CRIANÇAS

Missão natalina

Em A Fábrica de Brinquedos do Papai Noel, a Turma da Mônica dá uma força ao bom velhinho

Por: Rafael Teixeira - Atualizado em

roteiro-criancas-abre.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Mal terminou a exitosa temporada de Era uma Vez na Floresta, espetáculo de mensagem ecológica estrelado pela Turma da Mônica, e os Estúdios Mauricio de Sousa voltaram à carga com A Fábrica de Brinquedos do Papai Noel, que estreou na semana seguinte no mesmo Teatro das Artes. Na história, a máquina de construir brinquedos do bom velhinho quebra quando um duende atrapalhado derruba refrigerante sobre ela. Para consertá-la a tempo de poder entregar os presentes, Noel decide convocar Franjinha, o pequeno cientista do bairro do Limoeiro. Como não poderia deixar de ser, seus amigos Mônica, Cebolinha, Cascão e Magali juntam-se a ele na viagem até o Polo Norte.

Comparado à montagem que o antecedeu, também dirigida por Mauro Sousa, filho de Mauricio, o espetáculo leva boa vantagem. Ainda que simplória, sem nenhuma dificuldade que se interponha entre a turminha e seu objetivo, a trama dá aos divertidos números musicais a liga que faltava em Era uma Vez na Floresta. O cenário chama atenção, enfeitado por mais adereços e movimentado por peças como as engrenagens da máquina do Papai Noel. Mais uma vez, as canções são dubladas, mesmo pelos coadjuvantes que não vestem máscaras. Encantadas com os personagens, as crianças não dão a menor bola para isso.

A Fábrica de Brinquedos do Papai Noel (55min). Livre. Estreou em 19/11/2011. Teatro das Artes (457 lugares). Rua Marquês de São Vicente, 52 (Shopping da Gávea), Gávea, ☎ 2540-6004. Sábado e domingo, 15h e 17h. R$ 60,00. Bilheteria: 15h/20h (ter. a sex.); a partir das 14h (sáb. e dom.). Cc: M. Cd: R. IC. Estac. (R$ 6,00 por duas horas). Até dia 18.

Fonte: VEJA RIO