CRIANÇAS

Clássico não sai de cena

Escrita em 1961, Maroquinhas Fru-Fru, de Maria Clara Machado, ganha nova montagem

Por: Rafael Teixeira - Atualizado em

roteiro-criancas-abre.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Bandeirante na juventude, Maria Clara Machado (1921-2001) fazia sessões de teatro de bonecos no Patronato Operário da Gávea, instituição de caridade dedicada a moradores de favelas vizinhas. No mesmo endereço, viria a fundar O Tablado, centro de formação de talentos e palco principal das 28 peças infantis que escreveu. Com uma delas, celebrou, ao mesmo tempo, os dez anos da casa e suas origens teatrais. Em 1961, Maroquinhas Fru-Fru, que, nos tempos de Patronato, era o nome de uma bonequinha de pano, virou um espetáculo com gente no elenco. No sábado (12), no Teatro dos Quatro, a personagem volta à cena em montagem conduzida por José Lavigne ? uma das muitas crias da casa de Maria Clara.

O texto permanece fiel ao original. Maroquinhas (Diana Herzog) vence um concurso de melhor bolo da cidade e ganha, de prêmio, um belo colar de pérolas, para inveja de concorrentes como as irmãs Flores (Patrícia Batitucci, Juliana Guimarães e Mariana Bassoul). Em meio a várias intrigas, a joia acaba sendo roubada. Enquanto tenta recuperá-la, a moça ainda tem tempo de se envolver em um triângulo amoroso com o guarda Damião (Fernando Melvin) e o sacristão Eulálio Cruzes (Pedro Tomé). Composta por Carlos Lyra, a trilha sonora foi reformulada por Tomé Lavigne, filho do diretor. As coreografias das novas canções ficaram a cargo de Marcia Rubin.

Maroquinhas Fru-Fru. Rec. a partir de 5 anos. Teatro dos Quatro (402 lugares). Rua Marquês de São Vicente, 52 (Shopping da Gávea), Gávea, ☎ 2540-6004. Sábado e domingo, 17h. R$ 50,00. Bilheteria: a partir das 14h (sáb. e dom.). IC. Estac. (R$ 6,00 por duas horas). Até 30 de junho. Estreia prometida para sábado (12).

Fonte: VEJA RIO