cinema novo

Em mostra, IMS revisita história da Mapa Filmes

A partir deste sábado (27), Instituto Moreira Salles traz algumas das principais obras realizadas pela produtora fundada por Zelito Viana 

Por: Redação VEJA RIO - Atualizado em

terra
(Foto: Divulgação)

A partir deste sábado (27), o Instituto Moreira Salles apresenta a mostra Mapa Filmes 50 Anos, dedicada a uma das principais produtoras do cinema nacional. Entre as fitas exibidas, Os condenados e Avaeté, semente da vingança, de Zelito Viana, um dos seus fundadores, Terra em transe, de Glauber Rocha; A grande cidade, de Cacá Diegues, além de Mapa 50 anos: 50 minutos de conversa com Zelito Viana. Os ingressos custam R$ 8,00. Às 15h30 Viana assistirá ao filme Os Condenados, dirigido por ele mesmo em 1980.

+ A animação Minions é a estreia da semana

Um dos maiores representantes do Cinema Novo, o cineasta Zelito Viana fundou a produtora ao lado de outros grandes nomes do cinema, como Glauber Rocha, Walter Lima Jr., Paulo César Saraceni e Raymundo Wanderley Reis. Em 50 anos de história a Mapa Filmes realizou obras como Terra em Transe, O Dragão da Maldade Contra o Santo Guerreiro, Morte e Vida Severina; Menino de Engenho; Os Inconfidentes; Augusto Boal e o Teatro do Oprimido. 

+ Fique de olho nos 28 filmes em cartaz

Confira a programação completa:

Sábado, 27/6

14h30: Mapa 50 anos: 50 minutos de conversa com Zelito Viana (Brasil, 2015)

15h30: Os condenados, de Zelito Viana (Brasil, 1975)

Domingo, 28/6

15h30: Terra em Transe, de Glauber Rocha (Brasil, 1967)

+ Filmes para crianças e adolescentes chegam às telas

Terça, 30/6

20h: A Grande Cidade, de Carlos Diegues (Brasil, 1966)

Quarta, 1/7

18h30: Mapa 50 anos: 50 minutos de conversa com Zelito Viana (Brasil, 2015)

 20h: Avaeté, Semente da Vingança, de Zelito Viana (Brasil, 1985)

Fonte: VEJA RIO