O MEU AMIGO OCULTO É...

75 sugestões de livros recém-lançados para presentear

Separamos novas publicações para te ajudar a escolher aquele presente que está faltando

Por: Thayz Guimarães - Atualizado em

A origem exata da brincadeira é desconhecida – algumas fontes remetem à Grécia antiga, outras aos povos nórdicos do século XVIII –, mas uma coisa é certa: seja em casa ou no trabalho, o Amigo Oculto (e suas variações) já se tornou uma tradição das festas de fim de ano.

Mas, e se o seu sorteado for uma pessoa que você mal conhece? Sabe aquele colega de trabalho que senta longe e vocês só se cumprimentam por formalidade? Então... Escolher o presente do amigo secreto ou de Natal para aquele parente mais distante da família nem sempre é tarefa fácil, aliás, quase nunca!

+ 50 presentes inovadores para esse Natal

Pensando nisso, Veja Rio resolveu dar uma ajudinha e listou 75 sugestões de livros recém-lançados, entre R$ 19,50 e R$ 89,90. Tem pra todos os gostos (e todos os bolsos)!

AUTOAJUDA

Viver Com Fé
Viver Com Fé: inspirações para o dia-a-dia (Foto: Reprodução)
  • Viver Com Fé (Casa da Palavra; R$ 34,90; 112 págs.).

Depois do grande sucesso de vendas do livro Viver Com Fé, chega agora uma versão feita especialmente para acompanhar o leitor no seu dia a dia. Nele, você encontra as frases mais inspiradoras das histórias contadas para Tissa e Cissa Guimarães durante o programa no canal GNT. Os relatos emocionantes de fé de artistas, como Maria Bethania, Elba Ramalho, Zeca Pagodinho, Gilberto Gil, entre outros, e de pessoas que tiveram grandes experiências agora são traduzidos em frases emocionantes que você vai querer levar aonde for e dar de presente aos amigos mais queridos.

BIOGRAFIAS/ MEMÓRIAS

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

  • Meu Caminho É Chão e Céu (Editora Record; R$ 30,00; 176 páginas)

No livro, Dadi (Novos Baianos) narra sua trajetória pessoal e musical, com altos e baixos, desde os tempos de colégio até o lançamento de seu primeiro solo, em 2005. As grandes parcerias também ganham espaço privilegiado no texto despojado, juntamente com depoimentos de ases da música popular brasileira como Rita Lee, Caetano Veloso, Moraes Moreira, André Midani, Arnaldo Antunes, Marisa Monte e Roberto de Carvalho.

  • Guga, Um Brasileiro (Editora Sextante; R$ 39,90; 384 págs.).

Com o mesmo estilo modesto e divertido que o caracteriza como jogador, Gustavo Kuerten narra histórias da infância em Florianópolis até o topo do hanking mundial, passando pelo tricampeonato em Roland Garros.

  • Jimi Hendrix por ele mesmo (Editora Zahar; R$ 39,90; 211 págs.)

Com base em uma pesquisa meticulosa de mais de vinte anos, Alan Douglas, produtor musical e amigo de Hendrix, e o documentarista Peter Neal montaram esse quebra-cabeça e agora o apresentam em forma narrativa.  O resultado é a história de Jimi Hendrix contada por ele mesmo, com suas próprias palavras e do modo que só ele poderia contar.

  • Livre (Editora Objetiva; R$ 39,90; 375 págs.)

Livre é o título do livro que inspirou o filme homônimo, previsto para chegar aos cinemas em janeiro de 2015, com Reese Whisterspoon no papel principal. Sucesso de vendas e crítica, Livre conta a história de sobrevivência e redenção da autora Cheryl Strayed, que aos 22 anos achou que tivesse perdido tudo, mas resolveu ir atrás dos pedaços de uma vida em ruínas. Lançado em 2013 pela Objetiva, o livro acaba de ganhar uma reedição com nova capa adaptada com a arte do filme.

  • Chacrinha – A Biografia (Editora Casa da Palavra; R$ 49,90; 368 págs.)

No ano em que são celebrados os 26 anos da morte de Abelardo Barbosa, o Chacrinha, Denilson Monteiro assina esta biografia ilustrada e bem-humorada, repleta de fotos e fatos curiosos e pouco conhecidos da história do maior comunicador brasileiro.

  • Vale Tudo (Editora Objetiva; R$ 49,90; 392 págs.)

Lançado em 2007, Vale Tudo é uma referência no gênero, sendo um sucesso de vendas até hoje. Escrita pelo jornalista Nelson Motta, a obra foi adaptada para o cinema este ano e acaba de ganhar uma reedição com direito a capa nova, em referência direta ao longa de Mauro Lima. Ideal para quem quer conhecer mais a fundo a vida e a obra do rei do samba-soul, Tim Maia.

  • Edu Lobo: São bonitas as canções – Uma biografia musical (Edições de Janeiro; R$ 59,90; 248 págs.)

