A bebida da estação

Seis endereços para beber um bom chocolate quente

Ideal para uma tarde fria,a bebida ganha saborosas variações nas casas listadas a seguir

Por: Fabio Codeço

Cacau Noir

Cacau Noir_Chocolate Quente-baixa
Chocolate quente da casa: matéria-prima belga (Foto: Fernando Frazão)

As quatro unidades da chocolateria comandada por Adriana Wiltgen e sua mãe, Solange, responsável pelas deliciosas guloseimas, servem chocolate quente feito com matéria-prima belga (R$ 5,00 o pequeno; R$ 7,00 o grande).

Café Carandaí

Nos fundos da delicatessen Casa Carandaí, a cafeteria oferece, aos sábados e domingos, das 9h às 12h, um apetitoso bufê de café da manhã por R$ 42,00. Nos demais dias, o menu oferece itens avulsos para  desjejum, como chocolate quente (R$ 10,00) e ovos mexidos servidos com torradas (R$ 18,00).

Café Sorelle

De consistência cremosa, a bebida vaporizada na hora (R$ 10,00, 125 mililitros; R$ 14,00, 200 mililitros) é perfeita para acompanhar uma fatia de bolo de milho (R$ 9,00). 

Envídia

No salão de decoração romântica é servida uma versão imperdível da bebida (R$ 7,50 o pequeno; R$ 12,00 o grande). A sugestão também pode integrar o apetitoso café da manhã (R$ 30,00), oferecido o dia inteiro.

Katz Chocolates

A aposta da rede nascida em Petrópolis é um blend de chocolates amargo e ao leite usado no preparo da bebida (R$ 5,90 o pequeno; R$ 6,90 o grande).

Officina del Gelato

A gelateria italiana oferece, além de sorvetes, itens de cafeteria. O chocolate quente com creme custa R$ 9,00. Não deixe de provar a especialidade local, que aparece em sabores como pistache e caramelo com flor de sal. O preço dos copinhos varia de R$ 10,00 a R$ 24,00, em função do tamanho.

Fonte: VEJA RIO