CINEMA

Além do Arco-Íris

De tanto sonhar com o príncipe encantado, a avoada Laura, papel de Agathe Bonitzer, acaba encontrando um tipão à altura de suas fantasias

Por: Tiago Faria - Atualizado em

AVALIAÇÃO ✪✪✪

Divulgação
(Foto: Redação Veja rio)

De tanto sonhar com o príncipe encantado, a avoada Laura (papel de Agathe Bonitzer) acaba encontrando um tipão à altura de suas fantasias: numa festa, bate o olho no compositor Sandro (Arthur Dupont) e, antes de trocar uma única palavra com ele, apaixona-se. No dia seguinte, eles se encontram por acaso e vivem felizes para sempre... ou quase isso. O tal "final feliz" revela-se apenas o início de uma comédia dramática que parece feita para ironizar a magia dos contos de fadas. Agnès Jaoui, diretora francesa cujo simpático O Gosto dos Outros (2000) foi indicado ao Oscar de melhor filme estrangeiro, vai um pouco mais longe e extrai dessa premissa apenas engraçadinha uma crônica que confronta as expectativas dos personagens com a realidade. Enquanto a mocinha se encanta pelo "lobo mau" (um produtor musical interpretado por Benjamin Biolay), o roteiro abre frestas para mostrar o cotidiano de Marianne (a própria Agnès), a tia quarentona de Laura, e o pai de Sandro (Jean-Pierre Bacri), convicto de que morrerá em poucos dias. Os planos desses personagens quase nunca vão para a frente. E são justamente essas incertezas, por vezes assustadoras, que tornam suas histórias tão verdadeiras. Direção: Agnès Jaoui (Au Bout du Conte, França, 2013, 112min). 12 anos.

Casal de cinema: Agnès Jaoui foi casada com o roteirista Jean-Pierre Bacri até 2012. Juntos, eles escreveram o roteiro dos quatro longas da cineasta

Fonte: VEJA RIO