Ao longo de mais de 50 anos de carreira, Edu Lobo tem sido responsável por renovar o cenário musical brasileiro, fazendo uma original mistura de referências, gêneros e ritmos e atravessando fronteiras. A biografia ilustrada leva a assinatura do jornalista Eric Nepomuceno.

  • Quem Samba Tem Alegria (Civilização Brasileira; R$ 65,00; 644 págs.)

Em Quem samba tem alegria, Gonçalo Junior conta a vida, a obra e o tempo de Assis Valente, autor de músicas fundamentais da chamada Era de Ouro do Rádio, como Boas Festas (“Eu pensei que todo mundo fosse filho de Papai Noel”), Cai Cai Balão, Brasil Pandeiro e Camisa Listrada, entre tantas outras. Um talentoso e incompreendido artista que encontrou na solidão e na tristeza, trazidas da infância sofrida, a inspiração para criar alguns dos mais importantes clássicos da MPB.

CINEMA

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

  • Cinema ou Sardinha 2: Vivas, Bem Vivas (Editora Gryphus; R$ 34,90; 124 págs.)

Neste segundo volume, Guillermo Cabrera dá continuidade às reflexões cinematográficas apaixonadas com a sua sempre dose mordaz de ironia. Seus escritos compõem uma abordagem ampla sobre filmes, atores e diretores, misturando literatura, cinema, sua vida real e ficção com perspicácia e humor.

  • Doctor Who: 12 autores, 12 Histórias (Editora Rocco; R$ 48,00; 480 págs.)

Coletânea de histórias inéditas do cultuado personagem da série de TV britânica, Doctor Who: 12 doutores, 12 histórias reúne contos protagonizados pelo famoso Senhor do Tempo e sua indefectível nave espacial TARDIS, assinados pelos maiores nomes da literatura fantástica da atualidade.

  • 100 Filmes – Da Literatura Para o Cinema (Editora Best Seller; R$ 79,00; 352 páginas)

Ótima pedida para os cinéfilos e amantes da literatura. Como o título sugere, o livro apresenta uma lista de cem obras literárias que viraram filme, incluindo diversas produções cults e europeias, além de clássicos de Hollywood, como Apocalypse Now, A Fantástica Fábrica de Chocolate, O Estranho Mundo de Jack e Planeta dos Macacos. 

CLÁSSICOS/ GRANDES AUTORES

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

  • Coleção Humberto de Campos – Renascendo 80 anos depois

Um dos cronistas mais populares de sua época, Humberto de Campos (1886-1934) tem sua obra reeditada em quatro títulos: Contos Satíricos do Conselheiro XX (Editora Tinta Negra; R$ 52,50; 296 págs.), Poesias completas (Editora Tinta Negra; R$ 25,00; 88 págs.), Contos e Crônicas (Editora Tinta Negra; R$ 45,00; 252 págs.) e o polêmico Diário Secreto (Editora Tinta Negra; R$ 29,00; 168 págs.), no qual o autor tece comentários mordazes sobre seus contemporâneos.

  • 20 Mil Léguas Submarinas (Editora Zahar; R$ 29,90; 504 págs.)

Obra mais famosa de Jules Verne e um clássico da literatura mundial, 20 Mil Léguas Submarinas foi publicado em 1870 e devorado por leitores de todas as idades. Essa edição apresenta o texto integral em tradução primorosa, cerca de 30 ilustrações originais, capa dura e acabamento de luxo.

  • O Tempo (Editora Rocco; R$ 34,50; 264 págs.)

Depois do bem-sucedido As palavras, que vendeu mais de 30 mil exemplares, a coletânea O Tempo traz novas frases, sensações e pensamentos esculpidos por Clarice Lispector em sua extensa e profícua obra, selecionados a partir da leitura cuidadosa e criteriosa do professor Roberto Corrêa dos Santos, um dos maiores estudiosos da autora. Um convite à (re)leitura de uma das mais importantes escritoras do século XX, o livro cobre obras como Laços de família, Felicidade Clandestina e A maçã no escuro, entre outras, além de parte da correspondência de Clarice.

  • Mensagem (Edições de Janeiro; R$ 34,90; 176 págs.)

Única obra publicada em vida por Fernando Pessoa (1888-1935), o livro é uma exaltação ao passado glorioso português e aos personagens que edificaram Portugal. A edição conta com ensaios escritos por Cleonice Berardinelli, especialista na obra do poeta lusitano, e reproduções de documentos originais e manuscritos de Pessoa.

  • A Redoma de Vidro (Biblioteca Azul; R$ 39,90; 280 págs.)

Fora das prateleiras há anos, o único romance de Sylvia Plath retorna às livrarias graças ao selo Biblioteca Azul. A narrativa do livro é inspirada no verão de 1952, quando a autora tentou o suicídio e foi internada em uma clínica psiquiátrica. Com uma prosa elegante, a obra extrai de forma corajosa a força com que a poeta americana lidou com a doença mental.

  • O Diário de Anne Frank (Editora Record; R$ 55,00; 416 págs.)

