CRIANÇAS

Aventuras de Alice no País das Maravilhas

Grupo mineiro de teatro de bonecos com prêmios e prestígio internacionais, o Giramundo leva a peça ao Sesc Ginástico em curta temporada

Por: Bruna Talarico - Atualizado em

Andre Carvalho/divulgação
(Foto: Redação Veja rio)

Grupo mineiro de teatro de bonecos com prêmios e prestígio internacionais, o Giramundo leva ao Sesc Ginástico, em curta temporada, seu 34º e mais recente espetáculo. A peça encerra a trilogia Mundo Moderno, depois de Pinocchio (2005) e Vinte Mil Léguas Submarinas (2007). No palco, 55 títeres de produção própria contracenam com um ator de verdade - Beto Militani faz as vezes de narrador no papel do escritor Lewis Carroll (1832-1898), o autor da célebre história original. A tecnologia proporciona uma das surpresas da montagem. Um dos bonecos dispensa manipuladores: é digital, animado ao vivo através da técnica de motion capture, mais comum no cinema. Estrelas da música participam da encenação. Com 27 composições, a trilha sonora é de John Ulhoa, guitarrista do Pato Fu. Cantora da banda e sua mulher, Fernanda Takai dubla a protagonista Alice. E o eterno mutante Arnaldo Baptista, não por acaso, assume a voz do Chapeleiro Maluco.

Teatro Sesc Ginástico (513 lugares). Avenida Graça Aranha, 187, Centro, ☎ 2279-4027. → Quinta (25) a domingo (28), 19h. R$ 20,00. Bilheteria: a partir das 13h (sáb. e dom.).

Fonte: VEJA RIO