COMIDINHAS

Crepes à francesa

Le Blé Noir, agora na Barra, segue a receita de sucesso da matriz em Copacabana

Por: Bruna Talarico - Atualizado em

COMIDA ✪✪✪?? | AMBIENTE ✪✪✪?? | ATENDIMENTO ✪✪✪??

roteiro-comidinhas-abre.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Ícone cívico da Bretanha, autoproclamada a terra natal da receita, o crepe encontrou ótima acolhida no Rio. Banalizado, é mais conhecido pelas muitas versões esbranquiçadas e pesadas servidas na cidade. Desde 1999, no entanto, um irredutível chef bretão, Alain Caro, e seu sócio, Fabio Novello, defendem o preparo autêntico, com massa de trigo-sarraceno, no Le Blé Noir. Os bons resultados do negócio em Copacabana levaram à abertura de outro endereço, na Barra, no dia 1º. De frente para a praia, a dupla repete na nova casa o ambiente rústico da matriz, composto de parede de tijolos, bandeira da Bretanha e ilustrações de paisagens costeiras.

No salão agradável, o providencial isolamento acústico resguarda os comensais da trilha sonora de bares vizinhos. Crepes e galettes (as sugestões salgadas) são servidos em grandes pratos de barro. Quatro blinis de trigo-sarraceno (blé noir, em francês) ganham coberturas tradicionais, como damasco e brie, no couvert (R$ 15,00). Depois, a dica é apostar no capítulo Especialidades. Pertence a essa lista o quimper, de queijo de cabra, mel e amêndoas torradas (R$ 46,00). Apetitoso, o recheio poderia estar mais homogêneo ? as amêndoas ficaram concentradas em apenas um lado da galette. O mesmo aconteceu no bénodet (R$ 52,00), de peito de pato defumado e cogumelo-de-paris em redução de vinho do Porto, purê de maçã e queijo Saint-Paulin. Dessa vez foi o purê.

Infalíveis, as sobremesas redimem e coroam a refeição. No crepe plugastel (R$ 31,00), trouxinhas são preenchidas com sorvete de creme, calda de chocolate, fruta da estação e amêndoas torradas. Igualmente acertada é a surpresa do chef (R$ 30,00), flambada no Cointreau à mesa, com sorvete de creme, amêndoas e morangos ou framboesas. Vinho em taça (R$ 14,00) completa o programa: no dia da visita a sugestão era o Côtes du Rhône Abel Pinchard 2010.

Le Blé Noir. Avenida Lucio Costa, 1976, Barra da Tijuca, ☎ 2493-5668 (65 lugares). 19h30/1h (sex. e sáb., até as 2h). Cc: todos. Cd: todos. ⑤ www.leblenoir.com.br.

Fonte: VEJA RIO