Com cerca de 500 mil exemplares vendidos somente no Brasil, o livro voltou a despertar interesse no público jovem com a menção de Anne Frank no filme A Culpa é das Estrelas, estando há semanas nas listas de mais vendidos. Essa edição especial com capa dura, para colecionadores, traz um novo projeto gráfico, com imagens inéditas, a padronagem do diário original na capa, posfácio com informações atualizadas e uma carta da Unicef, que receberá a maior parte dos recursos obtidos com a venda do livro.

  • Pornô Chic (Biblioteca Azul; R$ 59,90; 276 págs.)

Esta edição ilustrada reúne os quatro livros obscenos de Hilda Hilst: O Caderno Rosa de Lori Lamby, Contos d’Escárnio – Textos Grotescos, Cartas de um Sedutor e Bufólicas.

  • David Copperfield (Cosac Naify; R$ 79,00; 312 págs.)

Um dos pilares da literatura ocidental moderna, Charles Dickens é até hoje fonte de inspiração para muitos escritores. Semi-autobiográfico, David Copperfield foi publicado em forma de folhetim entre 1849 e 1850. A edição recém-lançada inclui textos críticos de Jerome H. Buckley, Sandra Guardini Vasconcelos e Virginia Woolf.

CRÔNICAS/ CONTOS

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

Don’t repair the mess. The house is yours. I make question. Pardon anything. Go with god. Come back always. Publicada em julho de 2014, a crônica que dá título a este volume, que cria uma conversa imaginária entre um brasileiro e um gringo visitando o Brasil durante a Copa, rapidamente se tornou um viral de internet com mais de 230 mil compartilhamentos, até ser comentada em artigo do Washington Post. De autoria de Gregório Duvivier, humorista do canal Porta dos Fundos, o livro reúne crônicas, esquetes e textos inéditos do autor.

  • Noites Lebloninas (Editora Objetiva; R$ 29,90; 103 págs.)

João Ubaldo Ribeiro consagrou-se como um dos maiores romancistas da literatura brasileira, capaz de compor livros envolventes, como Sargento Getúlio, satíricos, como A casa dos budas ditosos, e grandes romances de formação da identidade nacional, como Viva o povo brasileiro. Ele era também preciso na narrativa curta, e Noites lebloninas é um ótimo exemplo dessa outra faceta. O projeto, inacabado, seria composto por uma série de textos sobre a boemia carioca, mas o escritor terminou apenas dois dos contos antes de sua morte repentina. Eles mostram, no entanto, como Ubaldo era, acima de tudo, um mestre na arte de contar uma boa história. Festas intermináveis, porres quase fatais. Botequins e bebedores singulares. Os cenários e os personagens do Baixo Leblon ganham vida nestes dois contos, narrados por um porteiro que tudo vê e tudo escuta.

  • A Camisa do Marido (Editora Record; R$ 32,00; 160 págs.)

A escritora e integrante da ABL Nélida Piñon apresenta nove contos inéditos dedicados a Machado de Assis e que giram em torno das complexas relações familiares.

  • O Beijo na Nuca (Editora Record; R$ 32,00; 144 págs.)

Dono de um estilo único, o premiado escritor Dalton Trevisan retorna ao conto brasileiro nessa coletânea de 48 histórias que mesclam textos trágicos e apaixonantes.

  • Sete Anos (Companhia das Letras; R$ 34,90; 132 págs.)

Em 2010, Fernanda Torres iniciou colaboração com o caderno Poder da Folha de S.Paulo. Sua missão era escrever sobre as eleições para a presidência. Muitos dos textos sobre política incluídos em Sete Anos tiveram origem nesse período. Mas há um texto inédito. É o pungente “Despedida”, que trata da morte de seu pai. Por pudor, Fernanda preferira não publicá-lo à época, mas agora decidiu compartilhar a experiência dolorosa com seus leitores.

CURIOSIDADES 

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

  • 50 Máquinas que Mudaram o Rumo da História (Editora Sextante; R$ 49,90; 224 págs.)

O livro ilustrado reúne os inventos mais emblemáticos dos últimos dois séculos, como o robô industrial e o computador, por exemplo, e mostra de que forma eles impulsionaram o desenvolvimento da civilização humana.

  • As Piores Decisões da História (Editora Sextante; R$ 49,90; 256 págs.)

Um guia com os maiores equívocos da humanidade, desde o momento em que Eva resolveu morder a maçã até o acidente em Chernobyl.

ENSAIOS

Shakespeare o que as peças contam
Shakespeare: o que as peças contam – Tudo o que você precisa saber para descobrir e amar a obra do maior dramaturgo de todos os tempos (Foto: Reprodução)
  • Shakespeare: o que as peças contam – Tudo o que você precisa saber para descobrir e amar a obra do maior dramaturgo de todos os tempos (Edições de Janeiro, R$ 55,00; 418 págs.)

Maior especialista em Shakespeare no Brasil, a crítica teatral Barbara Heliodora aborda todas as 37 peças escritas por Shakespeare, apresentando seus enredos, personagens e uma seleção dos melhores momentos de cada um dos textos clássicos, desde os famosos Romeu e Julieta, Hamlet e Otelo, até textos menos conhecidos, como A Comédia dos Erros e Noite de Reis.

