CRIANÇAS

Mad Max para menores

Personagens de A Hora do Poço ou a Boca do Céu, que estreia no CCBB, vagam por um planeta devastado

Por: Lais Botelho - Atualizado em

Marina Andrade/divulgação
(Foto: Redação Veja rio)

Em um futuro não muito distante, o planeta está devastado por mudanças climáticas. Com oceanos, rios e lagos secos, os poucos sobreviventes procuram se agrupar em vilas ao redor dos pequenos poços nos quais ainda encontram água, uma preciosidade. Nesse apocalíptico cenário de ficção científica se desenvolve a trama de A Hora do Poço ou a Boca do Céu, espetáculo escrito e dirigido por Fabiano Boechat que estreia no sábado (2), no CCBB. Em cena, Rapazinho (Thiago Magalhães) e Marina (Vitória Frate) vivem na Aldeia do Adeus, mas decidem partir por terras desérticas em busca de fontes d?água mais abundantes. Tati Pasquale e Fabiano Nunes completam o elenco da aventura recheada de personagens curiosos, como o Passado, o Palhaço Mendigo, a Mulher Guarda-Chuva e a Serpente Bipolar. A montagem contou com a supervisão de uma especialista em público infantil: Karen Acioly, autora de 31 peças e onze livros destinados aos pequenos (60min). Rec. a partir de 7 anos. Estreia prevista para sábado (2).

Centro Cultural Banco do Brasil ? Teatro II (155 lugares). Rua Primeiro de Março, 66, Centro, ☎ 3808-2020. Sábado e domingo, 16h. R$ 10,00. Bilheteria: a partir das 9h (sáb. e dom.). Até 22 de dezembro.

Fonte: VEJA RIO