Comidinhas

Boulangerie Guerin fecha as portas em Copacabana

Anúncio foi feito nesta segunda (2), na página da casa no Facebook. Equipe agradece o carinho e justifica o fechamento da unidade

Por: Daniela Pessoa - Atualizado em

dominique guerin
Dominique Guerin: chef pâtissier anuncia fechamento da Boulangerie Guerin, em Copacabana (Foto: VEJA RIO)

+ Uma lista de 35 pratos saborosos por até 35 reais

Depois de fechar suas filiais no Leblon e no Jardim Botânico por causa dos altos preços cobrados pelo aluguel, a padaria e confeitaria Boulangerie Guerin, comandada por Dominique Guerin, discípulo de Gaston Lenôtre (1920-2009), o mais celebrado chef pâtissier desde o lendário Antonin Carême (1783-1833), vai fechar as portas de sua sede, em Copacabana. "O custo operacional e financeiro não compensa. A situação está muito difícil no Brasil. Já conversei com Claude Troisgros e outros chefs que também têm reclamado da queda movimento desde o ano passado. As pessoas estão gastando menos", disse Guerin em entrevista à VEJA RIO. Vencedora dos prêmios de Melhor Pão e Melhor Macaron na edição 2013 do Comer & Beber, a casa fez o anúncio nesta segunda (2), em sua página no Facebook, usando a "atual conjuntura econômica” como justificativa para o encerramento das atividades. Leia a seguir o comunicado, na íntegra:

Caros clientes,

Anunciamos o fechamento da Boulangerie Guerin em Copacabana. A partir de hoje, encerramos o atendimento devido aos reajustes das despesas no início do ano e à atual conjuntura econômica. Agradecemos a todos os clientes que ajudaram a construir uma padaria e confeitaria premiada. O chef Dominique Guerin seguirá sua trajetória profissional, levando a filosofia da “boa mesa” francesa aos brasileiros. Agora, por meio de outros caminhos.

Merci e à bientôt!

A equipe da Boulangerie Guerin

macaron
Boulangerie Guerin e seus consagrados macarons: despedida nada doce (Foto: VEJA RIO)

Fonte: VEJA RIO