GASTRONOMIA

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

Do mesmo autor de  Cervejas, Brejas e Birras, o livro traz uma seleção com as cem melhores cervejas produzidas, atualmente, no Brasil.

  • Guia Bem-Te-Vi de Gastronomia do Rio de Janeiro (Editora Bem-Te-Vi; R$ 30,00; 392 págs.).

Guia com 300 restaurantes do Rio de Janeiro selecionados e classificados por dois dos melhores críticos de gastronomia da imprensa brasileira, Rodolfo Garcia e Luciana Plaas.

Este livro dispensa comentários! Caio Novaes começou a gravar uma série de vídeos de culinária em 2009. Rapidamente, o que era brincadeira virou papo sério e hoje o Ana Maria Brogui já tem mais de 750 mil inscritos no canal do Youtube e uma média de 3 milhões de visualizações por mês. O livro traz uma compilação das 100 primeiras receitas publicadas por Caio na internet. Vodca ice, frango crocante, sonho de padaria, churros da Dona Florinda, rosquinhas do Homer, hambúrguer de siri e costela com barbecue são apenas algumas das delícias que podem ser encontradas na publicação.

  • Eles Também na Cozinha – Aventuras Gastronômicas e Receitas de Homens Célebres (Editora Evânio Alves; R$49,90; 279 págs.).

Terceiro livro de Evânio Alves sobre celebridades, Eles Também na Cozinha revela aventuras gastronômicas e receitas dos homens mais famosos do planeta, um total de mais de 50 astros do cinema, teatro, música e também da literatura. Entre eles os americanos Clark Gable, Paul Newman, Humphrey Bogart, Jack Lemon, Hemingway. Os franceses, Gérard Depardieu, Sartre, Fernandel. Os brasileiros Vinicius de Moraes, Tom Jobim, Fernando Sabino e muitos outros.

  • Bela Cozinha: As Receitas (Globo Estilo; R$ 49,90; 176 págs.)

Contrariando o mito de que a comida saudável é sem graça, Bela Gil mostra que é possível se alimentar de forma equilibrada, privilegiando ingredientes naturais, sem perder o sabor. O livro contém 50 pratos deliciosos apresentados por Bela em seu programa no GNT.

  • Gula Gula: Cozinha Carioca (Editora Réptil; R$68,00; 104 págs.).

Histórias curiosas do restaurante Gula Gula se misturam às do Rio de Janeiro e de clientes habitués. O livro oferece também um monte de receitas gostosas e fáceis de fazer, como a salada mediterrânea e o frango crocante. O texto é de Alice Granato e as receitas de Nanda de Lamare.

GUIAS

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

  • Carioca de A a Z – 50 sacadas pra curtir o Rio (Editora Réptil; R$ 50,00; 88 páginas)

Com versão em português e em inglês, o livreto em estilo almanaque apresenta cinquenta “verbetes” típicos da cidade maravilhosa. Na lista não poderiam faltar itens como açaí, altinha, arpex, baixo, Já é!, tijucano, ovo rosa e partiu.

  • Alma do Rio (Editora Réptil; R$ 50,00; 284 págs.)

Nesta publicação bilíngue Cynthia Howllet traz o olhar carioca sobre seus lugares e passeios preferidos no Rio de Janeiro. O livro, ilustrado com fotografias e aquarelas, parece um moleskine, bastante gracioso.

HISTÓRIA/ REPORTAGEM

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

  • O Médico Alemão (Editora Gryphus; R$ 39,90; 174 págs.).

Sinistro, cativante a assombroso, O Médico Alemão, da espanhola Lucía Puenzo, narra a história do sádico médico nazista Josef Mengele. A trama se passa no verão de 1960, na região mais isolada da Patagônia. Sua vítima é a pequena Lilith que, em pleno despertar da sexualidade, sente uma inquietante atração pelo forasteiro.

  • As cicatrizes vermelhas – Primeira Guerra Mundial: França e Bélgica ocupadas (Editora Tinta Negra; R$ 45,00; 304 págs.)

Annete Becker joga novas luzes sobre os horrores das linhas de combate durante a Primeira Guerra Mundial. Por meio da história de civis (e não de soldados), o livro explora pontos pouco conhecidos dessa história.

  • Tudo ou Nada: Eike Batista e a Verdadeira História do Grupo X (Editora Record; R$ 55,00; 546 págs.)

Malu Gaspar, editora da revista Veja e especialista no setor energético, levantou documentos e depoimentos inéditos para escrever Tudo ou Nada. O resultado é uma pesquisa espantosa sobre Eike Batista e sua trajetória fulgurante de ascensão (e não sem alguns tombos no caminho) desde o início dos anos 1980 até a queda brutal em 2012/13.

+ Eike Batista no banco dos réus

  • Rebeldia de Nobel (Editora Tinta Negra; R$ 65,00; 176 págs.)

Fruto de três anos de trabalho, esta encadernação elegante traz conversas com 16 autores prêmios Nobel de Literatura, entre eles José Saramago e Gabriel Garcia Márquez. As belíssimas fotografias são de autoria de Kim Manresa.

