ESPORTE

Atleta dia e noite

À vontade na cidade, Ronaldinho Gaúcho já definiu seu roteiro preferido de badalação, a "amiga" mais próxima e até onde vai morar: uma casa de 20 milhões de reais em um condomínio da Barra

Por: Alessandra Medina e Carla Knoplech - Atualizado em

A festa foi organizada para entrar na história do Flamengo. Nas arquibancadas do Engenhão, 42 000 torcedores se espremiam para ver a estreia de Ronaldinho Gaúcho contra o time do Nova Iguaçu pelo Campeonato Carioca. Todos os recursos condizentes com a liturgia de um grande jogo estavam presentes: fogos de artifício, bandeiras gigantes com o rosto do ídolo, papéis picados e um mosaico que se esparramava pelos dois anéis e dava boas-vindas ao craque. Em campo, uns poucos dribles, uma falta bem batida e só. O único gol da vitória foi feito pelo desconhecido Wanderley, de 22 anos. Mesmo assim, Ronaldinho saiu de campo aclamado - apesar da atuação apagada, está em lua de mel com a torcida. Se a estreia dentro das quatro linhas não fez justiça à fama, fora delas o jogador tem mantido a reputação forjada nos últimos anos. Boêmio irredimível, o capitão rubro-negro permanece fiel à santíssima trindade do boleiro notívago: samba, mulheres e cerveja. Contratado por um salário de 1,5 milhão de reais, Ronaldinho tem treinado com afinco e disciplina, mas também não perdeu uma chance de se divertir, seja em embalos armados no hotel onde está hospedado, na Barra da Tijuca, seja em casas noturnas como o Candongueiro, em Niterói. "Ele adora samba. É uma das pessoas mais animadas que já conheci", diz o músico Sérgio Procópio, integrante da Velha Guarda da Portela. O cavaquinista acompanhou o atleta em sua noitada niteroiense, que começou por volta das 23 horas do sábado, dia 22, com um show de Nelson Sargento, e só acabou na alta madrugada.

Embora recém-chegado, Ronaldinho, de 30 anos, possui laços bastante estreitos com o Rio. Durante suas férias nas temporadas europeias, era comum dar suas escapadelas para visitar a cidade. A amigos próximos, sempre diz que gostaria de ter nascido carioca e jamais escondeu o desejo de um dia morar aqui. Sonho realizado, o craque já tem o seu roteiro de lugares prediletos. Durante o dia, gosta de disputar partidas de futevôlei nas areias do Pepê, na Barra. À noite, prefere as áreas vip de casas como a boate Taj Lounge e o Bar Barril 8000, no mesmo bairro. O jogador gosta, em especial, das noites dedicadas a pagode, funk e hip-hop, às quais comparece vestido no estilo dos rappers americanos, com correntes vistosas, camisetas enormes e boina. "Em uma das vezes, dançou, cantou, bateu palmas e, claro, chamou a atenção de todo mundo", conta Marcelo Tokito, produtor da banda Molejo e funcionário do Bar Barril 8000. "Em outra ocasião, paquerou as meninas da pista de dança, mandando beijos e acenando", lembra. No roteiro de diversões do atleta entram ainda as quadras da Mangueira, do Salgueiro (veja o quadro acima) e orgias gastronômicas em churrascarias, com uma preferência especial pela Pampa Grill, onde costuma ficar em uma área reservada. Depois da estreia em campo, foi à churrascaria para comemorar a vitória, por volta de 1 hora da manhã. "Ele adora fraldinha e picanha e costuma chamar pelo nome os garçons que o atendem", diz o promoter da casa, Glaycon Muniz. Curiosamente, o rubro-negro ainda não visitou seu único filho, João, de 6 anos, fruto de um rápido relacionamento com a dançarina Janaína Natielli.

