CINEMA

Passado que condena

O terror O Espelho apresenta uma intrigante história de mistério

Por: Miguel Barbieri Jr.

Divulgação
(Foto: Redação Veja rio)

AVALIAÇÃO ✪✪✪

Tim Russell (Brenton Thwaites), de 21 anos, saiu de uma instituição psiquiátrica uma década depois de ter matado o pai e quer ficar em paz após os traumas sofridos na infância. Sua irmã, Karen (Kaylie Russell), contudo, tem outros planos para ele. A jovem acredita que o irmão foi induzido ao assassinato por influência de um espelho amaldiçoado. Depois de pesquisar bastante, ela chegou a uma conclusão: o objeto vitimou mais de quarenta pessoas ao longo dos séculos. Para demonstrar a tese, instala câmeras na casa onde moravam e carrega Tim para a aventura. A história de O Espelho, então, volta no tempo e mostra como o desentendimento dos pais deles resultou num destino para lá de trágico. Levado em clima de mistério, o terror surpreende pelos toques de criatividade ? entre eles, abandonar os sustos fáceis e dar uma cadência mais contemplativa à ação. Passado e presente se alternam numa trama de fundo psicológico e final amargo. Diante da mesmice no gênero, já é alguma coisa. Direção: Mike Flanagan (Oculus, EUA, 2013, 104min). 14 anos. Estreou em 3/7/2014.

Fonte: VEJA RIO