CINEMA

Com cara de ficção

Um Final de Semana em Hyde Park mostra uma história real sem transmitir a verdade

Por: Miguel Barbieri Jr. - Atualizado em

divulgação
(Foto: Redação Veja rio)

Inspirada nos diários da protagonista, descobertos em 1991, depois de sua morte, a comédia dramática começa com um flerte aparentemente improvável. Casado com Eleanor (Olivia Williams), o presidente Franklin Roosevelt (Bill Murray) passa uma cantada em sua prima distante Daisy Suckley (Laura Linney). A moça é uma fazendeira de poucas posses e se encanta por servir, de todas as maneiras, ao chefe da nação americana. Aqui já existia um bom tema para um longa-metragem. O roteiro, contudo, amplia o foco. Debruça-se sobre a tumultuada visita feita por Eliza­beth (Olivia Colman) e Bertie (Samuel West), o casal de reis ingleses, à propriedade rural da mãe de Roosevelt, em 1939. Diretor de Um Lugar Chamado Notting Hill, Roger Michell embola o meio de campo ao dar à história um tom de sátira. Embora o argumento seja curioso por abordar a intimidade de Roosevelt (1882-1945), a trama ganha um tratamento ficcional que pouco transmite a verdade.

✪✪ Um Final de Semana em Hyde Park, de Roger Michell (Hyde Park on Hudson, Inglaterra, 2012, 94min). 12 anos. Estação Barra Point 1, Estação Rio 2, Estação Vivo Gávea 3.

Fonte: VEJA RIO