  • Uma História do Mundo em Doze Mapas (Editora Zahar; R$ 89,90; 616 págs.)

Da tabuleta de argila à tela de computador, passando por Ptolomeu, o pai da geografia, pelos mundos árabe e oriental e pelo Renascimento, o historiador e especialista em cartografia Jerry Brotton explora doze dos mapas mais importantes da história, num panorama repleto de controvérsias e manipulações. Repleto de belíssimas ilustrações, o autor analisa os mapas abaixo recriando o contexto de cada um deles, conta as histórias de quem os criou e por quê, e revela a sua influência sobre a forma como vemos o mundo.

HUMOR

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

  • Listografia (Editora Intrínseca; R$ 34,90; 160 págs.)

Com milhares de exemplares vendidos nos Estados Unidos e na Inglaterra, Listografia, de Lisa Nola, convida o leitor a colocar no papel pedaços de sua vida pessoal, incentivando a criatividade e o resgate de memórias queridas por meio de listas. 

  • Bíblia – versão não autorizada (Editora Tinta Negra; R$ 68,00; 224 págs.)

Versão HQ, bem-humorada e em linguagem atual do livro sagrado.

  • Como Escrever Humor (Editora Gryphus; R$ 39,90; 230 págs.)

Neste livro, a dupla de comediantes Mel Helitzer e Mark Shatz ensina dicas, teorias e conselhos (imperdíveis) para quem deseja se tornar um redator de humor. Dividida em 11 capítulos, a obra inclui fundamentos da redação e tiradas de mais de 100 ícones da comédia, como Woody Allen, David Letterman e Robin Williams.

INFANTIL

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

  • O Paraíso São os Outros (Cosac Naify; R$ 36,90; 32 págs.)

Depois de conquistar milhares de leitores brasileiros com seus romances fortes e emotivos, o escritor português dedica uma obra inédita ao público infantil e juvenil. No livro, ele dá sequência a um trecho de seu livro A Desumanização, inspirado na célebre frase de Jean-Paul Sartre “o inferno são os outros”: o amor entre duas pessoas. Com isso, Valter Hugo propõe, neste livro, uma relação direta com seus textos, o que torna a obra atraente também para os fãs maduros.

  • A Raiva (Editora Zahar; R$ 39,90; 40 págs.)

“No começo era só uma raivinha à toa. Uma coisa boba, que nem tinha razão de ser, mas que, mesmo assim, era.” Assim como a vontade de tirar um cochilo, de tomar um sorvete ou de ler esse livro. Só que essa raivinha que era à toa começou a crescer, crescer, crescer... Será que ela vai tomar conta da história toda? Dos mesmos autores de Quem soltou um pum?, esse livro ilustrado fala sobre como um sentimento pode crescer e tomar conta de cada um. Uma história de autoconhecimento para leitores de todas as idades.

Para crianças de qualquer idade, a antologia organizada e ilustrada por Adriana Calcanhotto reúne poetas do século XIX ao XXI, conhecidos e nem tanto assim. De Gonçalves Dias a Gregório Duvivier, passando por Carlos Drummond de Andrade, Manoel Bandeira, Vinícius de Moraes, Adélia Prado e Paulo Leminski. Edição ampliada.

  • As Surpreendentes Aventuras do Barão de Munchausen (Cosac Naify; R$ 89,90; 198 págs.)

As engraçadas, absurdas e inéditas histórias do Barão de Munchausen (1720-1797) são reunidas neste livro que faz jus a sua importância literária: 198 páginas coloridas, em formato de grandes proporções, capa dura e 49 magistrais ilustrações de Rafael Coutinho. Publicadas pela primeira vez em 1785 por Rudolf Erich Raspe (1736-1794), imediatamente a edição correu a Europa e vários autores acrescentaram histórias às dezessete iniciais. A última versão foi publicada em 1793. Tal edição, inédita em português, foi a usada para tradução. Além dos conhecidos causos, esta versão traz uma segunda parte na qual o Barão viaja para a África, acrescentando sarcasmo ao comportamento eurocêntrico da época e mantendo o tom absurdo dos relatados da primeira parte. Assim, podemos nos divertir em dobro com a ponte construída pelo Barão, que liga a África à Inglaterra, ou a redescoberta da Biblioteca de Alexandria e até o confronto do Barão com Dom Quixote. O tradutor manteve o estilo empolado do original mesclando-o com expressões coloquiais, um recurso que acentua o caráter cômico do texto.

JUVENIL

360 Dias de Sucesso
Thalita Rebouças: 360 Dias de Sucesso (Foto: Reprodução)
  • 360 Dias de Sucesso (Editora Rocco; R$ 27,50; 304 págs.)

Sucesso de público, Thalita Rebouças lança agora esta falsa biografia de uma banda de rock, com direito a trilha sonora, dores e delícias da fama, humor, ironia, romances e amores não correspondidos. O livro apresenta um formato quase musical, com a inserção de ícones que remetem aos players eletrônicos de dispositivos móveis, com direito à playlist e letra de música cifrada ao final. 

