CRIANÇAS

Diversão em dobro

Espetáculo de dança português brinca com a duplicidade no Teatro João Caetano

Por: Rafael Teixeira - Atualizado em

roteiro-criancas-abre1.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Um dos mais relevantes eventos de dança do país, o Festival Panorama ? cuja vigésima edição está em cartaz na cidade ? dedica parte de sua programação às crianças. Batizada com o simpático nome de Panoraminha, a mostra reúne neste ano quatro atrações. Único participante estrangeiro e destaque da seleção, Vice-Versa é a primeira investida na área infantil do português Victor Hugo Pontes, jovem e premiado diretor que alterna em sua carreira trabalhos de teatro e dança.

O espetáculo que ele apresenta por aqui, com sessões na quinta (10) e na sexta (11), no João Caetano, nasceu sob encomenda. Em 2010, o Teatro Maria Matos, em Lisboa, instigou o autor a criar uma produção voltada à meninada e que tivesse como tema o conceito de tempo. "Meu ponto de partida foi a relação entre os ritos de passagem e a tomada de consciência do próprio corpo", explica. Para estrelar a pantomima, Pontes convidou as gêmeas Joana e Mafalda Faria, que se aproveitam da semelhança para brincar com a questão da duplicidade. Em um dos momentos mais curiosos da ação, uma delas aparece

no palco com quatro pernas ? evidentemente, as sobressalentes pertencem à irmã.

A partir da semana seguinte, o Panoraminha prossegue com três títulos nacionais: Kodak, do coreógrafo paranaense Neto Machado, Entrelace, dos cariocas do Teatro Xirê, e ...Tudo que Não Invento É Falso, de Paula Maracajá, também do Rio.

Vice-Versa. Livre. Teatro João Caetano (300 lugares). Praça Tiradentes, s/nº, Centro, ☎ 2332-9166. Quinta (10), 15h; sexta (11), 10h30 e 15h. R$ 16,00. Bilheteria: a partir de 14h (ter. a dom.).

Fonte: VEJA RIO