Bom dia

Uma seleção de endereços para tomar café da manhã

O serviço é uma boa alternativa para a comemoração do Dia das Mães

Por: Fabio Codeço

Empório Jardim, eleito o melhor café da manhã
(Foto: Thomas Rangel)

Para evitar as longas filas de espera na hora do lamoço nos restaurantes durante o Dia das Mães, um gostoso café da manhã pode ser uma alternitiva mais tranquila para a comemoração em família. E os cinco endereços a seguir são destinos certeiros. No Modernistas Hospedagem e Arte, por exemplo, as matriarcas terão 20% de desconto.  

  • Cafés

    Café Carandaí

    Rua Lopes Quintas, 165, Jardim Botânico

    Tel: (31) 1401 79 ou (22) 3981 41

    Veja Rio
    Sem avaliação

    Empresário destemido — um dos criadores do opulento e saudoso Garcia & Rodrigues, complexo gastronômico no Leblon —, João Luiz Garcia, o Janjão, inaugurou a Casa Carandaí com a ambição de acomodar raros sabores do mundo em um imóvel no Jardim Botânico. Conseguiu, e ainda arrumou um jeito de instalar, nos fundos da delicatessen, o café que é porto seguro para fomes de todas as horas — as primeiras, inclusive. No fim de semana e nos feriados, das 9 às 12 horas, o bufê a preço fixo (R$ 44,00) exibe farta mesa com dicas triviais, a exemplo de iogurte natural, granola, frutas frescas, sucos de laranja e melancia, manteiga, geleias, frios, ovos mexidos, pães e bolos de produção própria, entre outras pedidas (o preço inclui uma bebida quente por pessoa). O serviço ainda permite ao comensal solicitar sanduíches preparados na hora. Duas opções apetitosas: tostex misto no fino pão de miga e brioche com goiabada. Sugestões mais originais podem ser encontradas no cardápio à la carte. Entre aquelas que combinam com o desjejum, mas disponíveis durante o dia inteiro, prove a imperdível french toast. Item típico do café da manhã americano, é uma espécie de rabanada, adaptada na forma de cubos crocantes, com o interior úmido. A porção de oito unidades custa R$ 22,00, acompanhada de potinho de creme de baunilha. Outra dica inspirada na cozinha do Tio Sam, o clássico b.l.t. (R$ 30,00, três unidades), abreviação de bacon, lettuce (alface) e tomato (tomate), é um sanduíche montado na gougère da casa, receita francesa, que é um pão de queijo aerado e bom demais da conta. Aproveite a viagem e leve para casa fornadas como as de pão de azeitona (R$ 15,20) e de croissant de Nutella (R$ 6,90), premiadas no COMER & BEBER 2015.     

    Preços checados em julho de 2016.

    Saiba mais
  • Cafés

    Empório Jardim

    Rua Visconde da Graça, 51, Jardim Botânico

    Tel: (21) 2535 9862

    Veja Rio
    Sem avaliação

    Premiada por duas vezes como o melhor café da manhã da cidade, segundo o júri do especial COMER & BEBER, o espaço no Jardim Botânico é para lá de democrático. As pedidas matinais, que podem ser saboreadas a qualquer hora do dia, ficam dispostas em uma cartela, com a qual o cliente pode montar sua combinação de desjejum. Entre as dezenas de opções, há criações como creme de abacate (R$ 9,00), banana-da-terra assada servida com pasta de amendoim integral, açúcar mascavo e canela (R$ 10,50) e crepioca de salmão defumado e cream cheese (R$ 24,90). Receita da família da chef Paula Prandini, a torta salgada de linguiça com escarola (R$ 12,30 a fatia) pode abastecer o brunch ou um lanche sem hora determinada. Da padaria, comandada pela chef Iona Rothstein, saem fornadas diárias de itens como o pão do jardim (R$ 15,90), com cereais e sementes de abóbora, a focaccia tradicional (R$ 6,80, 100 gramas) e o pão de chocolate belga (R$ 7,40 o individual; R$ 13,90 o grande). Há criações mais recentes, a exemplo do pão de espelta (R$ 19,90), com cereal de alto teor proteico, muito consumido na Europa na Antiguidade. A carta de bebidas exibe, entre outras opções, leite de amêndoas de produção própria (R$ 12,00; 300 mililitros) e chá do jardim, com flor de hibisco e maçã desidratada (R$ 7,20), além de variações em cima do tradicional cafezinho (R$ 5,50).

