CINEMA

Laços de família

Jason Reitman dirige com delicadeza o relacionamento entre os tipos opostos que protagonizam o drama Refém da Paixão

Por: Miguel Barbieri Jr. - Atualizado em

Divulgação
(Foto: Redação Veja rio)

O marido de Adele (Kate Winslet) a trocou por outra, e o filho deles, Henry (Gattlin Griffith), anda preocupado com a mãe. Ela está abatida e num estado depressivo de dar dó. No drama Refém da Paixão, a transformação da mulher tem nome: Frank (Josh Brolin). Fugitivo da prisão, ele decide fazer Adele e Henry reféns enquanto a polícia ronda a casa dos dois. O dia termina e Frank continua por lá. E, assim, vai ficando. Começa a fazer trabalhos braçais, aproxima-se intimamente de Adele e se transforma na figura paterna de que Henry tanto precisa. Diretor de Juno e Amor sem Escalas, Jason Reitman foi muito delicado na adaptação do romance Fim de Verão, de Joyce Maynard, lançado pela Editora Rocco. Embora o enredo não tenha muita originalidade, o espectador acaba sendo tragado para acompanhar o bonito relacionamento entre os protagonistas. A latente fragilidade de Adele, defendida com cumplicidade absoluta por Kate Winslet, indicada ao Globo de Ouro pelo papel, combina à perfeição com a doce brutalidade de Brolin. O resultado é uma química à prova de estereótipos. Direção: Jason Reitman (Labor Day, EUA, 2013, 111min). 12 anos. Estreou em 13/3/2014.

Cinemark Downtown 2, Espaço Itaú de Cinema 5, Espaço Rio Design 3, Kinoplex Fa­shion Mall 4, Kinoplex Leblon 2, UCI New York City Center 8.

Fonte: VEJA RIO