MÚSICA

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

  • Coleção O Livro do Disco (Editora Cobogó; R$ 32,00 cada)

Pesquisas, entrevistas, reportagens e histórias de bastidores de canções dão liga à coleção de ensaios sobre grandes discos nacionais e internacionais. Os textos são assinados por críticos, músicos, escritores, produtores, e pesquisadores. Lado B Lado A (O Rappa), 128 págs., A Tábua de Esmeraldas (Jorge Ben Jor), 136 págs.; Estudando o Samba (Tom Zé), 144 págs.; Daydream Nation (Sonic Youth), 192 págs.; Entroducing… (DJ Shadow), 104 págs.; The Velvet Underground and Nico (Velvet Underground), 152 págs.

  • Vou Te Contar (Editora Rocco; R$ 34,50; 206 págs.)

Organizado por Celina Portocarrero, o livro celebra, em 20 histórias, a nossa música e literatura ao convidar autores brasileiros para relembrarem Tom Jobim, através das canções do compositor, 20 anos após sua morte. De nomes consagrados a estreantes, cada um deles escolheu uma música entre as 36 de autoria exclusiva de Antônio Carlos Jobim. O livro traz fotos do Rio a cada abertura de capítulo.

+ Dez curiosidades sobre Garota de Ipanema

+ Orla de Ipanema ganha estátua de Tom Jobim

  • Musas e Músicas – A mulher por trás da canção (Editora Tinta Negra; R$ 45,00; 160 págs.)

Quem são na verdade Madalena, Espanhola, Amélia, Anna Júlia e Kátia Flávia, a Godiva do Irajá? Musas e Músicas apresenta as amadas e amantes que que inspiraram a música brasileira.

NEGÓCIOS/ ADMINISTRAÇÃO  

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

  • Geração de Valor (Editora Sextante; R$ 39,90; 208 págs.)

Em menos de um mês Geração de Valor já vendeu 30 mil exemplares e está indo para a segunda edição. Flávio Augusto, o autor, é um fenômeno nas redes sociais (mais de 2 milhões de likes). É um livro de negócios, mas com uma proposta diferente, voltada para os jovens adultos que pretendem empreender.

+ O magnata do futebol

  • Adeus, Aposentadoria (Editora Sextante; 29,90; 160 págs.)

Novo livro do Gustavo Cerbasi, consultor e autor de Casais Inteligentes Enriquecem Juntos, propõe uma nova forma de enxergar o trabalho e de lidar com o dinheiro, com conselhos atualizados sobre a melhor maneira de se educar, de investir, de empreender e de gerenciar a carreira.

  • Criatividade S.A. (Editora Rocco; R$ 39,50; 320 págs.)

Em Criatividade S.A., Ed Catmull conta a trajetória de sucesso do mais importante e lucrativo estúdio de animação da atualidade, a Pixar, que ele ajudou a fundar, ao lado de Steve Jobs e John Lasseter, em 1986. Dos encontros da equipe às sessões de brainstorm, o autor conta a história da empresa que revolucionou a indústria de animação cinematográfica e divide com o leitor sua experiência na gestão de uma das mais bem-sucedidas companhias de criação do mundo, mostrando como se constrói uma cultura dacriatividade, num livro definitivo para quem busca inspiração para os próprios negócios.

  • De Volta ao Mosteiro: O Monge e o Executivo Falam de Liderança e Trabalho em Equipe (Editora Sextante; R$ 24,90; 192 págs.)

Um dos maiores fenômenos editoriais de todos os tempos, O Monge e o Executivo, publicado no Brasil em 2004, vendeu mais de 3 milhões de exemplares no país e está listas dos livros mais vendidos nesses 10 anos.Em De volta ao Mosteiro, Hunter retoma a história do monge e do executivo dois anos depois do retiro onde se conheceram. Eles se reúnem com os outros cinco participantes do primeiro seminário em busca de uma compreensão mais profunda sobre a formação de grandes líderes.

POESIA

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

  • Segundo – Eu me chamo Antônio (Editora Intrínseca; R$ 29,90; 192 págs.).

Frases irreverentes e poéticas, registradas entre desenhos a caneta em guardanapos. Com essa receita curiosa, Pedro Gabriel, fenômeno na internet, lança um novo livro: Segundo — Eu Me Chamo Antônio. A novidade é a presença de fragmentos soltos que o autor escreve em seu bloco de anotações.

  • Pó de Lua (Editora Intrínseca; R$ 34,90; 192 págs.)  

Com mais de 1,3 milhão de seguidores no Facebook e 30 mil livros vendidos desde o final de agosto, Clarice encanta seus leitores com seus escritos e desenhos, uma receita infalível "para diminuir a gravidade das coisas".

  • Haicai do Brasil (Edições de Janeiro; R$ 48,90; 160 págs.)

Depois de lançar a Antologia Ilustrada da Poesia Brasileira, sucesso com mais de 60 mil exemplares vendidos em menos de um ano, Adriana Calcanhotto organiza Haicai do Brasil. No novo livro, Adriana selecionou 33 autores – como Manuel Bandeira, Carlos Drummond, Paulo Leminski, Mario Quintana e Erico Verissimo – que se arriscaram no haicai, pequeno poema escrito em três versos de 5-7-5 sílabas.

