banheiros próximos à roda gigante.

poca-esgoto-620.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Lixo zero?

O público não parece mobilizado pela campanha lançada pelo festival. Papéis, copos e todo tipo de descarte ainda são um problema nos gramados sintéticos do Rock in Rio.

Três dedos de espuma

O chope Heineken tem sido vendido com quase metade do copo cheio de espuma. Bebida, que é bom, quase nada.

Fonte: VEJA RIO