    Saiba mais
  • Cafés

    Escola do Pão

    Rua General Garzon, 10, Jardim Botânico

    Tel: (21) 2294 0027 ou (21) 3205 7275

    1 avaliação

    Serviço famoso, e caro, o imbatível café da manhã completo (R$ 79,00 + taxa de 13%) é oferecido a qualquer hora do dia, em suculentas etapas, direto na mesa de cada cliente. Trata-se de um desfile de itens como creme de frutas, curau de milho, gratin de queijo, cuscuz de tapioca, waffles, bolos, petit-fours, sagu, minibolos de laranja e de chocolate e minissanduíches de queijo e presunto e de brie com damasco, entre outras delícias. Completam o programa café, leite, suco de laranja e um delicioso chocolate quente servidos à vontade. Na ala de padaria podem ser comprados o vienense com gergelim (R$ 18,00, dez unidades) e o exclusivo ômega-3 (R$ 20,00, dez unidades), com semente de linhaça, centeio e 0% de gordura, receita da chef Clécia Casagrande. O casarão onde morou o escritor José Lins do Rego (1901-1957) ainda funciona como bistrô, além de espaço para cursos de pães e massas ministrados por Elen Casagrande, herdeira da chef.

    Saiba mais
  • Cafés

    Café Sorelle - Humaitá

    Rua Capitão Salomão, 14, Humaitá

    Tel: (21) 2527 9991

    Veja Rio
    Sem avaliação

    Nas duas unidades, a loja de rua com decoração charmosa e o ponto no shopping, o menu é o mesmo. Em ambas se encontram cafés de ótima qualidade, a exemplo do Suplicy (R$ 6,00), 100% arábica; do Orfeu (R$ 6,00), de aroma intenso e notas de caramelo; e do folclórico jacu bird coffee (R$ 11,00). Os bolos de banana com nozes (R$ 7,00 a fatia) e de cenoura, sem glúten (R$ 12,00, porção individual), são sugestões mais recentes na ala de petiscos, que teve o brownie (R$ 10,00 o simples, R$ 14,00, com calda, R$ 19,00, com calda e sorvete) eleito o melhor da cidade no COMER & BEBER de 2011. Na hora do almoço, fazem sucesso refeições ligeiras, como o salpicão de frango (R$ 30,00), sem maionese, com palmito fresco, manga e batata palha feita no forno, e as omeletes — uma delas, de queijo de cabra, espinafre e cebola marinada no vinho (R$ 37,00), chega à mesa com salada verde e arroz integral. Sanduíches e sopas, essas sugeridas quando o tempo esfria, completam o cardápio preparado pelas proprietárias, as irmãs Maria Paula e Elsia Mattoso.

    Preços checados em julho de 2016

    Saiba mais
  • Armazém Carmelo

    Rua Correia Dutra, 39, Flamengo

    Sem avaliação
    Bem-vinda novidade no Flamengo, a casa é mais uma empreitada do chef Marcos Alvim, proprietário do restaurante Carmelo, na mesma rua. Alvim, que também comanda um café no Centro, investe agora na atraente mistura de empório gourmet e padaria com espaço disponível para quem quiser comer algo por ali mesmo. No cardápio, um fornido capítulo de sanduíches inclui a saborosa receita de pastrami, queijo gruyère, molho de mostarda em grãos e alfa­ce-americana, preparada na baguete (R$ 19,90). Sugestão mais leve, o salmão defumado com cream cheese é servido frio, montado no pão australiano (R$ 24,90). Sucos são oferecidos em misturas saborosas, a exemplo da que reúne melancia, gengibre e hortelã (R$ 8,90). Na ala doce, o bolo de milho (R$ 6,00 a fatia) faz boa companhia para o cremoso chocolate quente (R$ 4,50 o pequeno). Combinados de café da manhã custam R$ 14,90 (para uma pessoa) e R$ 32,00 (para duas).
    Saiba mais
  • Cafés

    Cafeína

    Rua Barata Ribeiro, 507, Copacabana

    Sem avaliação

    Reduto antigo em um mercado concorrido, a casa oferece dicas de desjejum bem específicas, a exemplo do café do atleta: com suco de laranja e sanduíche no pão de oito grãos, recheado de peito de peru e cottage, mais açaí com granola, o pedido voltado para quem está a caminho do treino matinal custa R$ 29,90. No total, são nove as opções de combinado de café da manhã. O natural vem com uma bebida quente, um suco de laranja, pão de oito grãos, minibaguete de cereais, meio mamão papaia, duas fatias de queijo de minas e peito de peru, além de iogurte com granola e duas porções de manteiga, geleia, mel e requeijão (R$ 37,90). Outra atração local é a tapioca, com recheios como os de queijo e presunto (R$ 9,20) e de frango e requeijão (R$ 11,90). No cardápio variado, encontram-se ainda waf­fles (o tradicional, com geleia, mel e manteiga, custa R$ 18,90) e sanduíches, na minibaguete, na ciabatta, no pão de oito grãos, no pão australiano ou na focaccia. A versão de queijo de cabra gratinado, tomate seco, rúcula e ervas finas sai por R$ 31,90.

    Saiba mais

Fonte: VEJA RIO