  • O prazer do poema – uma antologia pessoal (Edições de Janeiro; R$ 58,00; 368 págs.)

Borges, Brecht, Ginsberg, Artaud, Rimbaud, Drummond, Cecília Meireles, Baudelaire, Emily Dickinson, Fernando Pessoa, João Cabral de Melo Neto, Manuel Bandeira, Mário de Andrade, Mário de Sá-Carneiro, Quintana, Neruda, Rilke, Stéphane Mallarmé, T.S. Eliot, Vinicius de Moraes, Walt Whitman. Estes são apenas alguns dos mais de 80 poetas que integram a antologia organizada por Ferreira Gullar.

POLICIAL

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

  • Fogo-Fátuo (Editora Rocco; R$ 29,50; 304 págs.)

O superficial mundo da fama e a pesada rotina do submundo policial são os fios narrativos do novo romance de Patrícia Melo, um dos nomes mais importantes da literatura brasileira contemporânea. Com uma trama ágil, de imagens fortes e estilo mordaz, ambientada numa São Paulo degradada, Fogo-Fátuo apresenta a primeira detetive da carreira da autora, a perita Azucena. É ela quem conduz a investigação da morte do ator Fábbio Cássio, em pleno palco, e revela a cortina de intrigas e mentiras que envolve o caso. Fugaz e misterioso como a chama que o nomeia, Fogo-Fátuo prende a atenção do leitor, ao mesmo tempo que o leva a reflexões sobre a decrepitude dos relacionamentos contemporâneos e as várias faces da violência.

  • Rio Noir (Casa da Palavra; R$39,90; 304 págs.)

Tony Belloto assina a organização de desta coleção de contos policiais ambientados em cenários cariocas. Entre os autores estão o rapper MV Bill, os jornalistas Guilherme Fiuza, Arthur Dapieve e Arnaldo Bloch e o escritor Luis Fernando Verissimo.

  • O Leopardo (Editora Record; R$ 45,00; 600 págs.).

Com mais de 25 milhões de livros vendidos em todo o mundo e diversos prêmios por sua obra, o norueguês Jo Nesbø é um dos mais bem-sucedidos e aclamados escritores da Europa atualmente e considerado o mestre da literatura policial escandinava. Em O Leopardo, considerado o melhor thriller de 2009 pela Danish Academy of Crime Writers, o detetive Harri Hole troca a fria Oslo por Hong Kong, onde encontra refúgio no ópio, no álcool e nos jogos de azar para fugir de sua antiga vida.

  • A Terra da Bruma: Edição Comentada (Editora Zahar; R$ 49,90; 336 págs.).

Esse é pra quem gosta de suspense e mistério! Sir Arthur Conan Doyle já era o escritor consagrado pelos casos do detetive Sherlock Holmes quando deu início a uma série de aventuras vividas por outro extraordinário e excêntrico personagem: o professor George Edward Challenger. Em A terra da bruma, o professor Challenger e sua paixão pela observação e pelas evidências científicas são desafiados por fenômenos sobrenaturais, que escapam à compreensão do raciocínio e questionam os limites entre razão e religião, materialismo e crença.

ROMANCES

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

  • Especial Patrick Mondiano (Editora Rocco)

Três dos mais emblemáticos livros do ganhador do Prêmio Nobel de Literatura de 2014, o francês Patrick Modiano, chegam às livrarias em nova e sofisticada edição. Responsável por trazer a obra de Modiano para o Brasil, na década de 1980, a editora volta a oferecer ao leitor brasileiro os romances Ronda da Noite (R$ 19,50; 128 págs.), Uma Rua de Roma (R$ 24,50; 224 págs.), e Dora Bruder (R$ 19,50; R$ 144 págs.), disponíveis individualmente e também em um box especial contendo os três volumes.

  • O Ser-se (Editora Circuito; R$ 30,00; 200 págs.)

O primeiro romance de Júnia Azevedo tem um quê de Clarice Lispector. A história, passada entre Brasil e Portugal, acompanha a jornada de uma mulher de meia idade assombrada por uma secessão de tragédias pessoais e que resolve então buscar sua própria identidade.

  • Todo Vícios (Editora Record; R$ 30,00; 232 págs.)

Maitê Proença assina este romance intenso e bastante atual, em que trata do amor na maturidade. A história começa quando Stella, uma bela e madura atriz e escultora, se apaixona por João, um publicitário cinquentão, feio e viciado em remédios tarja preta. Essa paixão improvável torna-se um retrato de um tipo de relacionamento cada vez mais comum.

  • O Irmão Alemão (Companhia das Letras; R$ 39,90; 239 págs.)

