Saindo do forno

Casa Carandaí lança sua versão do clássico croissant

A delicatessen no Jardim Botânico prepara o quitue com manteiga francesa e farinha italiana

Por: Fabio Codeço

Casa-Carandaí_Croissant
A delícia de massa folhada no Jardim Botânico: R$ 5,00 (Foto: Mariana Garcia)

Endereço de uma das melhores baguetes da cidade (R$ 7,00 a unidade), além de elogiados brioches (R$ 1,40), focaccias (R$ 5,60) e ciabattas (R$ 4,20), a Casa Carandaí tem novidade em suas fornadas. Trata-se de um delicioso croissant (R$ 5,00). Assado três vezes por dia, o pão é preparado em ambiente sob temperatura controlada, com manteiga francesa (que tem menos água) e farinha italiana de alto porcentual de proteína. O resultado é uma massa leve, macia e crocante, como se encontra nas confeitarias de Paris. A receita entra em outro re­cém-chegado, o pão de chocolate (R$ 6,50), recheado de ganache e finalizado com açúcar de confeiteiro. Um pouco de história: clássico da padaria francesa — que criou a definitiva massa folhada —, o croissant teria surgido no campo de batalha, durante a célebre guerra de 1686 entre Estados europeus e o Império Otomano. Na Áustria, padeiros ouviram soldados cavando um túnel sob a cozinha do acampamento e frustraram um ataque turco. Para celebrar o feito, criaram um pão na forma do símbolo adversário, uma lua crescente (ou croissant, em francês).

+ Leia a resenha sobre o café instalado na delicatessen

+ Delícias e encrencas: um perfil do fundador da casa, João Luiz Garcia, o Janjão 

Rua Lopes Quintas, 165, Jardim Botânico, 3114-0179 e 2239-6437. 9h/20h (dom. até 17h). Cc: todos. Cd: todos. ⑤ ↔ www.casacarandai.com.br. Aberto em 2012.

Fonte: VEJA RIO