CRIANÇAS

TEATRO

Por: Rafael Teixeira - Atualizado em

BRINCANDO DE ERA UMA VEZ, de Neide Lira. Encenado pela primeira vez em 1989, o musical tinha no elenco a então iniciante atriz Deborah Secco. É dela a voz em off que abre esta nova montagem, lendo uma carta endereçada aos protagonistas, os irmãos Carlos (Ramon Costa) e Clara (Hannah Zeitoune). Na história, eles se veem entediados porque a mãe insiste em manter o quarto de brinquedos sem bagunça. A calma, no entanto, é interrompida quando um boneco de palhaço ganha vida e os leva para uma viagem ao Mundo do Era uma Vez. Lá, em meio a uma aventura envolvendo outros brinquedos, os irmãos aprendem o valor da família, da amizade e do companheirismo. Direção de Gustavo Barchilon (65min). Livre. Teatro Fashion Mall ? Sala 1 (470 lugares). Estrada da Gávea, 899, São Conrado, ☎ 2422-9800. → Sábado, 17h; domingo, 16h. R$ 40,00. Bilheteria: a partir das 15h (sáb. e dom.). Cc: M e V. Cd: M e V. Estac. (R$ 8,00 por duas horas). Até 25 de março. Estreia prometida para sábado (14).

CHAGALL, de Eduardo Rieche. Compor um retrato da juventude do russo-francês Marc Chagall (1887-1985) é a proposta deste espetáculo da Cia. Dramática de Comédia. Para viver o protagonista, a trupe convidou o ator João Velho (do premiado Joaquim e as Estrelas). No texto, escrito a partir do argumento de Doris Rollemberg, a vida do artista é apresentada de sua infância, época em que ele ainda atendia por Moyshe Segal, até o início do século XX, quando adotou a assinatura pela qual ficaria conhecido. Em vez de serem mostradas em sua totalidade, as obras são evocadas nos coloridos figurinos, em projeções de partes dos quadros ou mesmo através da presença de figuras recorrentes em suas pinturas, como o judeu peregrino, a noiva e o violinista. Direção de João Batista (60min). Livre. Estreou em 7/1/2012. Centro Cultural Banco do Brasil ? Teatro II (155 lugares). Rua Primeiro de Março, 66, Centro, ☎ 3808-2020. Sábado e domingo, 16h. R$ 6,00. Bilheteria: 10h/21h (ter. a sex.); a partir das 10h (sáb. e dom.). Até 18 de março.

GALINHA PINTADINHA, O MUSICAL, de Marcos Luporini e Juliano Prado. Os autores são também os criadores da animação Galinha Pintadinha original, postada no YouTube em 2006. Seis meses e meio milhão de visualizações depois, o vídeo começou a se desdobrar em uma série de DVDs com vários desenhos embalados por canções infantis populares. Após 500?000 discos vendidos, o sucesso agora é transportado para os palcos. Ao longo de doze números musicais, dez atores e bailarinos encarnam personagens já bem conhecidos das crianças, como o Galo Carijó, a Baratinha e sua banda de rock, as Borboletinhas cozinheiras e, claro, a Galinha Pintadinha. Direção de Ernesto Piccolo (45min). Livre. Estreou em 7/1/2012. Teatro das Artes (457 lugares). Rua Marquês de São Vicente, 52 (Shopping da Gávea), Gávea, ☎ 2540-6004. Sábado e domingo, 15h30 e 17h. R$ 70,00. Bilheteria: a partir das 14h (sáb. e dom.). Cc: M e V. Cd: R e V. IC. Estac. (R$ 6,00 por duas horas). Até 1º de julho.

✪✪✪ O GATO DE BOTAS - O MUSICAL, adaptação de Walter Daguerre. Baseada no conto do francês Charles Perrault, a peça conta a história de um moleiro, dono de um moinho, um burro e um gato. Ao dividir sua herança entre os filhos, ele dá o felino (vivido por Chris Penna) ao caçula, Pedro (Ronaldo Dal?Bianco). A princípio descontente, o herdeiro logo percebe que o bichano vai lhe proporcionar boas realizações, incluindo a conquista do amor de uma bela princesa (a ex-paquita Andrea Veiga). O elenco se sai bem, com destaque para a ótima atuação de Penna. Também chamam atenção os bonitos figurinos de Karlla de Luca, responsável ainda pela lúdica cenografia, repleta de cubos que lembram blocos de montar. Embalam a montagem temas compostos para o espetáculo e cantados ao vivo, além de obras de autores eruditos, como Bach. Direção de Daniel Dias da Silva (60min). Livre. Teatro Fashion Mall ? Sala 2 (250 lugares). Estrada da Gávea, 899, São Conrado, ☎ 2422-9800. → Sábado, 17h; domingo, 16h. R$ 50,00. Bilheteria: a partir das 15h (sáb. e dom.). Cc: M e V. Cd: M e V. Estac. (R$ 8,00 por duas horas). Até 26 de fevereiro. Reestreia prometida para sábado (14).

