CINEMA

É matar ou morrer

Embora de premissa instigante, Uma Noite de Crime cai na mesmice

Por: Miguel Barbieri Jr. - Atualizado em

Divulgação
(Foto: Redação Veja rio)

Os roteiristas de Hollywood andam com a cachola a mil atrás de um argumento original para filmes de terror e suspense. Veja o exemplo de James DeMonaco, que traz aqui uma ideia instigante. Num futuro próximo, os Estados Unidos conseguiram baixar muito o índice de criminalidade. Motivo: uma vez por ano, os americanos podem sair às ruas, matar quem quiser e, mesmo assim, ficar impunes perante a lei. Os alvos, em geral, são sem-teto, inválidos e doentes. Pai de família e próspero empresário, James Sandin (Ethan Hawke) criou um sistema de segurança residencial infalível. Seu filho, porém, comete um deslize na fatídica noite do título ao deixar um mendigo negro entrar na casa. Atrás dele, jovens matadores bem-nascidos fazem ameaças e começa um tenso pesadelo. A trama renderia um caloroso debate sobre um regime neofascista, capaz de fazer uma ?limpeza? social, mas cai na mesmice com um previsível discurso moral.

✪✪ Uma Noite de Crime, de James DeMonaco (The Purge, EUA/França, 2013, 85min). 14 anos. Estreou em 1º/11/2013. Cinemark Carioca Shopping 7, Cinemark Downtown 11, Iguatemi 6, Kinoplex Nova América 2, Kinoplex West Shopping 4, Shopping Bay Market 2, UCI Kinoplex NorteShopping 8, UCI ParkShopping Campo Grande 3, UCI New York City Center 11.

Fonte: VEJA RIO