Desde que assinou o contrato com o clube da Gávea, Ronaldinho tem se esforçado para evitar o assédio e os fotógrafos. Em suas incursões noturnas, ele se faz acompanhar de um entourage de quatro seguranças que procura despistar seus perseguidores e manter os admiradores a distância. Hospedado no Windsor Barra, o mesmo hotel em que o Flamengo costuma se concentrar, o jogador ocupa sozinho a suíte presidencial de 250 metros quadrados, pela qual paga uma diária de 4 000 reais. As dependências incluem dois banheiros (um deles com sauna e hidromassagem) e sala de jantar privativa, onde faz suas refeições - basicamente espaguete, peixe e carne, muita carne. Se em suas saídas o craque só foi fotografado tomando refrigerante diet, no hotel o regime é mais liberal. O bar central do estabelecimento abastece seu apartamento regularmente com uísque, vodca e energético. A cerveja é trazida de um supermercado dos arredores. Não raro, os amigos organizam pagodes ali mesmo, como o que aconteceu há duas semanas na área de lazer, em uma festa que durou a noite toda. Já as amigas seguem diretamente para a suíte. Entre as acompanhantes da atual temporada está a modelo, dançarina e atriz Mariana Gouvêa, que já fez pontas em novelas e no programa Zorra Total, da Rede Globo, como a Morena da Laje. Nos últimos dias, a moça tem usado sua conta no Twitter e no Facebook para comentar as aventuras ao lado do ídolo, a quem chama de "pastor Dinho". Em um post do dia 30, ela dizia estar esperando o helicóptero que a levaria de Angra para o Rio, depois de um fim de semana com o amiguinho. Na quarta, ela vibrava com o jogo do Flamengo: "Hoje o pastor Dinho estreia e vai arrasar".

Reduto de jogadores de futebol, a Barra da Tijuca foi o bairro escolhido por Ronaldinho para instalar seu refúgio na temporada carioca. Em breve, ele se mudará do hotel à beira-mar para uma casa no condomínio Santa Mônica, um dos preferidos das celebridades, graças à privacidade que oferece. O imóvel ocupa quatro terrenos com área de 3 500 metros quadrados e tem uma estrutura de mini-resort. Dispõe de duas quadras de tênis, piscina e churrasqueira - item obrigatório para boleiros-pagodeiros. Ronaldinho fechou o negócio na semana passada por 20 milhões de reais. Ele se encantou com a propriedade, que não estava à venda, enquanto visitava outro imóvel no mesmo condomínio. Olhou o casarão, desceu do carro, bateu à porta e fez a proposta diretamente ao proprietário, um ex-diretor da Vale. A compra foi feita no sistema de porteira fechada, ou seja, inclui móveis, utensílios domésticos e objetos de decoração. Devidamente instalado, o craque poderá organizar festas semelhantes às que costumava realizar no sítio da família próximo a Porto Alegre ou em sua casa de 5 milhões de euros, localizada na cidade de Galliate Lombardo, a 60 quilômetros de Milão. Em uma dessas celebrações, de caráter mais familiar, ele levou a sambista Alcione para se apresentar na boate que mantém na propriedade italiana. Mais de 100 pessoas comemoraram o aniversário de sua mãe, Miguelina, ao som de Garoto Maroto. Em outra oportunidade, organizou um rega-bofe para 250 amigos no mesmo lugar. A folia durou dois dias seguidos.

Jovem, solteiro e rico, Ronaldinho Gaúcho pode fazer o que bem entende de sua vida, sem dar satisfação a ninguém. Do ponto de vista moral, não há nada que o impeça de aproveitar as benesses trazidas pela fortuna de 400 milhões de reais, amealhada ao longo de sua carreira. No competitivo mundo do futebol, contudo, não é bem assim que as coisas funcionam. A paixão pelas baladas, o consumo de álcool, o tabagismo, o regime de sono irregular e a alimentação desbalanceada têm um impacto devastador sobre a carreira de um atleta. Jogadores de imenso talento, como Adriano e Ronaldo Fenômeno, viram o brilho no campo ser ofuscado pelos excessos cometidos do lado de fora - e sofreram com isso, principalmente no exterior, onde a tolerância de clubes e torcedores com tal comportamento é próxima de zero. O próprio Ronaldinho Gaúcho viu sua carreira espetacular no Barcelona ser encerrada de forma melancólica depois de se entregar às delícias mundanas da capital catalã e deixar de atender às expectativas nos gramados. Em Milão, as escapadas do craque para as boates da Via Corso Como rendiam mais espaço nos jornais do que seu desempenho profissional. No início do ano passado, chegou a ganhar a pecha de "má companhia", ao ser apontado como um dos responsáveis pelo naufrágio do casamento do atacante Alexandre Pato com a atriz Sthefany Brito (já abalado por outros problemas, o relacionamento do casal desmoronou de vez depois que Pato começou a acompanhar Ronaldinho na gandaia milanesa). Em outubro, o craque fez a delícia dos paparazzi italianos ao ser flagrado com a atriz e modelo Sara Tommasi, à porta de uma casa noturna.