O novo livro de Chico Buarque é um romance em busca da verdade e dos laços perdidos. Sérgio Buarque de Holanda (1902-1982), pai do autor, morou em Berlin entre 1929 e 1930, cidade-cenário de uma aventura amorosa entre o brasileiro e certa Anne Ernst, da qual resultou um filho, Sergio Ernst, que o pai jamais conheceu. Chico só teve conhecimento desta história aos 22 anos de idade, e é com base nela que teceu as linhas de O Irmão Alemão.

  • Homens, Mulheres e Filhos (Editora Record; R$ 35,00; 352 págs.)

Pop. Cult. Contemporâneo. O romance de Chad Kultgen é uma das obras de ficção mais contundentes já escritas sobre a sexualidade de adolescentes e adultos em tempos de Internet. Homens, Mulheres e Filhos deu origem ao longa dirigido por Jason Reitman (Juno e Amor Sem Escalas) e estrelado por Adam Sandler, Jennifer Garner, Emma Thompson, Judy Greer e Ansel Elgort (o jovem ator que interpretou o personagem Gus no filme A Culpa é das Estrelas).

  • O Oitavo Selo (Cosac Naify; R$ 39,90; 192 págs.)

Um quase romance – é como Heloisa Seixas define O Oitavo Selo, que tem por protagonista um personagem da vida real, seu marido, o escritor Ruy Castro. Intercalando ficção e realidade, em uma narrativa hipnótica que inclui beleza e horror, o livro mostra os diversos momentos de um homem diante da morte. Os “selos” a que se refere o título são os diferentes trâmites enfrentados, uma saga que inclui drogas, alcoolismo e doenças gravíssimas. Com muitas referências literárias, musicais e cinematográficas o livro é resultado da parceria de vida desses dois escritores brasileiros, começada há mais de vinte anos.

  • O Incolor Tsukuru Tazaki e Seus Anos de Peregrinação (Alfaguara; R$ 39,90; 326 págs.)

Autor do aclamado 1Q84, Haruki Murakami é um fenômeno. Com mais de 1 milhão de exemplares vendidos no Japão na semana em que foi lançado, e atingindo o primeiro lugar das listas de mais vendidos ao redor do mundo, a ficção narra a vida de um homem solitário, perseguido pelo passado. Na época da escola, morava com a família em Nagoya e tinha quatro amigos inseparáveis. Agora, vive em Tóquio, onde trabalha no projeto e na construção de estações de trem e namora uma mulher dois anos mais velha. Mas não se esquece de um trauma sofrido dezesseis anos antes: inexplicavelmente, foi expulso do grupo de amigos, e nunca mais os viu. Agora, ele decide revisitar o passado e reencontrá-los, para saber um pouco mais de cada um — e de si mesmo.

  • Colares de Xangô e Sapatos Bicolores (Biblioteca Azul; R$ 49,90; 424 págs.)

Vários matizes estão presentes trama de Colares de Xangô e Sapatos Bicolores: o amor, a revolução, a luta da população negra pelos seus direitos civis, a memória, o heroísmo e a literatura. Dividido em três épocas, o romance é repleto de referências ao jazz, mas a música não é mero pano de fundo para a trama, ela se incorpora aos personagens e suas histórias.

  • Eternidade Por um Fio (Editora Arqueiro; R$ 59,90; 940 págs.)

O best-seller galês é o último livro da trilogia O Século, de Ken Follet, sobre os anos 1900. Dono de um estilo narrativo próprio, Follet dá vida a acontecimentos históricos reais através do olhar de personagens fictícios. O último volume da série atravessa o período turbulento da Guerra Fria, entre 1960 e 1980, sem deixar de lado a revolução comportamental provocada pelo rock ‘n roll no período.

  • Obras completas Adolfo Bioy Casares (Biblitoeca Azul; R$ 69,90; 745 págs.)

Leitor voraz e apreciador do que chamou de literatura fantástica, Bioy Casares é autor de histórias que misturam suspense, referências a romances policiais e elementos inesperados, tudo isso permeado pelo refinamento adquirido ao longo de uma vida dedicada à literatura. Obras Completas é uma homenagem ao centenário do autor. Seu primeiro volume reúne seis títulos, de seu romance mais conhecido, A invenção de Morel, ao inédito As vésperas de Fausto, raridade lançada em uma edição independente em 1949. A edição apresenta novas traduções de títulos escritos entre 1940 e 1958 e traz ainda textos dispersos em diários, revistas ou publicações de distribuição limitada.

SUSPENSE

Seis anos depois
Seis Anos Depois: primeiro lugar na lista dos mais vendidos do NYT (Foto: Reprodução)
  • Seis Anos Depois (Editora Sextante; R$ 29,90; 272 págs.)

Primeiro lugar na lista de mais vendidos do The New York Times, o escritor Harlan Coben já vendeu mais de 60 milhões de livros no mundo todo. Na história, Jake Fisher e Natalie Avery se conheceram no verão. Eles estavam em retiros diferentes, porém próximos um do outro. O dele era para escritores; o dela, para artistas. Eles se apaixonaram e, juntos, viveram os melhores meses de suas vidas. E foi por isso que Jake não entendeu quando Natalie decidiu romper com ele e se casar com Todd, um ex-namorado.

 

Fonte: VEJA RIO