CINEMA

O cinema negro de Oscar Micheaux

Mostra sobre o diretor exibe filmes raros das décadas de 20 a 50 no CCBB

Por: Caio Werneck - Atualizado em

Divulgação
(Foto: Redação Veja rio)

No auge da segregação racial nos Estados Unidos, Oscar Micheaux foi um pioneiro. Fez filmes com negros e para negros entre as décadas de 20 e 50. Diretor de 42 fitas, atuou também como produtor e distribuidor de cinema. Ele ganha, a partir de quarta (31), uma retrospectiva no Centro Cultural Banco do Brasil. A mostra Oscar Micheaux: o Cinema Negro e a Segregação Racial vai exibir dez longas do cineasta, como Dentro de Nossas Portas (1920), programado para quinta (1º) às 15h30. A fita traz a história de uma jovem que esconde segredos do passado.

Centro Cultural Banco do Brasil. Rua Primeiro de Março, 66, Centro, ☎ 3808-2020. → R$ 6,00 (cinepasse válido para todos os filmes da mostra).

Programação completa em abr.io/cinema-negro

Fonte: VEJA RIO