CINEMA

Em nome do escândalo

Lee Daniels, diretor de Preciosa, apela para cenas polêmicas no drama Obsessão

Por: Miguel Barbieri Jr. - Atualizado em

Anne Marie Fox
(Foto: Redação Veja rio)

Entre Preciosa (2009) e O Mordomo da Casa Branca, com previsão de estreia para novembro, o diretor Lee Daniels rodou este drama, que ganhou a mídia menos por suas qualidades e mais por duas ou três cenas escandalosas. A trama se passa em 1969 na Flórida, cidade natal de Ward Jansen (Matthew McConaughey). Jornalista, ele voltou para lá a fim de investigar a vida de Hillary Van Wetter (John Cusack), condenado à morte pelo assassinato de um xerife. Jansen acredita na inocência do sujeito, mesmo que ele seja um tipo asqueroso e grosseiro. Surge, então, no pedaço a tentação em forma de mulher. Ela se chama Charlotte Bless (Nicole Kidman), uma ex-modelo de lingerie que, embora nunca tenha conhecido o matador, se correspondia com ele por cartas. Quem fica babando pela beldade é Jack (Zac Efron), o irmão caçula do repórter. Para as meninas, Efron aparece bem à vontade só de cueca. Para agradar aos marmanjos, Nicole surge num visual retrô de parar o trânsito. Ela faz xixi e se masturba em cena, em dois momentos polêmicos e constrangedores. ?Excentricidades? à parte, o filme, inspirado no livro Paperboy, de Pete Dexter, não se sustenta como história. Pouco dá para acreditar nas atitudes da personagem de Nicole e, já perto do desfecho, Efron banca um improvável herói saído dos gibis.

✪✪ Obsessão, de Lee Daniels (The Paperboy, EUA, 2012, 107min). 14 anos. Estreou em 4/10/2013. Cinemark Downtown 7, Espaço Itaú de Cinema 5, Kinoplex Fashion Mall 2, Leblon 1, UCI New York City Center 6.

Fonte: VEJA RIO