COMIDINHAS

Cuscuz Amado

O nome do estabelecimento é, no mínimo, inusitado, mas sua especialidade é tão rara por aqui quanto apetitosa: o cuscuz paulista

Por: Fabio Codeço - Atualizado em

COMIDA ✪✪✪ | AMBIENTE ✪✪ | ATENDIMENTO ✪✪✪

Divulgação
(Foto: Redação Veja rio)

O nome do estabelecimento é, no mínimo, inusitado, mas sua especialidade é tão rara por aqui quanto apetitosa: o cuscuz paulista. Trata-se de uma espécie de bolo salgado feito de farinha de milho misturada a caldo, azeite, vegetais e carnes diversas. Paulistano radicado no Rio, Fabiano Sáes trouxe para a cidade o costume familiar. Lançou mão da receita de sua avó e, há três meses, inaugurou a casa na Tijuca onde são oferecidas sete versões do prato em cinco tamanhos, do míni ao família (para até cinco pessoas). Pedidos na versão pequena, revelaram-se saborosos os preparos de sardinha (R$ 8,00), o mais tradicional, e de camarão (R$ 10,00). O menu também permite montar uma salada com até dez ingredientes e um molho à escolha por R$ 15,00. Combinado a um cuscuz pequeno, o pedido sai por R$ 17,00 (ou R$ 19,00, de camarão) e vale por uma refeição.

Rua Uruguai, 266, Tijuca, ☎ 3520-0020 (70 lugares). 11h30/21h (sex. e sáb. até 22h; dom. até 19h; fecha seg.). Cc: todos. Cd: todos. ? ↔ Aberto em 2013.

História: o prato teria surgido no século XVII, quando tropeiros enfrentaram longos percursos levando seus farnéis. Durante a viagem, a farinha absorvia o caldo da galinha guisada e se misturava a outros alimentos, formando uma massa úmida

Fonte: VEJA RIO