CRIANÇAS

Sassariquinho

Musical é uma versão enxuta, e adorável, de seu antecessor

Por: Lais Botelho - Atualizado em

AVALIAÇÃO ✪✪✪

LEO AVERSA/divulgação
(Foto: Redação Veja rio)

Filhote de um fenômeno dos palcos ? Sassaricando, de 2007, visto por quase 300?000 espectadores ?, o musical é uma versão enxuta, e adorável, de seu antecessor. O tempo de sessão diminuiu, para não cansar a criançada, mas o espírito é o mesmo: um desfile de inspiradas marchinhas, entoadas com alegria por Pedro Miranda, Juliana Diniz, Beatriz Faria e Pedro Paulo Malta, além das crianças Sofia Viamonte e Caio Mendonça.

A seleção de Rosa Maria Araújo e Sérgio Cabral ganha o palco sob a direção de Claudio Botelho. Cenário e figurinos coloridos contribuem para o clima de festa, animado por mais de quarenta composições. Entre as canções que ganham interpretações particularmente divertidas estão Criado com Vó (José Mariano Barbosa e Marambá), Lig-Lig-Lé (Paulo Barbosa e Oswaldo Santiago) e a politicamente incorreta Pode Matar que É Bicho (Haroldo Lobo, Milton de Oliveira e Francisco Alves). Até o encerramento, com Cidade Maravilhosa (André Filho), confete e serpentina, o programa tem tudo para agradar do vovô ao netinho (50min). Rec. a partir de 3 anos. Estreou em 5/10/2013.

Teatro das Artes (421 lugares). Rua Marquês de São Vicente, 52 (Shopping da Gávea), Gávea, ☎ 2540-6004. Sábado e domingo, 17h. R$ 60,00. Bilheteria: a partir das 14h (sáb. e dom.). Até 15 de dezembro.

Só tem fera: também no palco, tocam ao vivo Luiz Filipe de Lima (violão de sete cordas), Henrique Cazes (cavaquinho), Dirceu Leite (sopros), Fabiano Segalote (trombone e tuba) e Oscar Bolão, na bateria e no papel de Rei Momo

Fonte: VEJA RIO