CINEMA

Memória na tela

O Rio antigo, em imagens documentais e ficção, se destaca na programação do Festival Internacional de Cinema de Arquivo

Por: Miguel Barbieri Jr. - Atualizado em

Orlando Abrunhosa/divulgaçÃo
(Foto: Redação Veja rio)

De segunda (25) a sexta (29), a 12ª edição do Festival Internacional de Cinema de Arquivo ? Recine 2013 leva atrações cinematográficas, oficinas e debates ao Aquivo Nacional ? a Cinemateca do MAM participa da programação através de uma sessão especial, com cópia restaurada, que celebra os oitenta anos do clássico Ganga Bruta (1933), de Humberto Mauro, às 20h de quinta (28). Entre cerca de setenta títulos selecionados, destacam-se raridades da tela e deliciosas imagens de um Rio que passou. Uma das atrações em curta-metragem escaladas para a noite de abertura, às 19h, é Rio de Memórias (1987), de José Inácio Parente, passeio através de fotos pela paisagem carioca de 1840 a 1930. A sessão de terça (26), às 14h, vai reunir pérolas como o pouco visto documentário Cidade do Rio de Janeiro (1949), também de Humberto Mauro, sobre a então capital da República. Mais tarde, às 18h, a mostra competitiva traz, entre outros concorrentes, Três no Tri (2013), premiado curta de Eduardo Souza Lima sobre a famosa foto de Orlando Abrunhosa que simboliza a vitória brasileira na Copa de 70. Alô, Amigos (1943), animação da Disney que apresentou ao mundo o papagaio Zé Carioca, pode ser um bom programa para os pequenos. O filme será exibido na sexta (29), às 10h. No mesmo dia, às 12h, a sessão é de ficção, mas o Rio segue como cenário: Copacabana Me Engana (1969), de Antonio Carlos da Fontoura, traz a atriz Odete Lara em momento particularmente exuberante.

Arquivo Nacional. Praça da República, 173, Centro. Segunda (25) a sexta (29). Grátis.

Confira a programação completa em abr.ai/recine-2013

Fonte: VEJA RIO