CRIANÇAS

Liga dos bloquinhos

Uma parte da programação do Carnaval de rua carioca é exclusividade da garotada

Por: Bruna Talarico - Atualizado em

Alexandre Macieira / Riotur (ao lado). Divulgação (acima)
(Foto: Redação Veja rio)

No ano passado, horas antes de o irreverente Que M... É Essa? ganhar as ruas de Ipanema, uma concentração de precoces foliões, de fantasia caprichada, foi embalada por músicas do folclore nacional e clássicas marchinhas. Nome (Que Caquinha É Essa?) e símbolo (um penico) gaiatos deixavam claro que o cordão era uma versão para menores da atração seguinte. No domingo (10), em frente ao bar Paz e Amor, na esquina das ruas Garcia d?Ávila e Nascimento Silva, a agremiação infantil volta a desfilar. A farra vai das 10h30 às 15h. Na mesma linha, o Largo do Machadinho, Mas Não Largo do Suquinho divide espaço com o Largo do Machado, Mas Não Largo do Copo. Apadrinhado por Ziraldo, com repertório de marchinhas e cirandas clássicas, como Atirei o Pau no Gato, o bloco se concentra, mas não sai, na boca da estação do Metrô do Largo do Machado, na segunda-feira 11, das 9h às 14h.

No mesmo dia, às 16h, entra em cena a veterana da turma: a Bandinha de Ipanema, criada há nove anos a partir da Banda de Ipanema, exibe versões para cantigas de roda na Praça General Osório. Completam o programa a distribuição de adereços e, de tempos em tempos, um rápido desfile em torno do chafariz. Exceção na lista, o Gigantes da Lira já nasceu como bloco de crianças, mas vem sendo cada vez mais frequentado pelos adultos. Mesmo assim, muitos pais ainda levam seus filhos fantasiados para jogar confete e serpentina no trajeto Rua General Glicério acima e Rua Cristóvão Barcelos abaixo. O cortejo volta a acontecer neste domingo (3), às 9h.

Gigantes da Lira. Praça Aliança, Laranjeiras. Domingo (3), 9h. Que Caquinha É Essa?. Rua Garcia D?Ávila, 173, Ipanema. Domingo (10), 10h30. Largo do Machadinho, Mas Não Largo do Suquinho. Largo do Machado. Segunda (11), 9h. Bandinha de Ipanema. Praça General Osório, Ipanema. Segunda (11), 16h.

Fonte: VEJA RIO