CINEMA

Deu a louca na padronização

Filme reúne depoimentos de anônimos e celebridades, como Ana Maria Braga e Adriane Galisteu , sobre a falta de padronização do tamanho das peças de roupa no Brasil

Por: Miguel Barbieri Jr. - Atualizado em

Divulgação
(Foto: Redação Veja rio)

Como não há um censo antropométrico brasileiro, que confere as medidas dos habitantes de todas as regiões do país, é um problema comprar roupas por aqui. Essa queixa, que vai de Santa Catarina ao Piauí, envolve anônimos e celebridades, a exemplo das apresentadoras Ana Maria Braga e Adriane Galisteu e dos atores Odilon Wagner e Beatriz Segall (nas fotos acima, em sentido horário), conforme atestam os depoimentos do curioso documentário Fora do Figurino ? As Medidas do Jeitinho Brasileiro. Há reclamações generalizadas de consumidores sobre, por exemplo, os 20 centímetros de pano jogados fora ao fazer a barra de uma calça que, justamente por causa da imprecisão métrica, deixa o vestuário mais caro. Embora de formato quadradão e sem buscar soluções a curto prazo, o filme reúne uma série de boas entrevistas feitas no Brasil e nos Estados Unidos. Vai além do trivial ao explorar também a equivocada padronização em uniformes de segurança da construção civil, nos calçados e até nos preservativos.

✪✪✪ Fora do Figurino - As Medidas do Jeitinho Brasileiro, de Paulo Pélico (Brasil, 2012, 73min). 10 anos. Estreou em 22/03/2013. Espaço Itaú de Cinema 5.

Fonte: VEJA RIO