CINEMA

Animação de ritmo lento

Caminhando com Dinossauros tem de bom os animais digitais. E só

Por: Miguel Barbieri Jr. - Atualizado em

Divulgação
(Foto: Redação Veja rio)

Além de técnica impecável, os desenhos animados que saem hoje de estúdios como Pixar, Disney e DreamWorks costumam ter roteiros espertos e espirituosos. Não é o caso de Caminhando com Dinossauros. Ideia extraída de uma série de documentários da BBC, essa animação parece um exemplar jurássico do gênero. Os animais criados por computador agradam, mas o roteiro caminha a passos paquidérmicos. Sem novidades, a história começa com três atores atrás de vestígios dos bichões. A menina segue o tio enquanto o sobrinho adolescente os espera no carro. Surge, então, um pássaro para narrar a trajetória de dois irmãos paquirrinossauros. Volta-se ao período cretáceo para focar o nascimento deles, a separação da mãe e a morte do pai. Jovem, a dupla segue um grupo por locais muitas vezes congelantes (as paisagens são reais). O primogênito, Scowler, quer ter prioridades sobre o caçula, Patchi, um baixinho valente capaz de enfrentar os maiores desafios.

✪ Caminhando com Dinossauros, de Barry Cook e Neil Nightingale (Walking with Dinosaurs, EUA/Inglaterra, 2013, 87min). Livre. Estreou em 17/1/2014. Dublado, em 3D: Cinemark Carioca Shopping 3, Cinemark Downtown 10, Cinemark Plaza Shopping 3, Cinépolis Lagoon 5, Cinespaço Boulevard 3, Cinesystem Bangu 2, Cinesystem Via Brasil 4, Kinoplex Grande Rio 2 e 5, Kinoplex Leblon 1, Kinoplex Madureira Shopping 1, Kinoplex Tijuca 5, Rio Sul 2, Roxy 3, Shopping Bay Market 3, UCI Kinoplex NorteShopping 1, UCI New York City Center 2. Dublado: Cinespaço Boulevard 5, Iguatemi 6, Kinoplex Madureira Shopping 4, Kinoplex Nova América 2.

Fonte: VEJA RIO