CRIANÇAS

Fonchito e a Lua

Peça é a primeira adaptação brasileira para o teatro da obra infantil do escritor peruano Mario Vargas Llosa

Por: Lais Botelho - Atualizado em

AVALIAÇÃO ✪✪✪✪✪

LEO AVERSA/DIVULGAÇÃO
(Foto: Redação Veja rio)

Prêmio Nobel de Literatura em 2010, o peruano Mario Vargas Llosa fez uma única incursão no universo infantil, com uma tocante história de amor adaptada aqui pela primeira vez para os palcos. Dirigida por Daniel Herz, nome de peso no teatro adulto, a peça conduz o público em uma experiência sensorial pelo país de origem do autor, evocado na direção de arte do estilista Ronaldo Fraga. Em um espaço no 1º andar do CCBB normalmente utilizado para exposições, a criançada se acomoda em almofadas coloridas, dividindo o lugar com estandartes estampados com motivos do Peru, esteiras de palha e caixas de papelão. Ali é ambientada a história do personagem-título, vivido por Pablo Sanábio ? que acerta mais uma vez, como em O Menino que Vendia Palavras, outra excelente montagem infantil, também idealizada e protagonizada por ele. Apaixonado por Nereida (Thais Belchior), a menina mais bonita do colégio, Fonchito embarca em uma ambiciosa missão para conquistá-la: vencer o céu nublado de Lima, onde se passa a história, para capturar a Lua. Juntam-se a ele na empreitada Marino Rocha, no papel do divertido Martin, e Felipe Lima, como Leon. O clima latino é reforçado por palavras em espanhol, proferidas ao longo da apresentação, como nas divertidas aulas da professora do quarteto (Raquel Rocha), e pela trilha de Paulo Santos, do prestigiado grupo de música instrumental Uakti (60min). Rec. a partir de 6 anos. Estreou em 25/1/2014.

Centro Cultural Banco do Brasil ? Pátio (70 lugares). Rua Primeiro de Março, 66, Centro, ☎ 3808-2020. Sábado e domingo, 17h. R$ 10,00. Bilheteria: a partir das 9h (sáb. e dom.). Até 16 de março.

Vale o aviso: com poucos lugares, a sala lota rapidamente ? a dica é chegar com antecedência.

Fonte: VEJA RIO