CINEMA

Atores esquecidos pelo Oscar

Quatro formidáveis atuações masculinas que passaram batido nas indicações ao prêmio

Por: Thayz Guimarães - Atualizado em

Divulgação
(Foto: Redação Veja rio)

✪✪✪✪ Ela (Joaquin Phoenix) Três vezes indicado ao prêmio, Joaquin Phoenix ganhou um trabalho muito difícil nesta amarga comédia dramática, cartaz de dez cinemas. Na pele de um solitário homem do futuro, ele dialoga, na maior parte das cenas, apenas com a voz da atriz Scarlett Johansson. Em cinco salas.

✪✪✪ Inside Llewyn Davis - Balada de um Homem Comum (Oscar Isaac)

Guatemalteco criado em Miami, Oscar Isaac foi premiado pela associação de críticos de Nova York. Na melancólica mistura de humor e drama comandada pelos irmãos Coen, atua como um cantor na Nova York de 1961. Cartaz de três cinemas.

✪✪✪✪ Nebraska (Will Forte) Mais conhecido por suas apresentações no programa de TV Saturday Night Live, o californiano Will Forte surpreende aqui num papel dramático. Na pele do filho do protagonista (Bruce Dern), o ator sobressai com uma atuação intimista e sincera. No Espaço Itaú 4 e no Estação Vivo Gávea 5.

✪✪✪✪ Philomena (Steve Coogan) Embora não concorra por sua atuação, o inglês está no páreo para melhor filme (como um dos produtores) e roteiro adaptado. É muito bom seu desempenho como o jornalista que, em 2002, saiu à procura do filho de uma senhora, entregue para adoção. Em onze salas.

Fonte: VEJA RIO