CINEMA

Antes da Meia-Noite

Nas primeiras cenas da continuação de Antes do Amanhecer (1995) e Antes do Pôr do Sol (2004), o diretor Richard Linklater encerra o grande mistério

Por: Tiago Faria - Atualizado em

AVALIAÇÃO ✪✪✪

Divulgação
(Foto: Redação Veja rio)

Nas primeiras cenas da continuação de Antes do Amanhecer (1995) e Antes do Pôr do Sol (2004), o diretor Richard Linklater encerra o mistério: sim, a complicada história de Jesse (Ethan Hawke) e Celine (Julie Delpy), que se apaixonaram em Viena e, nove anos depois, se encontraram brevemente em Paris, terminou bem. Casados, pais de duas menininhas gêmeas adoráveis, eles se estabeleceram na França, onde passaram a levar uma vida confortável. Ou quase isso. Sem o romantismo (e as ilusões) dos filmes anteriores, o cineasta desta vez resolveu inverter as expectativas do público e flagrar o matrimônio como ele é: com rusgas banais, desencanto, frustrações, segredos e muita lavagem de roupa suja. As fissuras no casamento começam a aparecer quando, de férias na Grécia, Jesse começa a se ressentir da decisão de viver longe do filho adolescente, que mora com a ex-mulher dele em Chicago, nos Estados Unidos. Celine, por sua vez, sente-se cada vez mais pressionada a abandonar seus sonhos profissionais para ceder aos desejos do marido. Mesmo ao repetir rigorosamente o formato dos outros longas da série, com diálogos quilométricos escritos em parceria com Hawke e Julie, Linklater surpreende ao evitar o sentimentalismo e pôr às claras as crises cotidianas que assombram até as melhores famílias. A intensa discussão de relacionamento, encenada à luz suave das ruínas gregas, tem efeito perturbador. Direção: Richard Linklater (Before Midnight, EUA, 2013, 108min) 12 anos. Estreou em 14/6/2013.

Romance real: Linklater dedica o filme a Amy Lehrhaupt, por quem se apaixonou na adolescência e que inspirou Antes do Amanhecer

Triste fim: ela morreu em um acidente de trânsito às vésperas do lançamento do primeiro filme da série

Fonte: VEJA RIO