✪✪ LOJA DE BRINQUEDOS, de Claudio Figueira. Espetáculo da Cia. Só de Sapato (de No Fundo do Mar e Bagunça no Zoológico). Menina (Yara Sardenberg) é uma garotinha rica. À procura de algum presente que ainda não tenha recebido, ela conhece, na loja do título, o carente Urso Feliz (Carlos Viegas), o sabido Robô (Marcelo Klein) e outros tipos inventados pelo Criador de Brinquedos (Gabriel Titan). Entre as cenas que arrancam risos dos pequenos sobressaem as palhaçadas da Bola Cansada (a ótima Daniele Falcone). Por outro lado, há coreografias tumultuadas, além da trilha sonora de letras e arranjos óbvios. O bonito cenário é de Clivia Cohen, e os divertidos e extravagantes figurinos são assinados por Marcelo Oliveira. Direção do autor e de Carlos Arthur Thiré (60min). Livre. Reestreou em 7/1/2012. Teatro Vannucci (400 lugares). Rua Marquês de São Vicente, 52 (Shopping da Gávea), Gávea, ☎ 2274-7246. Sábado e domingo, 18h30. R$ 50,00. Bilheteria: a partir das 14h30 (sáb. e dom.). IC. Estac. (R$ 6,00 por duas horas). Até 22 de janeiro.

✪✪✪✪✪ O MENINO QUE VENDIA PALAVRAS, adaptação de Pedro Brício. Baseado no premiado livro de Ignácio de Loyola Brandão, o espetáculo conduz os pequenos por uma aventura sobre a descoberta das palavras, mas dribla o didatismo com um jogo teatral empolgante. Na trama, Vado (Pablo Sanábio) sempre recorre ao pai (Eduardo Moscovis), dono de uma enorme biblioteca, quando os amigos querem saber o significado de uma palavra. É aí que ele tem a ideia de trocar essas informações por algo de valor. O ótimo elenco é completado por Letícia Colin, Renato Linhares, Luciana Fróes e Raquel Rocha. A montagem lúdica estimula a imaginação da plateia ? contando para isso com a ajuda de figurinos coloridos e cenografia com objetos infláveis e projeções, além da direção musical dos tarimbados Pedro Sá e Domenico Lancellotti. Quem assistiu ao espetáculo no ano passado, no Espaço Sesc, vai notar pelo menos uma grande diferença: a ação, que se desenvolvia numa arena, agora se dá sobre um palco italiano. Direção de Cristina Moura (60min). Livre. Teatro dos Quatro (402 lugares). Rua Marquês de São Vicente, 52 (Shopping da Gávea), Gávea, ☎ 2540-6004. Sábado e domingo, 17h. R$ 50,00. Bilheteria: a partir das 14h (sáb. e dom.). IC. Estac. (R$ 6,00 por duas horas). Até 26 de fevereiro. Reestreia prometida para sábado (14).

✪✪ PORQUINHOS - O MUSICAL, adaptação de Dharck Tavares. No palco, os suínos Cícero, Heitor e Prático dão lugar a duas porquinhas (Rosa, vivida por Evelyn Castro, e Kika, por Érika Thomas) e um porquinho (Pietro, interpretado por Rodrigo Fernando). Como na história original, os bichos se veem às voltas com o Lobo Mau (Raí Valadão). Musicalmente, a peça não faz feio, com números ao vivo entoados competentemente pelo elenco. O que destoa é o texto, indeciso entre a fidelidade ao clássico e algumas liberdades despropositadas, como dois bonecos com sotaque caipira e uma Chapeuzinho Vermelho (Rayssa Bentes) absolutamente perdida em cena. Direção de Luis Fernando Bruno e Leandro Bispo (50min). Livre. Reestreou em 5/1/2012. Teatro Miguel Falabella (456 lugares). Avenida Dom Helder Câmara, 5332 (NorteShopping), Cachambi, ☎ 2595-8245. Quinta e sexta, 16h. R$ 30,00. Bilheteria: a partir das 14h (qui. e sex.). Estac. (R$ 4,50 por quatro horas). Até 24 de fevereiro.

A PRINCESA E O SAPO, adaptação de Anderson de Oliveira. Baseado no conto clássico dos irmãos Grimm, o autor transporta o texto original para o universo da literatura de cordel, misturando assim a Europa medieval com o sertão nordestino - evocado nos figurinos. Na história, um príncipe (Leandro Amado) transformado em sapo por uma bruxa malvada encontra em seu caminho uma princesa desbocada e intransigente (Talita Monteiro). Até se acertarem, os dois passarão por uma série de desventuras. Embalam a montagem canções executadas ao vivo pelo elenco, que mesclam gêneros populares do nordeste brasileiro com pitadas eruditas. Direção do autor (60min). Livre. Estreou em 7/1/2012. Teatro Clara Nunes (527 lugares). Rua Marquês de São Vicente, 52 (Shopping da Gávea), Gávea, ☎ 2274-9696. Sábado e domingo, 17h. R$ 50,00. Bilheteria: a partir das 14h (sáb. e dom.). IC. Estac. (R$ 6,00 por duas horas). Até 26 de fevereiro.

Fonte: VEJA RIO