A chegada gloriosa ao Flamengo pode significar uma virada em sua carreira - e trazer dinheiro e prestígio para o clube. O sucesso dessa empreitada, porém, depende diretamente das atuações do jogador. A expectativa é que ele renda ao time da Gávea mais de 30 milhões de reais ao ano, apenas em contratos de publicidade. Na estreia, no entanto, as camisas rubro-negras ainda não tinham o patrocinador que deveria arcar com esse montante. No lugar, contavam com anúncios de oportunidade, fechados somente para aquele jogo, que renderam 900 000 reais. É um sistema idêntico ao adotado pelo Corinthians na época da contratação de Ronaldo Fenômeno. No time paulista, o bom desempenho do jogador, mesmo acima do peso, atraiu o interesse de grandes empresas. Para a estratégia funcionar a contento por aqui, Ronaldinho precisa encantar os fãs com jogadas geniais e fazer gols. Caso se deixe levar pelas tentações da dolce vita carioca, há riscos de a engenharia financeira montada para sua contratação cair por terra. Tanto o craque quanto seus familiares (especialmente o irmão Assis, seu agente) estão conscientes do desafio que têm pela frente. Em seus encontros com a imprensa e torcedores, o gaúcho tem repetido continuamente que se empenhará ao máximo nas novas funções e que não é mais o jovem inconsequente dos tempos do Barcelona. No ano passado, às vésperas da convocação para a Copa, seu esforço para adquirir uma aura mais respeitável acabou naufragando. A torcida é para que, desta vez, o atleta da noite não prejudique o do dia.

CINQUENTA QUILÔMETROS DE FARRA

A casa e o roteiro das atrações frequentadas por Ronaldinho Gaúcho no Rio

1. Futura residência

O craque se encantou com uma mansão de 3 500 metros quadrados em um condomínio na Barra. Lá, terá espaço suficiente para realizar as churrascadas e rodas de pagode de que tanto gosta

2. Barril 8000

Casa de show que recebe grupos de samba e pagode, é famosa também pelo clima de azaração e paquera. Ronaldinho adora assistir ao grupo Molejo, que toca sempre às segundas-feiras

3. Pampa Grill

É uma tradicional churrascaria frequentada por celebridades que ocupam áreas reservadas. O jogador trata os garçons pelo nome e não dispensa a fraldinha, especialidade da casa

4. Quiosque do pepê

Ponto mais badalado da praia da Barra da Tijuca, onde o craque gosta de jogar futevôlei e tocar pagode com os amigos na areia

5. Taj Lounge

Boate localizada em um ponto nobre da Barra da Tijuca, tem decoração indiana e é conhecida por misturar vários estilos musicais na mesma noite, como funk, pagode e hip-hop

6. Salgueiro

A quadra da escola é a preferida das chamadas "mulheres-fruta" e dançarinas famosas do momento. Ronaldinho sempre chega tarde da noite e segue direto para os camarotes

7. Mangueira

Uma das mais populares agremiações do Rio, atrai muitos estrangeiros. O craque do Flamengo aprecia particularmente as feijoadas, quase sempre em companhia de Ivo Meirelles, presidente da escola

8. Monte Líbano

O clube é famoso por sediar ensaios de escola de samba, para aqueles que preferem se divertir sem ter de se deslocar até os morros ou sair da Zona Sul

9. Candongueiro

É uma popular casa de shows de Niterói que recebe sambistas renomados. Quando vai até lá, o jogador tem de entrar com os seguranças da casa por causa do assédio

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

Fonte: VEJA RIO