CINEMA

Paixão sem pimenta

No drama Flores Raras, o diretor Bruno Barreto suaviza o romance entre duas mulheres

Por: Miguel Barbieri Jr. - Atualizado em

Bia Sabóia
(Foto: Redação Veja rio)

Em 1951, a poetisa americana Elizabeth Bi­shop (Miranda Otto) chega a Petrópolis para espairecer e visitar sua ex-colega de faculdade Mary (Tracy Middendorf), companheira da brasileira Lota de Macedo Soares (Gloria Pires). A princípio, Elizabeth e Lota se estranham, sobretudo porque têm sensibilidade e temperamento distintos. Percebem, porém, aos poucos, que podem conviver sob o mesmo teto como um casal. A impulsiva Lota dá um chega pra lá em Mary e coloca a colega em sua cama. Inspirado numa história real, o drama capricha na recriação de época e é eficaz ao abordar o lado profissional de Lota, urbanista da alta sociedade carioca, responsável pela criação do Parque do Flamengo e outras obras. No retrato do romance entre mulheres, contudo, o filme não convence. Carinhos, beijos e amassos ensaiados são insuficientes para transmitir a arrebatadora paixão vivida por elas.

✪✪ Flores Raras, de Bruno Barreto (Brasil, 2013, 118min). 12 anos. Estreou em 16/8/2013. Cinemark Botafogo 2, Cinemark Downtown 11, Cinemark Plaza Shopping 5 e 7, Cinépolis Lagoon 3, Cinestar Special ? Laura Alvim 1 e 2, Espaço Itaú de Cinema 6, Espaço Rio Design 2, Estação Vivo Gávea 3, Instituto Moreira Salles, Kinoplex Fashion Mall 1, Kinoplex Tijuca 3, Leblon 1, Rio Sul 3, Roxy 1, São Luiz 1, UCI New York City Center 6, Village Mall 4.

Fonte: VEJA RIO