CINEMA

Diversidade no cinema

Três longas de sucesso abordam a paixão entre homossexuais

Por: Miguel Barbieri - Atualizado em

Flavio Gusmão /  Fotos divulgação
(Foto: Redação Veja rio)

✪✪✪ Um Estranho no Lago

No verão francês, um lago serve de ponto de encontro para a prática do sexo ao ar livre. No ambiente homoerótico desse intrigante suspense francês, um jovem solitário envolve-se com um rapaz de atitudes duvidosas. A fita resiste no Cinestar Special ? Laura Alvim.

✪✪✪ Azul É a Cor Mais Quente

O filme que levou a Palma de Ouro no Festival de Cannes mostra a descoberta da sexualidade de Adèle (papel de Adèle Exarchopoulos). Depois de terminar um namoro com um colega, ela se sente atraída pela lésbica Emma (Léa Seydoux). Em cartaz em quatro salas.

✪✪ Tatuagem

É a paixão à primeira vista que move os personagens desse drama pernambucano. De um lado está um soldado de 18 anos, interpretado por Jesuíta Barbosa. Na outra ponta, encontra-­se Clécio (Irandhir Santos), artista trintão de um cabaré. Em exibição em dois cinemas.

Fonte: VEJA RIO